terça-feira, 25 de novembro de 2014

CGADB - Inscrições para a 42a. AGO em Fortaleza - CE - Até 23.12.2014 - Veja aqui


EDITAL DE CONVOCAÇÃO


O Presidente e a Mesa Diretora da CGADB nos termos do art. 30, incisos I e II do Estatuto Social, convocam a todos os membros adimplentes para, em Assembleia Geral Ordinária (42ª AGO), reunir-se nos dias 21 a 24 de abril de 2015, no CENTRO DE EVENTOS DO CEARÁ, localizado na cidade de Fortaleza-CE, na Avenida Washington Soares nº 999 - Bairro Edson Queiroz, para apreciar e deliberar sobre os assuntos da pauta a seguir estabelecida:

1) Apreciação e deliberação, de recurso administrativo de convencional contra decisão da 6ª. Assembleia Geral Extraordinária, na forma do Artigo 32, VI do Estatuto, desde que não esteja pendente de decisão judicial.

2) Apreciar e deliberar sobre os relatórios da Mesa Diretora e do Conselho Fiscal, relativos ao biênio 2013 e 2014, na forma do artigo 8º, inciso III do Regimento Interno, bem como dos demais órgãos e das pessoas jurídicas vinculadas.

3) Homologação do cadastramento de Convenção Estadual, conforme artigo 32, inciso V, do Estatuto Social.

4) Proposta de criação do Código de Ética e Disciplina dos membros da CGADB.

Comunica, outrossim, que o evento será realizado no endereço acima mencionado, obedecendo  à seguinte programação:

Abertura solene às 19hs do dia 21 de Abril de 2015.

As sessões dos dias 22 e 23 de abril serão precedidas de devocional e funcionarão no horário regulamentar das 09h00min às 12h00min e das 14h00min às 17h00min.

A última sessão ocorrerá no dia 24 de abril será precedida de devocional, e funcionará no horário regulamentar das 09h00min às 12h00min.

As inscrições poderão ser realizadas a partir do dia 03 de novembro de 2014, até às 19h00 (horário de Brasília) do dia 23 de dezembro de 2014, mediante pagamento da taxa líquida e irrestituível de R$ 120,00 (cento e vinte reais), exclusivamente através de boleto bancário, disponibilizado no site da CGADB, www.cgadb.org.br, sendo vedado o pagamento de inscrição diretamente na Tesouraria. A inscrição somente será considerada efetivada após a comprovação do estabelecimento bancário, caso contrário será cancelada.

Nos termos do artigo 8º, inciso III, do Estatuto Social, poderão se inscrever os ministros que estiverem adimplentes com as suas anuidades até o dia 31 de dezembro de 2014.

O direito de inscrever-se somente poderá ser exercido pelos membros que estiverem registrados na CGADB até o dia 28 de novembro de 2014.

O acesso dos membros às sessões plenárias se dará mediante controle eletrônico.

A CGADB não fornecerá alimentação, locomoção e hospedagem, as quais deverão ser custeadas por cada membro.


Informações adicionais e/ou consultas poderão ser realizadas na sede social na Avenida Vicente de Carvalho, 1083, Rio de Janeiro, RJ, ou pelos telefones: (21) 3351-3054, 3351-3387, 3351-5256.


Rio de Janeiro, 01 de agosto de 2014.

José Wellington Bezerra da Costa
Presidente



Fonte: CGADB

Billy Graham - Ministério on-line comemora 5 milhões de conversões pela internet



A Associação Evangelística Billy Graham (AEBG) anunciou que o site  oficial da instituição alcançou oficialmente a marca de 5 milhões de conversões pela internet.

Além de estudos bíblicos, o material da página inclui vídeos criados para compartilhar o evangelho com os visitantes.

Em média, mais de 20 mil pessoas por dia assistem uma apresentação do Evangelho através dessa plataforma on-line.

Billy Graham ainda é o presidente honorário, mas é seu filho, Franklin Graham, que atua como presidente e CEO. Os portais mais populares são http://PeaceWithGod.net [Paz com Deus] e http://Searchforjesus.net [Em busca de Jesus].


Fonte: Gospelhoje

domingo, 23 de novembro de 2014

FÉ ONLINE - Compartilhada por um em cada cinco internautas


Um em cada cinco internautas compartilha sua fé on-line

Quase metade dos adultos norte-americanos (46%) dizem que viram um de seus amigos compartilhar “alguma coisa sobre a sua fé” na internet na última semana. Um em cada cinco (20%) diz que gosta de falar sobre suas crenças nas redes sociais.
“O grande número de pessoas que debatem sobre a fé online é bastante impressionante”, disse Greg Smith, diretor associado do Instituto de Pesquisas Pew. A pesquisa sobre “Religião e Mídia Eletrônica”, publicada pelo Pew na última quinta-feira (6), constatou que 27% dos evangélicos e 15% dos católicos também afirmam compartilhar sua fé no “mundo real”.
Embora seja mais provável que as pessoas que frequentam uma igreja falarem sobre o assunto, metade (50%) dos entrevistados que se definem como “sem religião” dizem debater essa questão on-line.
“No entanto, toda essa discussão digital sobre fé não parece ser um substituto para atividades off-line, como frequentar a igreja”, disse Smith.  A pesquisa também mediu a relação entre fé e a “velha mídia”, descobrindo que: 23% assistia programas de TV religiosos; 20% ouvia programas de rádio religiosos; 19% ouvia música gospel.
Foi a primeira vez que o Instituto Pew fez esse tipo de pesquisa, por isso não há como estabelecer tendências.Uma pesquisa realizada em 2012 mostrou que o Brasil é o país que mais discute religião na rede, com 39% dos usuários falando sobre o tema. Há um empate técnico em primeiro com a Indonésia, em seguida vem a Índia com 33% e com 17% está os Estados Unidos. A nação que menos fala sobre o assunto é o Japão, com apenas 1%.
Fonte: Charisma News/Gospel Prime via Verdade Gospel

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Henrique Pizzolato, ex-diretor do BB diz ter aceitado a Jesus como Salvador

Henrique Pizzolato

"Meu único desejo é fazer a vontade de Deus", diz Henrique Pizzolato, ex-diretor do BB


Henrique Pizzolato, o ex-diretor do Banco do Brasil condenado a mais de 12 anos no julgamento do Mensalão, diz que encontrou Jesus e agora frequenta a igreja quase todos os dias.

Henrique Pizzolato encontrou Jesus. Pelo menos é o que o ex-diretor de marketing do Banco do Brasil condenado a mais de 12 anos no processo do Mensalão anda dizendo para os amigos mais próximos desde que deixou a Penitenciária de Sant’Anna, em Modena, na Itália, onde passou os últimos meses encarcerado.

Praticamente recluso desde que conquistou a liberdade ao ter sua extradição para o Brasil negada pela Justiça italiana no dia 28 de outubro, o ex-diretor de marketing continua vivendo em Modena e se tornou um dos frequentadores mais assíduos da Igreja Pentecostal Cristã Carismática Fonte di Vita, uma denominação protestante localizada na região central da cidade italiana de 180 mil habitantes.

Pizzolato tornou-se religioso na cadeia. O ex-diretor do Banco do Brasil passou a frequentar um grupo de orações e estudos bíblicos organizado pelo pastor Romulus Giovanardi, um dos líderes da Fonte di Vita. Lentamente, Pizzolato passou a frequentar com assiduidade os encontros promovidos pelo religioso todas as quintas-feiras na Penitenciária de Sant’Anna. “Quando chegou à prisão Pizzolato era um homem esfacelado, mal caminhava, não falava, tremia, era confuso, ansioso e tinha medo de tudo”, conta o pastor que se transformou em um amigo e espécie de porto seguro para o condenado pelo Supremo Tribunal Federal. “Depois que encontrou Jesus, Pizzolato é um outro homem, saiu da prisão de cabeça erguida”.

Na manhã do domingo 16, Pizzolato decidiu, pela primeira vez, dar um testemunho público de sua fé. Junto com a mulher, Andrea Haas. Henrique Pizzolato subiu no palco da pequena igreja por volta das 10 horas e durante 30 minutos contou como sua vida se transformou após aproximar-se da religião. “Uma noite, após ter participado da quinta-feira de oração e louvor, senti dentro de mim o desejo de pertencer a Jesus”, disse ele, emocionado e quase indo às lagrimas. “O aceitei como meu Senhor e Salvador e imediatamente me senti leve, cheio de paz e alegria. Eu estava atrás das grades, mas livre.”, disse ele, arrancando lágrimas da mulher, Andrea Haas, que acompanhava o testemunho do marido na primeira fileira.

Pizzolato aproximou-se da religião nos momentos que ele considerava mais difíceis na cadeia e que não tinha certeza se conseguiria realmente evitar a extradição. O executivo condenado a 12 anos de prisão passou a depositar na fé as esperanças de permanecer na Itália, país do qual é cidadão, e livrar-se da cadeia no Brasil. Pizzolato passou a ter certeza que seria liberto ao iniciar um período de leitura quase compulsiva da bíblia, que lia diariamente na prisão. “No dia anterior ao seu julgamento escrevi uma carta a ele dizendo que ‘Jesus é seu advogado’”, conta Giovanardi. “Ele, naquele dia, estava mais seguro que sairia do tribunal um homem livre do que seu advogado”.

Pizzolato e Andrea falam com o padre quase que diariamente. Não raro, saem para almoçar com o pároco e são presença frequente na igreja. Em seu testemunho no domingo, o ex-diretor do Banco do Brasil disse que se precisasse voltar à penitenciária não teria problema algum. “Se me perguntassem quais momentos da minha vida eu gostaria de reviver, não tenho dúvida: todos aqueles dias na (Penitenciária de) Sant´Anna, porque ali eu conheci Deus e sofri uma profunda mudança. Se antes conhecia um Deus distante, que às vezes o percebida como um juiz, agora sei que o Senhor Jesus me ama”, afirmou.

Pizzolato ainda não sabe seu destino final. Nesta segunda-feira o Ministério Público italiano entrou com um recurso na corte suprema do país pedindo novamente sua extradição para o Brasil, onde ele terá que cumprir sua pena em regime fechado. Diante dos fiéis da Fonte di Vita, Pizzolato, no entanto, disse que seu maior objetivo na vida não está mais relacionado a ambições terrenas. “ Hoje meu maior desejo é fazer a vontade de Deus e ajudar os outros.” 

Publicado na IstoÉ via Notícias Cristãs
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...