segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Guinness Book alega “recorde religioso” e rejeita transcrição da Bíblia feita por brasileiro

Um empresário de Atibaia (SP) é o novo recordista no ranking brasileiro como a pessoa a transcrever a Bíblia mais rápido. Ele levou três meses e 22 dias para completar a transcrição, entre os dias 16 de maio e 7 de setembro.

O feito foi registrado pela Rank Brasil, entidade que faz aferição de recordes no país. Em entrevista exclusiva ao site Comunhão, Wandemberg Marques, de 53 anos, disse que tentou registra o feito também no Guinness World Records (O livro mundial de records), porém, de acordo com o escriba a entidade negou seu pedido alegando que não poderiam registrar seu feito por se tratar de "um recorde religioso", explicou Wanderberg.

"Ele (Guiness Book) negaram nosso pedido reiteradamente, e alegaram que não fariam por se tratar da transcrição de um material religioso. Acontece que agora eles estão nas nossas mãos, porque qualquer pessoa que for tentar copiar textos terão que passar por esse brasileiro aqui", esclareceu.

O manuscrito tem 1.288 páginas, e Wandemberg utilizou 52 canetas para realizar a cópia. A média de produção diária para bater o recorde foi de aproximadamente 15 horas. Todo processo foi auditado e verificado pelo Rank Brasil.

Além de ser o copista da Bíblia mais rápido ele também conquistou outro recorde ao utilizar 52 canetas durante o processo.

Confira a entrevista completa no vídeo abaixo:


Deputado evangélico quer proibir o Carnaval em 2022 no Brasil

O deputado federal pastor Eurico (Patriota-PE) protocolou nesta quinta-feira (25) um Projeto de Lei (PL) para impedir a realização do evento devido à pandemia de Covid-19.

"Cancelar a celebração do Carnaval em todo o país é uma medida sensata para evitar possíveis curvas invisíveis de contágio e o surgimento de novas variantes do vírus. Não podemos esmorecer agora, no final desta guerra, e permitir que a população de todo o Brasil seja exposta a esse risco", escreveu o deputado no projeto.

Se aprovado, o projeto proibirá a realização de "quaisquer festas, blocos carnavalescos ou eventos de pré-Carnaval, em ambientes abertos ou fechados, promovidos por iniciativa pública ou privada" durante o ano de 2022.

Críticas ao deputado

Capelão de cultos na Câmara, o Pastor Eurico, vem sendo criticado por tentar proibir o carnaval em 2022 mesmo tendo participado de aglomerações em eventos de apoio ao presidente da República.

Em suas redes sociais é possível vê-lo participando dos atos de 7 de setembro, quando Bolsonaro atacou o Supremo Tribunal Federal (STF). Sem usar máscara, ele também está sempre presente nas visitas do presidente a Pernambuco, segundo o colunista Igor Gadelha, do Metrópoles.

Cancelamento do carnaval

Durante a semana, o Carnaval foi mencionado por diversas autoridades que se manifestaram contra e a favor do evento. O presidente Jair Bolsonaro disse que, por ele, não haverá Carnaval. Houve municípios de São Paulo que anunciaram o cancelamento da festa. No entanto, a capital de São Paulo e a do Rio de Janeiro anunciaram que manterão às atividades relacionadas à festividade.

Fonte: Pleno.News e Metrópoles via Folha Gospel

Youtuber que foi condenada a excluir vídeo apoiando casamento tradicional vence caso na Justiça

A Suprema Corte da Colômbia decidiu que a youtuber Erika Nieto não deveria ter sido intimada a excluir seu vídeo, no qual expressou suas crenças bíblicas sobre casamento. O anúncio da vitória da influencer, mais conhecida como "Kika", por sua liberdade de expressão, foi anunciada pela Aliança Internacional em Defesa pela Liberdade (ADF), que a defendeu no caso.

"Junto com Kika, estamos muito felizes que o tribunal anulou essa decisão de censura. Kika se manteve firme durante toda essa provação para defender a liberdade de todos de compartilhar suas crenças", disse Santiago Guevara, advogado da Nueva Democracia, uma ONG que, com o apoio da ADF International, representou Nieto.

O Tribunal Nacional da Colômbia havia ordenado que Kika excluísse um vídeo em que ela apoia o casamento tradicional. No vídeo de pergunta e resposta, publicado em 2018, a Youtuber diz que, em sua opinião, o casamento é apenas entre homem e mulher, mas que respeita outras perspectivas.

"Deus criou o homem e a mulher para que pudessem estar um com o outro. Não considero que homens ou mulheres estarem com o mesmo sexo seja bom, mas tolero isso. Tenho amigos que são gays, tenho amigos que são lésbicas e os amo de todo o coração. E se eu sei de uma coisa e estou completamente certo disso, é que Deus é amor. E ele me chama para amar as pessoas. Sem julgá-los", afirmou no vídeo.

Após a denúncia do ativista LGBT, José Francisco Montufar Rodríguez, que argumentou que o comentário sobre casamento era ofensivo e discriminatório, o Tribunal Nacional considerou o vídeo como "discurso de ódio" e ordenou sua remoção do YouTube. O processo judicial incluía um mandato de prisão contra ela.

A influencer digital, que possui mais de sete milhões de inscritos em seu canal, entrou com um pedido ao Tribunal Constitucional da Colômbia para a anulação da ordem em abril de 2020.

Liberdade de expressão

Kika defende que as pessoas tenham o direito de falar abertamente sobre assuntos pelos quais são apaixonadas, sem medo de perseguições. "Todos têm o direito de compartilhar livremente suas crenças em público", explicou ela antes da decisão do Supremo Tribunal.

"Ninguém deveria ter medo da censura ou de sanções criminais por expressar suas crenças profundas. Espero poder encorajar o debate e inspirar mais tolerância em relação a diferentes pontos de vista", concluiu a youtuber.

Fonte: Guia-me com informações de The Christian Post via Folha Gospel

sexta-feira, 26 de novembro de 2021

Missionário recebe Prêmio Internacional da Paz do presidente do Paquistão


Através de Leif Hetland, mais de um milhão de pessoas no mundo árabe foram salvas.

O presidente do Paquistão, Arif Alvi, entregou o Prêmio Internacional da Paz nas mãos do missionário Leif Hetland nesta quarta-feira (24), em um evento inter-religioso na cidade paquistanesa de Islamabad.

Foi uma grande honra! Fui o primeiro a receber esse prêmio. Foi uma experiência extraordinária”, declarou Hetland nas redes sociais.

Precursor das missões modernas, Leif levou o Evangelho a algumas das áreas espiritualmente mais sombrias do mundo. Através de seu ministério, mais de um milhão de pessoas no mundo árabe foram salvas.

Leif, que é o presidente da Global Mission Awareness e tem atuado especialmente no Paquistão, onde é conhecido como o “embaixador do amor”. Ele já teve a oportunidade de pregar ao presidente do país e testemunhar muitos milagres entre os paquistaneses.

Ele foi honrado durante a Conferência Internacional da Paz Inter-religiosa, que contou com a participação de representantes de várias religiões, incluindo o Islã, Cristianismo, Hinduísmo, Sikhismo e outras.

Com o tema “Respeito pela Humanidade e sua Importância”, a conferência destacou a importância da liberdade religiosa entre as nações.

Representantes de diversas religiões na Conferência Internacional da Paz Inter-religiosa. (Foto: Instagram/Leif Hetland)

Há algo único que Deus está fazendo nesta temporada e é hora de nos concentrarmos no que Jesus está fazendo e nunca nos distrairmos com o que o inimigo está fazendo, porque Deus está vencendo”, declarou Leif em vídeo após o evento.

A embaixadora da União Europeia no Paquistão, Androulla Kaminara, disse que a harmonia inter-religiosa é necessária para o futuro do mundo. Em seu discurso, Leif disse que o amor une as pessoas e que passou a ser muito necessário no mundo de hoje, tão dividido por discórdias.

Fonte: Guiame

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...