segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Lei de 'apoio à cultura LGBT' é cancelada após pressão da bancada evangélica


A nova portaria de nº 285 revoga uma norma anterior, que direcionava a Secretaria de Cultura do DF a ações específicas para o público LGBT.


No início do mês de outubro (6/10), a Secretaria de Cultura do Distrito Federal publicou uma portaria, na qual instituiu uma nova Política Cultural de Ações Afirmativas. O texto mais recente acabou revogando a Portaria n° 277 que direcionava ações afirmativas específicas da pasta para gays, lésbicas, bissexuais e transexuais.

Esta revogação vem atender a uma solicitação da Frente Parlamentar Evangélica do DF, que protocolou no dia 1º de outubro um documento oficial, pedindo que o governo anulasse a portaria 277.

O documento assinado pelo presidente da bancada, Rodrigo Delmasso (Podemos-DF), alegou que a então nova política feria "diretamente o direito das famílias brasilienses", bem como à cultura que "valoriza os princípios e valores da família".


Em sua nova decisão - que revoga a Portaria 277 - o Governo do Distrito Federal afirmou que a medida mais recente (de nº 285) amplia as políticas públicas à população de forma geral e não deixa de reconhecer da diversidade de identidades e manifestações culturais.



O Governo do DF também justificou que a nova portaria continua prezando pelo diagnóstico, pela defesa e pela promoção dos direitos culturais dos povos, grupos, comunidades e populações em situação de vulnerabilidade social, de discriminação, de ameaça de violência ou de necessidade de reconhecimento da identidade.

Diversidade cultural

Agora, além dos LGBTIs, o novo texto também reconhece como grupos minoritários: indígenas, ciganos, pessoas com deficiência, idosos e refugiados.

"Com a medida, a pasta reafirma o compromisso com a promoção de direitos e a concepção de que a diversidade cultural cria um mundo rico e variado que nutre as capacidades e valores humanos", escreveu o governo em nota.

Fonte: Guiame

Milhares de jovens participam do Congresso Mundial de Jovens da Igreja AD Madureira


As Assembleias de Deus Madureira realizaram nos dias 12 e 13 de outubro uma nova edição do COMJADEM, o Congresso Mundial de Jovens da denominação.
O evento, realizado no RioCentro, Rio de Janeiro, reuniu milhares de pessoas e teve como preletores principais os bispos Samuel e Abner Ferreira, além do pastor Samuel Gonçalves. Também pregaram os pastores Manoel Neto, Frank Mendonça, Edinho e Felipe Alencar.
A parte musical ficou a cargo de nomes conhecidos como Davi Sacer, Marquinhos Gomes e William Nascimento, contando também com a participação da AD Brás Adoração e o Coral COMJADEM.
O tema desse ano foi "Uma nação impactando uma nação". Durante os dois dias do evento, os presentes, vindos de todos os estados do Brasil, bem como de outros países, foram impactos pelas mensagens e desafiados a viver uma vida dedicada a Jesus.
Com informações gospelprime via Gospel Geral

NÃO SER PASTOR SERIA MUITO MAIS FÁCIL



Seria mais fácil ter uma rotina menos puxada.
Seria mais fácil ter mais tempo pra mim, pra minha família, pra viajar, curtir, fazer as minhas vontades.
Seria mais fácil não precisar estar metido em conflitos de relacionamentos amorosos, familiares e tantos outros que nos chamam para mediar.
Seria mais fácil não precisar ouvir tantas críticas.
E mais fácil ainda não precisar dar a vida por algumas ovelhas que em forma de agradecimento jogam no lixo tudo que você ensinou e devolvem com críticas e palavras duras que você sabe que nunca precisaria ouvir se não tivesse escolhido essa dura e por vezes ingrata vocação.
Seria mais fácil não precisar tomar cuidado com cada palavra dita, cada foto postada, cada atitude.
Seria mais fácil não ter tanta visibilidade e não precisar pensar até antes de respirar.
Seria mais fácil não ouvir a dor do outro, até porque aqui dentro já tem outro ser humano com dores suficientes falando alto.
Seria mais fácil não precisar lidar com a ingratidão de tantos que você amou, orou, aconselhou e nem se quer consideraram que foram servidos gratuitamente todo esse tempo.
Seria mais fácil ter horário de trabalho delimitado, chegar em casa e poder desligar o telefone tranquilo, sem medo de receber um áudio de 5 minutos de alguém chorando e pedindo ajuda.
Seria mais fácil poder viajar de férias por um longo período de tempo, sem precisar conviver com uma constante pressão interior, mais conhecida como uma preocupação sincera com a igreja e cada ovelha.
Seria mais fácil não precisar contribuir financeiramente na igreja e gastar meu dinheiro com coisas que fizessem bem somente pra mim.
Seria mais fácil não precisar medir as consequências e fazer o que der na telha por livre e espontânea vontade.
Seria mais fácil não viver uma vida de sacrifícios, embalada por lágrimas e um genuíno esforço para negar cada pecado que insiste em bater na porta.
Seria mais fácil pensar só em mim e ter como referência alguém que não se esvaziou da sua glória para morrer numa cruz.
Seria mais fácil, mas, sem dúvida, menos gratificante, nobre, digno e especial.
Um dia todos juntos cantaremos que valeu a pena cada lágrima e gota de suor derramada em prol da edificação do Reino de Deus nessa terra.
Seria mais fácil, mas só SERIA ...porque desse chamado DEUS o capacitou para Pregar o evangelho até o fim dessa vida...
NUNCA DESISTA DO SEU CHAMADO, PASTOR!
Autor Desconhecido
Fonte: SARA

Omo: preocupe-se apenas em fazer sabão. Dos meus filhos, cuido eu!



“O teste de moralidade de uma sociedade é o que ela faz com suas crianças”.


A Escritura não falha. Paulo disse à Timóteo algo que, hoje, me faz um sentido absurdo: "Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos." 2 Timóteo 3:1

E cá estamos nós tratando de mais uma polêmica…
A empresa anglo-holandesa Unilever é uma multinacional de bens de consumo que possui no seu portfólio produtos alimentícios, bebidas, produtos de limpeza e produtos de higiene pessoal. A empresa possui mais de 400 marcas, dentre elas Dove, Hellmann’s, Rexona, Seda e…. OMO.
No último dia 06/10/2017, a marca de sabão em pó divulgou no seu canal no Youtube um vídeo intentando exercer uma influência direta na educação dos filhos brasileiros, ao afirmar que não se deve cria-los com "regras ou padrões".
O mais interessante foi perceber que o vídeo sofreu (até este exato momento em que foi escrito este artigo) 140.000 deslikes, enquanto obteve apenas 14.000 likes – o que denota que a aceitação do público para esta propaganda foi completamente negativa.
Aqui, temos um ponto a considerar: é evidente que a sociedade brasileira é moralmente conservadora e que não possui o desejo de ser doutrinada ideologicamente por ninguém. No entanto, caso a sociedade de um modo geral promova um boicote à marca OMO, será que isso impactaria na vida financeira desta gigante chamada Unilever?
Outra questão temos a levantar: qual é a necessidade de uma marca de sabão em pó promulgar impositivamente um pensamento progressista e relativista moral sobre o nosso país?
Os paladinos da esquerda brasileira que, engravatados, vociferam na Câmara dos Deputados, estão afirmando que a reação sociológica a todas as polêmicas recentes que envolvem a moralidade humana, a saber, QueermuseuMAM de SP, Programa Encontro com Fátima Bernardes, Programa 'Fantástico' etc., tem a ver com uma orquestração consciente do grupo político da situação para desvirtuar a atenção do povo daquilo que está acontecendo em Brasília.
Eu diria que isso é ingênuo ou mesmo perverso, pois é como se estivessem chamando o brasileiro de alienado. Veja bem: para mim, o único alienado é aquele que acha que deve fazer vista grossa quando a mídia tenta desconstruir valores familiares milenares com o pretexto de que temos de “evoluir como sociedade”.
Não há quem não perceba que o governo Temer é um governo deslegitimado e que os escândalos de corrupção permanecem pululando nos noticiários, mas isso não significa que temos de ser passivos quando a Rede Globo ou qualquer outra empresa ou qualquer outro indivíduo famoso tenta pregar uma mensagem de ódio à fé cristã e propor toda uma desconstrução ética que atinja o cenário familiar nacional como um todo.
Isso me lembra uma das palavras de ordem mais gritadas pelos próprios progressistas: "o povo não é bobo (…)".
Contudo e voltando a tratar do boicote, a questão é simples pra mim: dar um deslike no vídeo da empresa OMO e boicotar os seus produtos nos supermercados é o mínimo que um cristão sensato tem de fazer.
"Ah, mas isso não vai fazer cosquinha na Unilever!". Não importa. A empresa perderá os seus resultados expressivos nas vendas deste produto se as pessoas boicotarem e a resposta a toda esta mobilização midiática contra a família bíblica será dada à altura.
Não podemos nos esquecer que a razão de existir de uma empresa ou um negócio é o lucro. Se não dá lucro, algo precisa ser avaliado. E quem sabe o corpo diretório da OMO não conclua que o marqueteiro deles precisa ser menos militante político e mais preocupado com a venda do seu produto?
A questão é que há uma tentativa velada de impor sobre o Brasil que o pensamento ou a opinião conservadora está ultrapassada. Porém, quem tenta fazer isso ou é ingênuo ou é ignorante, pois o Brasil é majoritariamente conservador. A reação da sociedade apenas comprova que a maioria conservadora está se impondo sobre a minoria liberal.
Como diz Bonhoeffer, "O teste de moralidade de uma sociedade é o que ela faz com suas crianças". E a nossa sociedade (graças a Deus), majoritariamente, ainda procura dar uma educação que se firma não nas elucubrações toscas de Paulo Freire, mas, sim, na infalível Palavra de Deus.
OMO, um conselho te dou: Preocupe-se apenas em fazer sabão. Com relação à educação dos meus filhos, cuido eu!

Fonte: Gospel Prime

Por: Maycson Rodrigues


32 anos, é casado com Ana Talita, bacharelando em Teologia pela Unigranrio e colunista no site Gospel Prime. É pregador do evangelho, palestrante para família e casais, compositor, escritor, músico, trabalha no ministério de adolescentes da Igreja Batista Betânia e no ministério paraeclesiástico e missionário chamado Entre Jovens. Recentemente publicou um livro intitulado “Aos maridos: princípios do casamento para quem deseja ouvir”.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...