segunda-feira, 1 de março de 2010

BÍBLIA DAKE - Conselho de Doutrina da CGADB mantém veto





Fonte da foto: Blog do Pr. Juarez Lima
Clique na foto para visualizá-la em tamanho real

O Conselho de Doutrina e a Comissão de Apologética da CGADB, reuniram-se na última sexta-feira, 26.02.2010 na cidade de Campinas - SP, quando trataram sôbre a publicação da Bíblia de Estudos Dake pela CPAD, bem como sôbre a realização do Simpósio de Reflexão Doutrinária, que realizar-se-á no período de 12 a 14 Maio do corrente, na mesma cidade, como parte das comemoraçòes do Centenário das Assembléias de Deus no Brasil.

A reunião foi dirigida pelo presidente do Conselho de Doutrina, pastor Paulo Roberto Freire da Costa. Do mesmo Conselho participaram ainda os pastores:

Antonio Xavier dos Santos Vale - AD Palmas - TO - Vice Presidente;
Carlos Roberto Silva - AD Cubatão – SP - Secretário;
Emanuel Barbosa Martins - AD Araçatuba – SP - Relator;
Carlos Lopes Corrêa - AD Ilha da Conceição - Niterói RJ e
Nemias Pereira Rocha - AD Goiânia – GO;

Da Comissão de Apologética, além do presidente pastor Esequias Soares da Silva - AD Jundiaí – SP, compareceram ainda os seguintes pastores:

José Antônio Gonçalves (AD Jaciara – MT);
Francisco Eurico (AD Recife - PE);
Paulo César Lima (Catedral da AD – RJ) e
Misael Figueiredo da Silva (AD Nova Iguaçu – RJ).

A editora foi representada pelo seu Gerente de Publicações, pastor e escritor Claudionor Correia de Andrade e pelo pastor Esdras Costa Bento, Chefe do Setor de Obras Especiais.

A convite do presidente do Conselho de Doutrina, pastor Paulo Freire, participaram ainda como convidados, os seguintes pastores: Cyro Mello, Secretário Adjunto da CGADB e Dionísio Inácio Rocha - AD Campinas – SP.

A propósito de algumas insinuações de "pressões", "operação abafa", "lei da mordaça", "lei do silêncio", etc...(rsrs), recebidas por e-mails e comentários em outros posts, apenas quero registrar que nada disso aconteceu. Ocorre que a reunião se deu numa sexta-feira, com início às 9h, estendendo-se até as 22h, quando adentramos ao final de semana, com agenda super apertada, sem que eu tivesse tempo disponível para atualização deste blog.

Outrossim, registro também que, na condição de Secretário do Conselho de Doutrina, entendo não ser de bom alvitre, nem mesmo ético que poste aqui em meu blog pessoal, a íntegra de uma resolução oficial, antes que tenha percorrido os trâmites legais.

No entanto, por ser informação verídica e a bem da transparência, endosso que são pertinentes e procedentes as notas já postadas no blog do Pr. Geremias do Couto, Manhã com a Bíblia, bem como no do Pr. Judson Canto, O Balido, do Pr. Juarez Lima, Diário da Fé e no blog do Pr. Robson Aguiar.
Os blogs vieram para ficar!
Os blogueiros estão atentos, bem informados e rápidos no gatilho! rsrsr

Peço-lhes, vênia, compreensão para que não exponha aqui, detalhes da reunião, uma vez ser uma tratativa "interna corporis", no entanto, entendo que o resultado é de interesse de todos, e por isso mesmo passo a relatar.

Realmente a CPAD enviou uma nova edição revisada, porém foi não foi aceita, uma vez que na primeira resolução, de 18.11.2009, essa hipótese já havia sido rejeitada.

Após a exposição dos representantes oficiais da editora, os membros do Conselho de Doutrina, bem como da Comissão de Apologética da CGADB, emitiram seus pareceres individualmente, seguido dos seus respectivos votos, abertos, transparentes e independentes. Ao final, da mesma maneira, os dois respectivos presidentes igualmente também o fizeram.

A totalização dos votos  foi UNÂNIME pela MANUTENÇÃO DO VETO JÁ DECLARADO NA PRIMEIRA RESOLUÇÃO, sem qualquer ressalva, ou possibilidade de reverssão, considerando o caráter da função deliberativa do Conselho de Doutrina, prevista em Estatuto e Regimento da CGADB.
A reunião transcorreu em clima de paz, cordialidade cristã, regimental e muita firmeza no que concerne a manutenção da doutrina.

O resultado da reunião não determinou vencedores ou perdedores no episódio, mas a melhor saída para uma situação, onde todos, de alguma forma, sairam ganhando, a editora, a CGADB e a Denominaçào

Creio que agora, é hora de orarmos pelos gestores da CPAD,  no sentido de que o Senhor lhes conceda a sabedoria suficiente, para que façam o que for necessário, no sentido de operacionalizarem a resolução, e que isso mantenha a credibilidade, uma marca conquistada pela nossa editora ao longo de 70 anos.

Pessoalmente,  no que depender de mim, estarei sempre lutando pelo sucesso da CPAD.

Pr. Carlos Roberto Silva

47 comentários:

Robson Aguiar disse...

Pr. Carlos,

Estávamos todos aguardando com ansiedade vossa palavra a respeito da reunião de Campinas.

Em primeiro lugar, quero agradecer a sua atenção para com todos os que estão esperando o desfeche do caso Dake.

Em segundo lugar, quero dar os parabéns aos nossos LEGÍTIMOS apologistas que não recuaram na postura de defesa da ortodoxia bíblica e da cultura assembleiana, mantendo a Resolução sobre a Dake, emitida anteriormente a CPAD.

Posso estar equivocado, mas, percebi em suas palavras que a CPAD se sensibilizou diante dos lúcidos argumentos da Comissão e do Conselho de Doutrina da CGADB.

Só lamento que não haja mais como recolher as penas das heresias que foram lançadas de cima do monte. Agora, é orar para os pastores retirarem as espinhas daikianas dos engasgados que forem aparecendo.

Quanto a imagem da CPAD, só o tempo poderá mostrar os efeitos de sua ação mercantilista envolvendo material herético. (O meu amor pela a CPAD, não é suficiente para jogar a poeira debaixo do tapete). Sabemos que colhemos o que plantamos.

Quanto a nós, estaremos sempre orando por nossa Casa Publicadora. Sem sermos injustos ou coniventes com erros, sem interesse particular, sem cauterização da mente, sem idolatria.

Mesquita disse...

Nobre colega,

Não obstante lamentarmos o estrago já estabelecido, em função da ausência do Conselho de Doutrina, justificada por ignorar o fato, sentimos o alívio ao saber da postura responsável desse Conselho e da Comissão de Apologia, na reunião em Campinas.
É a salvaguarda que a denominação precisa, incluindo a nossa própria editora.

Abraço,

Pr. Mesquita

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Pr. Robson Aguiar,

A Paz do Senhor!

Grato pelas palavras de incentivo.

Os representantes da CPAD, na realidade levaram o melhor sentmento da diretoria e com certeza levaram nosso posicionamento a respeito do assunto.

Entendo que o acatamento, de pronto, trará um assentamento nas relações institucionais, face o desconforto público gerado pelo episódio.
Oremos e aguardemos!

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e Pastor Mesquita,

A Paz do Senhor!

Creio que a medida ainda chega em boa hora, pois se não parar agora, será irreverssível.

Que o Eterno nos ajude a contribuirmos da melhor maneira.

Creio que, pela misericórdia de Deus, os conselhos tiveram serenidade e postura.

Aguardemos agora o acatamento!

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

Márcio Cruz disse...

Paz do Senhor Ir. Carlos.

Todos sabemos que à medida que os anos vão se passando, fica difícil para alguém com 70 anos, manter uma saúde impecável se não forem tomados os devidos cuidados.

Foi dada a mesma receita e tratamento clínico do início. Agora, só nos resta esperar que a senhora possa tomar o medicamento corretamente e voltar a ter boa saúde.

Caso ela não queira seguir o tratamento, só não reclame dos médicos depois. Eles fizeram a sua parte, ainda que tendo que enfrentar um intenso lobby.

Sigam em frente na batalha pela fé que de uma vez foi entregue aos santos.
E como disse o Ir. Robson, oremos para que os que compraram o peixe possam ticá-lo bem e separarem minuciosamente as espinhas, por menores que forem.

Um abraço,

Em Cristo Jesus,

Ir. Márcio Cruz

Pastor Geremias Couto disse...

Caro amigo e pastor Carlos Roberto:


Não se esperava outra postura do Conselho de Doutrina e da Comissão de Apologética da CGADB. Louvável a manutenção do veto, visto que tais resoluções, estatutariamente, não são meros pareceres, mas decisões a serem acatadas, conforme o mesmo estatuto, por seu caráter deliberativo.

É de lamentar-se que a primeira resolução não tenha sido considerada em sua determinação, visto que a CPAD insistiu em trazer uma segunda edição com os cortes das "incongruências" encontradas, sem atinar para o que deliberava o documento.

Segundo se soube, numa primeira e rápida passada de olhos feita na reunião (o irmão, talvez, possa confirmar o fato) foram encontradas novamente três ou quatro "incongruências" que acabaram passando pela "peneira", o que comprova a menção feita no blog do Judson do Canto do que já fora afirmado na primeira resolução: "Trata-se de um pensamento que norteia todo o texto, não se tratando de casos isolados".

A necessidade de os órgãos da CGADB já mencionados se reunirem uma segunda vez para tratar do mesmo assunto e reiterar a mesma posição, em virtude do não acatamento da CPAD, trouxe profundo desgaste institucional e, infelizmente, deixou a imagem dos que a dirigem seriamente arranhada.

Para concluir, é de esperar-se que não se repita a mesma "ladainha", mas haja o cumprimento cabal da resolução para que, com o tempo, a credibilidade da direção da Casa seja restaurada.

É por isso que estamos orando.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Márcio Cruz,

A Paz do Senhor!

Grato pela sua participação.

Muito embora estejamos atrelados a tramites legais, e portanto, nem sempre se deve levantar a voz fora de hora, registro que o Conselho de Doutrina e a Comissão Apologética sempre estiveram firmes da sua decisão, aguardando silenciosamente cada momento de sua participaçào no episódio.

Oremos para que tudo se resolva, dentro da normalidade, concorrendo para a Glória do Altíssimo!

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e pastor Geremias do Couto,

A Paz do Senhor,

Grato pela sua sempre honrosa participaçào neste singelo blog, bem como pelas palavras de incentivo a todos os pares dos referidos conselhos, de um dos quais me sinto honrado em fazer parte.

Quanto a sua pergunta, reitero aqui mais uma vez, minha admiração pela rapidez nas informações colhidas pelos blogueiros, no entanto, reconheço a veracidade do fato.

Ninguém conseguirá uma revisão perfeita em tão pouco tempo, pois com certeza isso demandaria muito trabalho e esforço. Com certeza, duas peneiras apenas não seriam suficientes.

As "incroguências" da Bíblia de Estudos de Dake com relação à ortodoxia doutrinária, é uma questão estrutural e não pontual, daí a dificuldade.

Concordo com sua fala sôbre continuarmos orando pela CPAD, e diria ainda mais, continuemos ajudando e defendendo-a sempre que possível para a Glória de Deus$!

Grato pela participação.

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Grato pelas valiosas informações, transmitidas, como sempre, de maneira imparcial.

Mantenho a minha posição pessoal (respeitando a de todos) de que as incongruências (esta palavra chegou para ficar, hein!), sem aspas, encontradas na Bíblia de Estudo Dake, não são suficientes para que esse importante PRODUTO seja retirado do mercado. Aliás, eu não defendo a retirada de nenhum produto do mercado. Isso, na minha opinião (respeitando a de todos), abre um precedente perigoso.

Considero a medida adotada um tanto extrema (mas a respeito), a despeito de unânime. Penso que, mesmo com as tais incongruências, a Dake seria útil para os estudiosos da Bíblia. Entretanto, se isso é para o bem de todos e satisfação da maioria, e ainda (segundo o Conselho de Doutrina e a Comissão Apologética) para preservação da sã doutrina (o que é, sem dúvidas, uma motivação nobre e legítima), que seja feito assim. O importante é que haja paz e comunhão entre a CPAD e os mencionados órgãos.

Continuemos a orar pela nossa editora, a CPAD, e defendendo-a, para a glória de Deus, como o irmão sugeriu, com muita propriedade e demonstração de apreço por essa especial instituição. Afinal, neste mês ela comemora 70 anos.

Em Cristo,

CSZ

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e pastor Ciro Zibordi,

A Paz do Senhor!

Creio que neste caso da Dake, especialemente aqui na blogosfera, e isso com reflexos alhures (essa também veio para ficar), aprendemos a comungar, mesmo divergindo pontualmente em algumas idéias, por isso saiba que respeito seu pensamento.

Quero aqui também mencionar que, as incongruencias (saiba que essa palavra esteve presente em todos os momentos na aludida reunião, tb. veio para ficar.rsrs) contidas na Dake, não apagam o vasto conteúdo de pesquisa, porém a imcompatibilidade da publicação se deu, acima de tudo pelo caráter confessional da nossa editora.

Saiba que de coração, assim como sempre fiz, continuarei orando e defendendo a CPAD.

Grato pela sua honrosa participação,

Um grande abraço!

Seu conservo,
Pr. Carlos Roberto

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Aproveito este espaço para reafirmar, o meu comentário postado nos blogs "O Balido" e "Manhã com a Bíblia" dos nobres Judson Canto e pr. Geremias do Couto:

Prezamado Judson Canto,

A paz do Senhor!

Insisto com firmeza, que se abdique do título, que anteriormente, não me incomodava, e no momento me causa estranheza que tantos nobres não identifiquem como um pseudônimo a manutenção da palavra BÍBLIA aos Livros de Estudos.

A permanência do título, identificará a permanência da vaidade e da necessidade da associação, com o que é sagrado, e não plenamente solicito à verdade, mediante tantas falhas encontradas, não somente na dake, mas em outras que com certeza, não merecem o título de Bíblias em seu estudo pessoal ou comunitário. Vejam, por exemplo, as novas traduções da Bíblia……………

O Senhor seja contigo!

O menor de todos.

Anônimo disse...

Parabens, ao conselho de doutrina e a comisão apologetica. Só quero dizer aos senhores que fiquem mas atentos, por que o diabo com as suas doutrinas falsas esta introduzindo nas igrejas.

Parabens pela decisão - uma obra com tantos erros não poderia deforma alguma leva o nome da CPAD.
Um abraço,
Claudenor
E-mail: bibliapalavrafiel@yahoo.com.br

Pr. Jesse Sobral disse...

Caro Pr. Carlos Roberto Silva.


Alegro-me no Senhor, pela noticia de que os orgãos da CGADB, reunidos, mantiveram o seu posicionamento e não se dobraram diante das pressões, dentro e fora da blogosfera, bem como, não aceitaram uma nova edição da DAKE com mais cortes, para mim, uma proposta descabida do ponto de vista editorial, como tambem doutrinario.

Mantido o VETO, o "cumpra-se" de que tanto enfatizou o nobre Pr. Geremias do Couto, seja, por parte da Direção da CPAD, imediato e sem maquiagens, inclusive não vendendo os exemplares que estão em estoque e retirando os que estão nas lojas, pois a morosidade na operacionalização desta resolução, poderá torna-la sem efeito, conquanto apenas um palhativo. Vigiemos (rsrsrsr).

Parabens aos nossos dignos conselheiros, que a semelhança do profeta Micaias mantiveram-se firmes.
A igreja precisa de voz profetica. De voz politica ja estamos enfadados.

Agora, temos ainda uma questão em aberto: Como ficará o desrespeito pelo não acatamento do veto anterior. Para mim, deveria haver apuração das responsabilidades, não "preconizando punibilidade" ou para "pedir cabeças", mas para que esse lamentavel episodio não mais ocorra.

No demais, oremos, para que Deus tenha misericordia da sua "Assembleia", e que a CPAD continue sendo uma benção para denominação e para a Igreja de Cristo nesta nação.

Pr. Jessé Sobral
prjessesobral@yahoo.com.br
3o Secretario COMADESPE

Samir Mauro, Pr. disse...

Por e-mail:

Pastor Carlos,

A paz do Senhor,

Venho através deste e-mail parabenizar o nobre amigo pela resolução do conselho de Doutrina da CGADB, em relação a "Bíblia DAKE", também pela defesa à sã doutrina feita na ultima AGO. da COMADESPE.
É satisfatório saber da imparcialidade de nossa convenção, bem como o zelo pela verdade do evangelho de Jesus Cristo.

Aproveito a ocasião para também parabenizá-lo pelo livro "EM REVISTA".

Creio que o mesmo vem também enriquecer o ministério, edificar o corpo de Cristo, e glorificar o nome do Senhor.

Quero ainda reiterar meus protestos de consideração e estima pelo nobre amigo. Que o Senhor Jesus continue abençoando, assim como já o tem feito.
No amor de Jesus Cristo seu amigo e conservo,
Pr. Samir Mauro.

Robson Silva de Sousa disse...

A Paz do Senhor, prezado Pastor e mentor Carlos Roberto Silva.

Louvo a DEUS pelo resultado da reunião e pela postura nobre e digna dos componentes da mesa.

Estou certo de que em meio a tanto desgaste emocional, cansaço físico e tensão psicológica, o Espírito Santo – nosso Consolador – promoveu o refrigério necessário para que a condução e o desfecho da reunião se desse no fulgor de Sua Glória e na brandura e ternura que só Ele pode propiciar aos santos.

Esperamos que o resultado final, que se dará com o acatamento por parte da diretoria executiva da Casa Publicadora da resolução ratificada pelo Conselho de Doutrina e pela Comissão de Apologética da CGADB, seja proveitoso para todo o povo de DEUS.

A ELE toda Glória!

Abraços!

Robson Silva

Paulo Mororó disse...

Caro pastor Carlos, a Paz do Senhor.

Vejo que a necessidade de "reintegração de posse" da CPAD, falada pela nossa irmã Miriam,no Grande Debate do final do ano, já está começando.

Agora esperamos duas atitudes: A primeira é o "CUMPRA-SE" por parte da CPAD e segunda é o "APRENDA-SE" por parte dos responsáveis pelo processo que causou a confusão.

Quando os bois tropessaram conduzindo a Arca da Aliança gerando morte e tristeza, o rei Davi e os maiorais de Israel aprederam uma grande lição sobre como conduzir as coisas do Senhor e fazer conforme a Sua vontade,naquele caso.

Mesmo que o carro-de-bois seja novo e o "guia" deste seja um ÍCONE no meio da comunidade,todavia, a PALAVRA DE DEUS É SUPERIOR e deve ser respeitada,(2 Cr 15.12-15).

Um abraço
PAULO MORORÓ

Uilson Camilo disse...

Pr. Carlos,
Paz do Senhor!

Como já havia escrito por email, Deus seja louvado pela decisão tomada pelos Conselhos de Doutrina e Apologia da CGADB.
Mostra o comprometimento com a sã doutrina e completo repúdio a tudo que possa confundir ou provocar desvios doutrinários, que quando não são identificados a tempo e rebatidos causam um grande estrago no meio da Igreja.
Continuemos na oração e cada um de nós fazendo nossa parte (como o beija-flor no incêndio)para que as verdades bíblicas sejam pregadas e ensinadas sem acréscimos ou subtrações.
Parabéns a todos do Conselho de Doutrina e Apologética.
Abraços!!

Uilson Camilo

Daladier Lima disse...

Prezados, penso que nenhuma providência prática será tomada. A CPAD é hoje uma Convenção dentro da CPAD, com vida e governo próprios. Acho difícil cumprir a resolução, assim como a primeira não foi cumprida. Funciona mais ou menos assim: empurram com a barriga enquanto vendem bastante, depois, quando as vendas caírem, aí a pressão estará mais amena e todos nos esqueceremos.

Um detalhe que dou relevo: a Dake não vai causar mal doutrinário nenhum em razão de poucos de seus compradores realmente a lerem. Compram apenas para ornamentar a axila, levando-a debaixo do braço daqui para lá, e de lá para acolá.

O que temos de prático é a intenção obstinada de publicá-la, o pragmatismo gospel tão combatido quando o problema são os outros (IURD, e.g.) e dois pesos e duas medidas para avaliar o conteúdo.

Estou orando muito para que minhas previsões não se cumpram.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Pr. Newton Carpintero,

A Paz do Senhor!

Grato por mais essa honrosa participaçào neste singelo blog.

Concordo plenamente com suas palavras, no entanto, o nome Bíblia, se tornou um título forte em termos de marketing, de forma que não creio que as editoras deixem de utilizar.
Lutemos, afinal de conta os blogs já possuem alguma "forcinha"! (rsrsr)

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Prezado Claudenor,

A Paz do Senhor,

Grato pela sua participação.
Oremos pelos conselhos, tanto pelos membros da atual gestào, bem como por aqueles que virào depois, afinal, como o irmão bem disse, a vigilância tem que ser constante.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e companheiro,
Pr. Jessé Sobral,

A Paz do Senhor!

Grato pela sua sempre honrosa participação!

Louvo a Deus pela sua vida, ajuda e incentivo nas difíceis causas que envolvem a sã doutrina, aliás, me lembro de em outra oportunidade, o amado ter inclusive arcado com prejuízo pessoal, no afã de ficar ao lado de quem defendia a pureza doutrinária. Isso sempre foi e nunca deixará de ser uma guerra.

Agradeço pelas palavras de incentivo aos conselhos, no entanto, quanto uma possível reprimenda a quem não tenha acatado uma ordem, já nào faz parte das nossas atribuições, como conselhos.

Por ora, se houver acatamento da resolução, já teremos avançado o suficiente, pelo menos neste momento. Fiquemos atentos.

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e companheiro,
Pr. Samir Mauro,

A Paz do Senhor!

Grato por suas palavras de incentivo, tanto no caso Dake, bem como pelo lançamento do meu primeiro livro.

Que o Eterno continue abençoando a sua vida e ministério como profeta da Palavra de Deus.

Ore por nos!

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e companheiro,
Pb. Robson Silva,

A Paz do Senhor!

Louvo a Deus pela sua vida e ministério, bem como pelas palavras de incentivo.

Oremos para que aconteça o que vc. preconizou em seu equilibrado comentário.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Robson Silva de Sousa disse...

Que mais direi eu, se não um sonoro

AMÉM!!!

Soli Deo Gloria.

Robson

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Paulo Mororó,

A Paz do Senhor!

Como o irmão bem disse, a reintegração de posse, no meu entender, não se dá na área dos recursos humanos, mas nas tomadas de decisões, de acordo com o que é ideal para a nossa denominação e ainda de acordo com as normas estatutárias e regimentais.

Nos demais, resta corrigir incongruências (essa veio para ficar) e aprender com elas.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e companheiro,
Pb. Uilson Camilo,

A Paz do Senhor!

Grato pela sua participação com palavras de gratidão e incentivo.

Cooroborando com o que o amado disse, não podemos nos omitir.
Quando temos convicção das nossas posições, precisamos defendê-las, mesmo que pareçam uma simples gota de água no meio de um incêndio.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro irmão e companheiro Ev. Daladier Lima,

A Paz do Senhor!

Grato pela sua honrosa participação neste singelo espaço!

Assim como o irmão, também intercedo para que as suas previsões não se cumpram, pois isso será uma declaração explícita de uma séria crise institucional.

Quanto a utilização dessas Bíblias de Estudos, em parte concordo com vc., no entanto quando se trata de uma publicação com o marketing que foi feito, no caso da Dake, muitos irmãos adquirem como Bíblia devocional e isso é um perigo. Pelo menos aqui em minha região isso tem acontecido com BED.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Alexandre Pitante disse...

Paz do Senhor, Pastor.

Estava ansioso para saber o resultado dessa reunião, pois fui um desses que adiquiriram a biblia DAKE e percebi varios erros contido nela.

Mas enfim muito bom seu blog, caro companheiro de labuta ministerial, estou seguindo.

Visite meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo.

http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

Siga-nos também.

Fica com Deus.
Um abraço, Alexandre Pitante.

Pastor Geremias Couto disse...

Que direi eu depois de tantos comentários de aprovação?

Apenas concordar com todos e dizer qe minha oração é para que com esta última providência de ambos os órgãos da CGADB o assunto seja dado por encerrado desde que haja o "cumpra-se" como delibrado por unanimidade.

Abraços!

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Alexandre Pitante,

A Paz do Senhor!

Grato pela honrosa visita, bem como por seguir este blog.
Seu comentário, corrobora com tudo o que aqui se tem dito sôbre a Dake.
Já fiz uma visita ao seu blog e também já estou seguindo.

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro amigo e pastor Geremias Couto,

Amém, Amém e Amém!

Se for com aqueles améns tríplices dos antigos hinarios, melhor ainda!rsrs

Oremos e aguardemos!

Um grande abraço!

pr. Carlos Roberto

Sidnei Moura disse...

Pr. Carlos Roberto,

Sempre acreditei na idoneidade do Conselho de Doutrina e da Comissão de Apologética, e mais uma vez vejo confirmada a nossa expectativa em relação a forma firme e dinâmica dos orgãos da CGADB no que tange a moderação e tomada de rumos para a nossa Assembleia de Deus.

Ciente da responsabilidade que a CGADB através de seus orgãos possui em relação ao aperfeiçoamento e no cumprimento de seu papel oomo agente do reino de Deus na Terra, acredito que a função da CPAD como organismo da instituição tem por único objetivo servir a igreja e contribuir também para seu aperfeiçoamento, visto que a ela é delegada a função de evangelizar e educar através da literatura de boa qualidade editorial e teológica, afinal essa é a razão de sua criação e existência.

Concluindo, a atitude do CD e da CA em relação ao fato é louvável, sadia e acima de tudo comprovadamente institucional. Parabéns a CGADB e seus orgãos no cumprimento de suas funções em relação as ADs no Brasil.

Tomei a liberdade de citar seu post em meu blog. Parabéns por sua atuação junto ao CD e pela postagem!

Sidnei Moura
www.sidneiemoura.blogspot.com

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Sidnei Moura,

Grato pela sua honrosa visita, assim como pelas palavras de incentivo!

Que o Eterno continue abençando a Sua Igreja, no sentido de que se levantem homens comprometidos com a sã doutrina!

Parabéns também pelo seu blog. á estive lá fazendo uma visitinha!

Um grande abraço!

Seu conservo,
Pr. Carlos Roberto

Matias Borba disse...

Pr. Carlos,

Tudo o que espero é que haja um entendimento entre as partes envolvidas, orgãos e CPAD, mas, é difícil compreender algumas vezes, como uma editora pode ir de encontro a um orgão que tenta prezar pela boa publicação dentro de sua própria denominação.

De uma coisa eu sei, nem eu nem os amados e verdadeiros apologétas irão defender heresias, jamais!
É orar e esperar!

Um abraço!

Valdeci do Carmo disse...

Caro pastor, fala-se muito sobre os erros contigos na Bíblia Dake. Uma Bíblia que já foi usada por alguns de nossos pioneiros. Enfim, é correta a preocupação com os crentes que comem tudo que lhe dão. Porém eu vejo muito falar sobre os erros, no entanto não vi ainda ninguém publicar sobre os erros doutrinários contidos na Bíblia. Seria bom para conhecimento geral citações dos principais erros encontrados nela. Fique na paz. Se já existe algum assunto que fala dos erros, por favor me notifique...obrigado.

Valdeci do Carmo disse...

Perdão meu irmão já encontrei os referidos erros e muitos deles fazem parte de alguns ensinadores nossos. Por exemplo que os demônios não são os anjos caídos. A teoria da terra caótica, ou teoria da lacuna. enfim, muitas coisas que a meu ver são opiniões do autor dos comentários. bastava uma ressalva da Cpad.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Matias Borba,

A Paz do Senhor!

Grato pela honrosa participação.
Existem coisas que talvez atentendamos, no entanto se torna difícil nos expressarmos, em virtude da complexidade do assunto e mesmo os melindres.
Creio que o CD e a CA, fizeram seu papel.
Agora, aguardemos e oremos, sabendo que se o assunto não for analisado com a atenção que merece, terá consequências não boas para todos.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Valdeci do Carmo,

A paz do Senhor,

Grato pela sua honrosa visita e comentário!

Na realidade meu amado, ainda que entendamos que os comentários são fruto do pensamento do autor, ainda assim, o assunto fica complexo, pois as incongruências citadas em alguns posts, são apenas à guisa de exemplificação, mas refletem a totalidade dos problemas que envolvem a referida obra.

Outrossim, sendo a CPAD uma editora confessional, de maneira alguma deve publicar, propositalmente, uma obra que seja marcada por divergências doutrinárias, em relação à sua denominação mantenedora.

Quanto ao pensamento de alguns pastores em particular, os quais segundo o irmão conferem com o pensamento de Dake, não pode no entanto, ser admitido pela editora oficial, a menos que haja uma mudança também oficial em assembléia geral.

Sua presença aqui será sempre muito bem vinda!

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

francisco disse...

Parabens pastor o senhor e os outros membros do conselho de doutrina honram as calças que vestem veremos agora se a tao etica e renomada direçao da cpad levará a sério a decisao ja anteriormente decidida do conselho de doutrina! desculpe a redundancia mas duvi-de-o-dó , lucro,lucro ,lucro

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Francisco,

A Paz do Senhor!

Mesmo que a sua previsão seja uma das possibilidades, não podemos nos omitir em expressar nossa devida opinião.
Creio que o CD e a CA cumpriram o seu papel diante da denominação.
Que todos estejam atentos para isso.

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

Anônimo disse...

Assis, disse:

Pr Carlos, não precisa aceitar, pois só quero sua resposta mesmo,
É sobre a "incongruente" Dake. Li agora mesmo no blog do conceituado pastor Altair Germano estas questões, e se puder me explique, pois até agora não foram explicadas:

Meus questionamentos:

1. O que o Conselho de Doutrina e a Comissão de Apologética farão em relação às outras obras publicadas com conteúdo doutrinário divergente do que se ensina nas lições bíblicas, nos seminários e púlpitos de nossas igrejas?

2. O que o Conselho de Doutrina e a Comissão de Apologética farão em relação ao 1º vice-presidente da CGADB, que publica uma Bíblia e promove abertamente a Teologia da Prosperidade condenada pelos próprios presidentes e membros dos magnos conselho e comissão?

3. O que o Conselho de Doutrina e a Comissão de Apologética farão em relação aos livros de origem secular, católicos, reformados e de outras linhas doutrinárias e teológicas que são vendidos nas lojas da CPAD? Publicar não pode. Vender pode?

Aguardo as respostas, juntamente com milhares de assembleianos espalhados por este Brasil afora.

No amor de Cristo,

Altair Germano da Silva (Vice-Presidente do Conselho de Educação e Cultura da CGADB e Relator do Conselho de Doutrina da UMADENE-União de Ministros das Assembleias de Deus no Nordeste)

Clóvis disse...

Pr. Carlos Roberto,

Fico muito feliz com a reiterada posição dos órgãos da CGADB. Tenho a AD como refência doutrinária no meio pentecotal. Não sei se percebem, mas os teólogos assembleianos "salgam" outros que mesmo em denominações que não a AD prezam pelo Poder temperado com a Palavra.

A firmeza e a uninimidade dos membros do referidos conselho e comissão são animadores. Pois sabemos que a verdade ainda é defendida, acima de interesses comerciais.

Oro para que a CPAD acate a decisão e o assunto passe para a história como uma lição aprendida.

Em Cristo,

Clóvis
Editor do Cinco Solas e membro da Igreja O Brasil Para Cristo.

Robson Aguiar disse...

Pr Carlos,

Permita-me uma palavra direcionada as perguntas do anônimo.

As obras já publicadas pela CPAD e que vão de encontro a nossa doutrina estão fora da discussão nesse momento, por não terem sido lançadas no mandato das atuais comissões.

Em segundo lugar, o pastor Silas é apenas um pastor da assembléia e não dono dela. Ele não gerencia a CPAD, (tem sua própria editora). È diferente. Pois, a Central Gospel não nos representa. Sou favorável, sim, que ele seja chamado a CGADB para se explicar quanto a tudo que anda fazendo e publicando.

Vender é diferente de publicar, pois quem publica, respalda. Mas, não sou favorável a editar e nem vender literaturas que vão de encontro a nossa doutrina como já publiquei em meu blog. Todavia, precisamos conhecer os livros de outras religiões e também SEITAS para que possamos refeutá-las.

Toda essa discussão meu caro ANÔNIMO veio para corrigir essas outras falhas levantadas pelo irmão.

Só que para que o CD e a CA possam trabalhar será preciso a Casa Publicadora lhes remeter todo o material que ela pretende publicar.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Assis,
A Paz do Senhor!

Grato pela sua participação e informação.
Quero registrar que o Pr. Altair Germano enviou-me por e-mail o artigo e já postei a resposta aqui mesmo neste singelo blog.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Clóvis,

Graça e Paz!

Grato pela participação e palavras de incentivo.

Como um dos membros do CD, e tendo trabalhado junto a CA, posso afirmar que foi nessa linha de pensamento que agimos.

Um grande abraço!
Pr. Carlos Roberto

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Pr. Robson Aguiar,

A Paz do Senhor!

Grato pela sua honrosa participaçào, assim como pela maneira destemida com que defende nossa doutrina.
Infelizmente n~em sempre somos compreendidos, mas essemé o ônus da apologia.

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

Anônimo disse...

Pastor Carlos a paz do Senhor!Acerca da BÍBLIA DAKE estou querendo adquirir mas tenho lido a respeito dela e fico pensando se seria uma boa escolha.Podes me dar uma ajuda?
e-mail : marivaldofornazin@yahoo.com.br

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...