quarta-feira, 16 de junho de 2010

Pastores de ovelhas x Administradores de empresas




Por:

Meu objetivo com esse tema não é o de criar um debate, mas quero fazer algumas observações quando ao que está acontecendo em nosso Brasil. Principalmente quando se trata do rebanho do Senhor e daqueles que foram chamados para cuidar das ovelhas do mestre.


Alguns dias atrás, visitando algumas comunidades do orkut deparei-me com a comunidade do pastor Ciro Sanches, um sábio escritor que vem se destacando em blog pelo seu desempenho como ministro do evangelho e escritor. Nesse blog um visitante comentou algo sobre pastores leigos, que sem o conhecimento necessário estão por esse nosso Brasil pastoreando muitas igrejas, alguns até, eu entendo, que se fazem necessários devido a regiões sem escolas, porém outros usam o título de pastor devido a divisões eclesiásticas, alguns se auto-consagram e por uma interpretação errônea das escrituras propagam ensinamentos que hermeneuticamente fogem das verdades bíblicas.

Porém o que desejo tratar aqui não é isso, mas de um assunto que se tem alarmado nesses últimos dias, onde muitos líderes estão consagrando seus membros a pastores, mesmo sem terem nenhuma chamada ou quando têm, é para outro ofício.Pessoas que têm um diploma de teologia, porque têm um ótimo relacionamento social e eclesiástico já estão sendo consagradas, não por chamada, mas por posições social e acadêmica.

Concordo plenamente que uma pessoa que freqüentou um seminário por três ou quatro anos tem capacidade para exercer cargos em uma igreja, até porque estudou para isso, porém para ser um Pastor é necessário uma chamada divina e não um canudo acadêmico.

Nossas igrejas hoje estão mais sofisticadas, temos ótimos professores de escola dominical que estão muito bem preparados para ensinar; temos pessoas na igreja com ótima capacidade de comunicarem-se que se apresentam impecáveis, com seus ternos belos e caros , com voz bem modulada, movimentos ensaiados, ótimos comunicadores que usam com perfeição o rádio e a televisão. Tudo isso é muito bom, e necessário para a igreja do século XXI, porém ainda falta alguma coisa.

Nossos púlpitos não precisam somente de intelectuais, mas de Pastores que amem as ovelhas, que se importem com elas, que se preocupem em alimentá-las com a genuína palavra de Deus, que façam visitas não somente aos empresários ou aqueles que dão um dízimo alto, mas também ao mais pobre que muitas das vezes não tem oferta para dar, mas que nas madrugadas está lá no seu quartinho de joelhos humildemente orando pelo seu pastor e sua família.

O grito das ovelhas é por Pastores, mas a liderança que temos hoje, ou melhor, o modelo de líderes que temos buscado, não está satisfazendo os anseios das almas das ovelhas de Jesus Cristo. Temos tecnologia, bom administradores, bons professores, excelentes gerentes que tocam a igreja, mas muito pouco Pastores.

Nossas igrejas estão se transformando em empresas e nossos pastores em administradores, que quando estão perdendo as almas (clientes), não estão indo atrás e nem fazendo visitas, mas apenas trazendo inovações para atrair os crentes novamente ao seio da igreja, o problema é que esses métodos (promoções) são falsificados ou importados dos EUA.

Isso quando não se fazem grandes congressos com nomes de pessoas que entraram para o evangelho, porém o evangelho ainda não penetrou nelas. Pessoas que tiraram a glória que pertence a Cristo e a transferiram para elas, os famosos "gospel stars", que cobram fortunas para pregar e cantar, mas que estão com a vida totalmente torta. Pregadores que convidam as pessoas para aceitarem Jesus, quando são elas que deveriam descer do púlpito para aceitar Jesus de novo.


Muitos “pastores” - se é que os posso chamar assim - sabem da arrogância e da carnalidade que esses "gospel stars" estão vivendo, mas os convida para ocupar púlpitos que deveriam ser usados somente por aqueles que tem uma vida reta com Deus. Não estão interessados na vida espiritual das ovelhas, mas sim na lã que elas oferecem. Enchem igrejas (quantidade), com essas inovações, que irresponsavelmente estão trazendo pensando que elas sejam de Deus, porém com isso estão diminuindo o mover do Espírito Santo (qualidade) que deveria ser o ponto de referência dessas igrejas.Precisamos de Pastores que cuidem de ovelhas e não de "pastores" administradores de empresas.



Pb. Paulo Cézar de Lima

9 comentários:

Luciano Vieira disse...

Amado Pr Carlos,
paz so Senhor!

Dias atrás, em uma conversa com um obreiro falava-mos sobre algumas diferenças entre o gerente e o pastor.

GERENTE= Trabalha pelo que ganha
PASTOR= Trabalha pelo chamado
GERENTE= Preocupa-se com números (principalmente financeiro)
PASTOR= Preocupa-se com suas ovelhas
GERENTE= Aproxima-se de quem vai lhe servir
PASTOR= Aproxima-se de quem ele pode servir

E neste diálogo foram muitas as comparações.

Em Cristo,
Luciano Vieira

Doutrina Cristã disse...

Quem orem: “Perdoa-nos Senhor pelos ímpetos passageiros de justiça, pelas curtas corridas em busca de santidade, pelos pequenos flashes de sacrifícios nobres. Edifica na fibra de nossa fé uma perseverança vigorosa, resistente e inabalável pela causa da verdade e do amor!” (John Piper)

Shalon
Luiz

Gígio Campos disse...

Muito atual e pertinente o tema.

Francikley Vito disse...

Pr. Carlos, a Paz do Senhor!
Verdadeiramente, precisamos de Pastores (o maiúsculo é proposital) segundo o coração de Deus, para falar ao povo de Deus em Deus (confiantes em Deus, e não em sua própria sabedoria).
Um abraço!
www.vosbi.blogspot.com

José Magalhães, Pr. disse...

Pr. Carlos,

Gostei do tema.. aportuno e desafiador
Deus seja louvado por aqueles que são dignos de um altar.

Pr. Magalhães

Via Rede Plaxo

Jasiel Sobral, Pr. disse...

Nobre Pr Carlos,

Graça e Paz

Dias atrás, fiquei admirado ao ouvir na mídia, um reverendo de uma dessas igrejas tradicionais, que para ser pastor tem COMO REGULAMENTO ser formado Bacharel em TEOLOGIA dizia o seguinte:

1) O Jovem vai para o seminario faz o curso BÁSICO.

2) Na seqüencia o curso médio, Bacharel, Doutorado Mestrado e assim sucessivamente.

De repente alguem perguntou:

Sendo assim reverendo, ele sai formado Pastor?

Ao que ele respondeu:

-Não, ele sai formado em teologia.

NÃO EXISTE CURSO DE PASTOR,ESTE DEPENDE DA CHAMADA DIVINA.

Lidar com vidas é lidar com o que há de mais valor e vou mais além, esta empresa não pode quebrar, senão a resposta do dono é a seguinte:

LANÇAI O MAU SERVO NAS TREVAS EXTERIORES.......

Cleuci Hedlund Rosa disse...

"Pastor Carlos,

Estive no seu blog, aliás, eu estou sempre "futucando" seu blog, porque tem mensagens que edificam e instruem...

Mensagem oportuna sobre Pastores de Ovelhas x Adm. de Empresas...

Bom seria e que os pastores se preocupassem, em primeiro lugar, com o bem estar das ovelhas, mas infelizmente, nem sempre é isto que acontece...

Louvo a Deus pelos pastores que ainda pregam a verdade sem mistura...

Via Rede AD Brasil ning

Rubens Lopes Guimarães Junior disse...

Pr Carlos
Graça e Paz!
Ao passar pelo seu blog, o que faço com frequência, deparei-me com o artigo "Pastores de ovelhas X Administradores de empresas", o qual achei muito bom.
Peço à Deus que cada um de nós, que por sua bondade somos pastores, não nos deixemos levar por outras motivações que não sejam as que fazem parte do Reino.
Um grande abraço.
Pr Rubens

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Excelente matéria do pb. Paulo César de Lima, com a mostra real do que ocorre sem dúvida pelo mundo.

A contaminação é geral e causa náuseas aos que se dedicam a causa do evangelho da verdade.

Infelizmente, uma grande maioria busca a sua própria realização e com os olhos tapados pelo poder, não conseguem a sensibilidade com o verdadeiro plano de Deus para a igreja.

O Senhor seja contigo, meu amigo atalaia,

O menor de todos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...