quarta-feira, 14 de julho de 2010

Dake Publishing nega autorização para cortes na edição brasileira - Assista o vídeo







No dia 21 de junho, foi publicado no Blog O Balido de Judson Canto, a notícia de que as mudanças na edição brasileira na Bíblia de estudo Dake, feitas pela CPAD, não estavam autorizadas. 

A matéria foi baseada nas afirmações do professor Moyses Pereira, que participou no mês de março de uma reunião com a família do autor, que também administra a editora que publica as obras de Finis J. Dake.

Pois bem, na última sexta-feira, dia 9, o pastor Moabel Pereira (já conhecido dos blogueiros daqui) e seu genro, o professor Fábio Abreu, tomaram a estrada e percorreram os mil quilômetros que separam o estado de Maryland da Geórgia, nos Estados Unidos, a fim de tirar a história a limpo de uma vez por todas. Não por desconfiarem do Moyses, até porque ele é filho do pastor Moabel, mas para dar aos brasileiros uma informação definitiva e fazer calar de vez as especulações.

Todo esse esforço foi na verdade um ato de consideração para com este blogueiro e também para com Judson Canto e o pastor Robson Aguiar, todos citados no vídeo, que vêm acompanhando o caso com interesse. O pastor Moabel recupera-se de uma cirurgia e só pôde empreender viagem graças à assistência e ao patrocínio de Moyses e Fábio (este e a esposa do pastor Moabel providenciaram os equipamentos).

Derrick Germaine, diretor da Dake Publishing, recebeu os brasileiros  com simplicidade e simpatia. No vídeo, entrevistado por Fábio Abreu, ele esclarece o posicionamento da família Dake  com relação às edições ou cortes feitos na edição brasileira e revela se as restrições  faziam ou não parte do contrato firmado com a Editora Atos.

A tradução das perguntas e respostas é do pastor Moabel, que também operava a câmera. Obtivemos também a informação de que Gary Haynes, da Editora Atos, irá se encontrar em breve com a família Dake, para dar uma solução definitiva à questão.

Todas essas informações, já eram do meu conhecimento de maneira informal, porém, como nada tinha oficialmente, calei-me aguardando um desfecho. Agora, tais informações já foram publicadas na internet, conforme vídeo acima, e, uma vez que sou citado no vídeo, cumpro o dever de publicá-lo neste blog, para elucidação da dúvida que pairava em todos aqueles interessados no assunto.

Ora, se a única maneira plausível da continuidade da referida publicação, seria a ampliação da sua já controversa mutilação, para que tivesse o melhor alinhamento possível com a nossa linha doutrinária, (de acordo com os ecos de notícias que ouvíamos, com o que particularmente jamais concordei), agora entendo que o caso complicou-se de vez, quando os editores proprietáros da obra, vêem a público e  declaram que nem os cortes já efetuados na primeira edição brasileira estavam autorizados.

Cabe agora à CPAD, assumir tal situação diante do seu público, ou arcar com o ônus da prova contrária ao que declara os editores americanos.

Seja qual for a situação, considerando ser a CPAD uma editora confessional, está claro que a referida publicação continua envolta em um manto de dúvidas difíceis de serem esclarecidas.

Registro meu agradecimento ao Pr. Moabel e sua equipe, bem como ao Judson Canto por ter me informado do vídeo publicado com a citação do meu nome.

9 comentários:

Márcio Cruz disse...

Ei Ir. Carlos!
A Paz do Senhor Jesus.

É impressão minha ou eu estou sentindo cheiro de pizza no ar?

E é sabor à moda da CASA.

Que Deus nos ajude!

Abraços.

Ir. Márcio Cruz

Anônimo disse...

Caro Pastor Calos Roberto Silva
Muito obrigado por ter aceitado o nosso vídeo , A Família DAKE já lhe conhece de nome, pois sempre cito a sua pessoa em nossas conversas, fiz esta viagem com ajuda de minha esposa ProfrªHilda e de meu filho Prof.Moises, e meu genro Prof. Fabio, todo o suporte de equipamento carro e toda despesa foi feita por eles, seu nome foi citado duas vezes pelo fato de o amado Pastor me ouvir no caso DAKE com a bondade que lhe e peculiar. Grato Pr. Moabel

Pr. Jesse Sobral disse...

Caro Pastor Carlos.

A paz do Senhor.

A Biblia diz que "um abismo chama outro abismo", e parece-me que quanto mais procuramos elucidar o "caso Dake" mais comprometedora fica a CPAD neste emaranhado. Lamentavel......

Creio que o CUMPRA-SE de que tanto frisou o nobre Pr. Geremias do Couto, em relação as duas Resoluções do CD e CA - ignoradas pela CPAD - torna-se agora uma questão inegociavel (alias, sempre foi, rsrrs)...

Porem, antes tarde do que nunca...

Que o Deus da Casa (El Bethel) tenha misericordia da sua Assembleia.

Pr. Jesse Sobral

Pastor Geremias Couto disse...

Meu caro pastor e amigo Carlos Roberto:

Tais informacoes trazidas a publico pelo pastor Moabel e sua familia so confirmam o que informalmente sabiamos e a velocidade que o caro ganha ladeira abaixo.

Eis a minha grande pergunta: Sera que ainda assim os responsaveis por isso continuarao fazendo ouvidos moucos ao que esta acontecendo?

Vale lembrar que o pastor Robson e o amigo, se eu bem me lembro, foram as primeiras vozes a trazer o tema para a discussao. Depois outros, como o Judosn e eu, cerramos fileiras ao seu lado... mas infelizmente tudo continua como dantes no quartel de abrantes.

Vamos aguardar o proximo capitulo.

Abracos!

Paulo Romeiro, Pr. disse...

Caro Pr. Carlos R. Silva

Agradeço pela informação enviada. Tudo isso é constrangedor e inaceitável do ponto de vista bíblico e da ética cristã.

Louvo a Deus pelo seu empenho na defesa da fé cristã. Pessoas como o irmão estão se tornando cada vez mais raras.

Na comunhão de Cristo,

Paulo Romeiro
Via E-mail

Fábio Dantas, Pb. disse...

AMADO

DEUS LHE ABENÇOE POR ESTE BLOG

PB FABIO DANTAS

Matias Borba disse...

Meu Pastor,
Graça e Paz!

Como o irmão sabe, estou em Recife-PE revendo a família, e desde que essa questão da não autorização começou a ser divulgada pelos blogueiros, esperei as confirmações sólidas no sentido da família Dake se pronunciar, apenas para que os que cometeram este grave erro, possam agora dar uma explicação justa ao público assembleiano e evangélico neste País, a qual é: Um pedido de desculpas por publicar algo sem autorização.

Agora me pergunto: Isso não é pirataria? Posso estar sendo duro demais, mas, publicar ou negociar algo que não tenho autorização não é pirataria? Não é isto que temos aprendido na EBD e ensinado em nossos blogs?

Essa história é mais grave do que pensamos amado, veja isso. Estive conversando com um amigo a respeito dessa questão da Dake, não diria que ele é um grande leitor, pois não seleciona bem o que lê, ou seja, lê muito pouco, e tentei explicar toda a questão da públicação deste tipo de material por parte da CPAD, expliquei-lhe as questões das resoluções não cumpridas, a crise criada por questão da desobediência entre CPAD/CGADB para com os conselho de doutrina e a resposta que recebi foi:

"Você acha mesmo Matias, que a CPAD vai tomar um prejuízo gigantesco apenas porque um conselhozinho de doutrina não aprova a Bíblia Dake? Se a CPAD voltar atrás ela tomará um prejuízo muito grande."

Tentando ainda convencê-lo da gravidade da coisa, expliquei que ao que parece, a CPAD e a ATOS sequer tinham autorização para fazer cortes na edição da Bíblia e que, o maior prejízo não seria para a CPAD, mas para os cristãos que iriam alimentar-se de notas perigosas da Bíblia Dake, e a resposta foi:

"Meu amigo, a CPAD nada mais faz que cumprir seu papel de editora e grand empresa, esse negócio de auxíliar o povo de Deus para a propagação do reino de Deus é balela, isso já passou, O QUE VALE HOJE É DINMHEIRO MEU AMIGO, TENDO DINHEIRO TUDO SE CORROMPE!"

Entende a gravidade? Muitos assembleianos estão com uma Bíblia perigosa, e quando se dão conta de como tudo começou, quando se dão conta de que o interesse financeiro por parte da CPAD é que fica claro neste episódio, e como isso vem se desenrrolando até aqui, eles acham que o mais importante é a CPAD não tomar prejuízo ao suspender as vendas mas enrriquecer ainda mais e deixar que os cristãos tomem prejuízos em suas almas.

Posso até ser crucificado pelos blogueiros de maior audiência na blogosfera, mas, se fomos taxados em algum momento de revoltados e bardeneiros, fomos injustamente taxados asim, pois o tempo sempre trará a verdade em tudo o que fizermos nesta vida, e a verdade está aí.

Tudo isso só nos deixa tristes meu irmão, eu só posso orar, mas peço que o amado juntamente com outros homens de Deus como o Pr. Robson Aguiar, Geremias do Couto dentre outros, busquem respostas da CPAD. Que possam ficar de atalaias para que nossa CPAD não seja jogada no lixo, mas que apenas reconheça os graves erros cometidos neste episódio.

Reconhecer um erro não é sinal e fraqueza, é sinal de honestidade, ombridade e caráter puramente Cristocêntrico!

Deus abençoe, um forte abraço e que possamos continuar nos dobrando apenas diante do Senhor Deus!

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Estamos convivendo neste momento das Assembléias de Deus, apenas a ponta do "ICEBERG" do que está por vir.

Infelizmente, deixou-se passar de largo, muitos episódios, bem propícios, onde correções óbvias, deveriam ser impostas, pelos líderes, que deixaram, as obrigações de lado, pelos seus interesses políticos e econômicos, já bem alimentados pelo chamado "deus dará".

É momento de agradecewr a Deus por esta oportunidade de verificação em todos os sentidos, bem como, a muitos outros orgãos e organizações, que seguem este modelo de comunidade.

O Senhor seja contigo, nobre atalaia!

O menor de todos.

José Hilton disse...

Que a paz seja contigo, Pastor Carlos

Parece ser generalizada a atitude dos irmãos fãs da CPAD de tentarem buscar qualquer justificativa para defenderem a posição da editora quanto à Dake, chegando a fazer ataques contra as pessoas que vigiam e se levantam contra os erros e abusos. Não levam em conta a indisciplina institucional e espiritual ao redor desta publicação. Uma postura crítica em relação à Igreja e suas práticas é saudável em qualquer circunstância, pois permite auto-avaliação e, se necessário, renovação.Infelizmente muitos foram condicionados à submissão hierárquica incondicional. Tem-se a impressão que se a CPAD colocar esgoto numa panela e servir dizendo que é uma sopa muitos farão fila para degustar. Nossas pregações devem enfatizar a necessidade de santificarmos sempre e a qualquer custo os interesses do Altíssimo e de Seu Reino (Isaías 8.11-17), pois as instituições humanas, por maior boa vontade que tenham seus membros, são falhas e às vezes corruptas. Louvo a Deus pelos atalaias de plantão, pois sem eles provavelmente estaríamos mergulhados nas trevas da desinformação. Que Deus os abençoe.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...