quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Pastor Marco Feliciano volta a ser filiado a Convenção das ADs do Ministério do Belém (CONFRADESP)


 
Pr. Marco Feliciano - Confradesp - Foto Thiago Bertulino

Mais de 1 mil ministros receberam por unanimidade o líder da AD
Catedral do Avivamento em Orlândia (SP)

Durante a primeira sessão plenária da 38ª AGO, Assembleia Geral Ordinária, evento que reúne os pastores e evangelistas de todo estado de SP, Unidos através da Convenção Fraternal das ADs no Estado de São Paulo (CONFRADESP), que é a Convenção das ADs do Ministério do Belém, presidida pelo líder da CGADB, pastor José Wellington Bezerra da Costa, na manhã desta terça feira, 04 de outubro, em seu templo sede, o pastor e deputado federal, Marco Feliciano, presidente da Assembleia de Deus, Catedral do Avivamento em Orlândia (SP),  foi recebido novamente como membro da Convenção Estadual.

Pastor Marco Feliciano já foi ligado a CONFRADESP por muitos anos, mais há algum tempo havia pedido desligamento da mesma, por ocasião da 38ª AGO o ministro enviou requerimento a mesa diretora da instituição pedindo novamente sua reintegração ''O filho a casa torna, havia me desligado da CONFRADESP, do Ministério do Belém há algum tempo, mais quero voltar a minha casa, a minha igreja de onde sai e onde nasci...'' foram as palavras do ministro aos mais de mil obreiros presentes a AGO.

Quando o presidente, pastor José Wellington Bezerra da Costa informou ao plenário que o ministro havia pedido desligamento outrora, e hoje pedia sua reintegração, e propôs a aprovação, a aceitação foi unânime, o que alegrou o deputado federal que afirmou ''achei que o único que pudesse me rejeitar fosse o pastor e deputado Paulo Freire, pois ocupamos um mesmo cargo publico, porém, eu e o pastor Paulo somos amigos, não concorrentes...'' finalizou.
O pastor Marco Feliciano agradeceu a liderança da denominação e aos pastores presentes pela demonstração de carinho, receptividade e acima de tudo, fraternidade, o que segundo ele é peculiar aos ministros da CONFRADESP.

Por: Tiago Bertulino
texto e fotos...
Fonte: Blog do Tiago Bertulino


Post relacionado:
CRISTIANISMO RADICAL - Pr. Juber Donizete

99 comentários:

Anselmo disse...

Sinceramente.Não sei se dou os parabéns a "CONFRADESP" ou os meus pêsames.

Mario Sérgio disse...

Olha a presença do Pr. Marcos Feliciano na CONFRADESP me leva a pensar: onde vamos parar?

Valdemir Pires Moreira disse...

Eu não entendo, pelo que eu sei, as convenções tem por responsabilidade preservar a sã doutrina e de exortar aos convencionais a preservarem a sã doutrina. Agora a CONFRADESP aceita um camarada que parece ser mais neo-pentecostal, do que um defensor do pentecostalismo bíblico. Ou não é esse que é aliado aos unicistas (voz da verdade) como podemos aceitar esse tipos de pessoas no nosso meio. Fiquei muito triste com essa noticia. Porém fico firme naquilo que aprendo através das lições bíblicas dominicais onde verdadeiros defensores da fé cristã pregam a Palavra de Deus.

Anônimo disse...

da pra enteder nao metem o pau no cara mas depois tem que engolir elel fale quem quiser elel eo cara kkkkkkktenho que rir

Anônimo disse...

eo fim do do mundo mesmo liberaram os costumes ta ficando feio cem anos de prova pra chegar ai acabou quem sera que vai ser bem deixa deus trabalhar kkk

Keila Vasconcelos disse...

Tem atitudes que fazem as pessoas perderem a credibilidade.Não sei mais em quem acreditar.Primeiro batem depois acolhem! Fica claro que, pra alguns você vale a influencia que tem e não pelo carater.Estou trite.

Laudinei- NEI disse...

Um heretico a mais ou um a menos vai fazer diferença para as ADs?

Pastor Geremias Couto disse...

Meu nobre irmão, pastor e amigo:

Não perdi a esperança.

Mas, sem medo de errar, isso é mais um jogo político, que passa muito longe dos valores do Reino de Deus.

Mais uma vez a minha convicção se arraiga nas profundezas de minha alma sobre a necessidade da Terceira Via na CGADB comprometida com o resgate de nossa inteireza de fé e não com isso que aí está.

A ser verdade, esse é um recebimento que não aplaudo. E tenho certeza que milhares de pastores também não.

Pastor Geremias do Couto

Gutierres Siqueira disse...

Lamentável. Mil vezes lamentável.

Anônimo disse...

Pr. Enivaldo - Bahia.
Lamentável mesmo. Ratifico o comentario do Pr. Geremias do Couto.
Falta o posicionamento do Pr. Ciro Sanches para defender a CONFRADESP.

Anônimo disse...

Caro, Pr. Carlos.
O que eu vejo com esse pedido de reintegração a Confradesp por parte do Pr. Feliciano, é o pulo do gato. Porque no momento atual Orlândia que intregra a grande região de Ribeirão Preto, que esta desprovida de ADs ligadas a Confradesp, uma vez que a grande e próspera AD Rib. Preto liderada pelo nobre Pr. Santana se filiou a Comadetrim como ja é de conhecimento de todos. Sendo assim a Igreja AD liderada pelo Pr. Feliciano seria a porta de retorno da Confradesp na região. Sem mais o que comentar, somente orar pra que Deus tenha misericordias de nós Igreja.
Abçs
Dc. Paulo, AD Belem Interior SP

Anônimo disse...

Pr. Carlos,

Só um detalhe que esqueci em meu comentário, o pulo do gato é nas duas vias, Pr. Feliciano AD Catedral Avivamento / Confradesp. é unir o util ao agradavel, rsrs.
Abç
Dc. Paulo, AD - Belem Interior SP

Daladier Lima disse...

Prezados, o que acontece de fato é o seguinte: diversos pastores entre os presentes torcem o nariz para o Chalita da AD, mas não expressam publicamente este asco por medo de represálias. Nosso líder maior, como afirmou o Pr. Geremias com outras palavras, está imbuído na tarefar de politizar a CGADB e não torná-la um depurador das convenções, então... Se há obreiros com problemas muito maiores do ponto de vista ético/espiritual e não são desligados, porque não acolher um filho pródigo?

O problema é que a CGADB vai ficando cada vez mais parecida com uma confraria, com o Congresso Nacional e com qualquer outra coisa semelhante, menos com o orgão que deveria ser em seu estatuto.

Oremos para que haja uma mudança verdadeira. Meu temor é que tenhamos mais do mesmo. Vamos embora que a jornada é muito longa, e não há mais tempo de chorar por mais ninguém... Olhando para Jesus!

O próximo é o Pr. Silas Malafaia...

Abraços!

Ps: Não espere pelos blogueiros bibliocêntricos. Sem querer pautá-los, eles criticam por seletividade. Ninguém chuta bola murcha...

Daladier Lima disse...

Ps2: O veremos a flanar pelo Brasil afora agora, nos eventos da CPAD, por exemplo. Quem ousaria impedir que ele nos ilumine com sua interpretação particular e sua larga experiência espiritual?

Daladier Lima disse...

PS3: Como vai ficar o Arena Jovem da programação da igreja que ele, P. Marco Feliciano, dirige? Há uma agenda para o ano todo. A Arena pega fogo...

Robson Aguiar disse...

Quero crer que Feliciano tenha mudado em sua teologia neo pentecostal. Quero acreditar que sua volta a CONFRADESP tenha motivação espiritual e não política. Quero pensar, que ele foi chamado a atenção pela CONFRADESP pelos seus modismos exagerados, e por isso pediu desligamento. Agora só o tempo vai dizer qual o real motivo da volta do Pastor Marco a sua antiga convenção.

Silas Alves, Pr. disse...

Tudo isto que esta acontecendo é para que se manifeste os fiéis.

Quero louvar a Deus pela fidelidade da nossa liderança da COMADESPE que no ano de 2010 regeitou este sujeito.

Via Facebook

André Gimenes disse...

Seja bem vindo PASTOR MARCOS

Via Facebook

Ségio Marciano disse...

Um bom filho a casa torna.

Bem vindo pastor à nossa convenção estadual.
Via Facebook

José Carlos da Silva disse...

Lugar de pastor com lacinho na cabeça é na paulista.
A Igreja de Deus é santa - repreenda sr Jesus

Via Facebook

André Gimenes disse...

Ele vai mudar, porque ele sabe que a Assembléia e uma igreja santa.
Vamos dar uma chance!

Via Facebook

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo pr. Carlos roberto,

A paz de Cristo, o nosso Senhor!

Incrível! Extraordinário! Fantástico!

Esta poderia ser a demonstração típica de um momento como este em alegria. Mas, não o é! Para mim não passa de um momento de tristeza e falta de responsabilidade.

Aí está a demonstração da falta de zêlo, e a necessidade em se construir, conforme iniciativa do pastor Geremias do Couto, a necessária TERCEIRA VIA, para que ocorra rapidamente mudanças que contrastem com a hipocrisia usurpadora da política atual, e esta, imposta por poderes que não são o de Deus.

Acabam de assinar o aumento das heresias dentro das Assembléias de Deus que toma distância dos estandartes erguidos pelos seus fundadores, e que certamente sentiriam vergonha do que ocorre principalmente no encontro do gideões de Camboriú.

Socorro Deus! Apesar de ser do nosso conhecimento que este momento marcaria os últimos dias da igreja na face da terra.

Maranata!

O menor de todos os menores.

pr.miguel disse...

QUARTA-FEIRA, 5 DE OUTUBRO DE 2011

EU ACHO QUE A IGREJA ASIM COMO AS CONVENÇÕES SÃO PARA RESTAURA E NÃO PARA CONDENAR ,
O PR MARCOS JÁ RESGATOU MUITAS ALMAS CABE A NOS CUIDA E ENSINAR O CAMINHO
DA VERDADE ACHO QUE FICA ATIRANDO PEDRA NÃO RESOLVE O PROBLEMA,
CONFIO QUE DEUS VAI ENTRA NO NEGOCIO E NO FINAL TUDO DA CERTO.

pr.miguel disse...

QUARTA-FEIRA, 5 DE OUTUBRO DE 2011

EU ACHO QUE A IGREJA ASIM COMO AS CONVENÇÕES SÃO PARA RESTAURA E NÃO PARA CONDENAR ,
O PR MARCOS JÁ RESGATOU MUITAS ALMAS CABE A NOS CUIDA E ENSINAR O CAMINHO
DA VERDADE ACHO QUE FICA ATIRANDO PEDRA NÃO RESOLVE O PROBLEMA,
CONFIO QUE DEUS VAI ENTRA NO NEGOCIO E NO FINAL TUDO DA CERTO.

pr.miguel disse...

QUARTA-FEIRA, 5 DE OUTUBRO DE 2011

EU ACHO QUE A IGREJA ASIM COMO AS CONVENÇÕES SÃO PARA RESTAURA E NÃO PARA CONDENAR ,
O PR MARCOS JÁ RESGATOU MUITAS ALMAS CABE A NOS CUIDA E ENSINAR O CAMINHO
DA VERDADE ACHO QUE FICA ATIRANDO PEDRA NÃO RESOLVE O PROBLEMA,
CONFIO QUE DEUS VAI ENTRA NO NEGOCIO E NO FINAL TUDO DA CERTO.

Anônimo disse...

Ô politica maldita dentro das igrejas e agora porque o cara é deputado federal aceitam ele na convenção.
Esse homem deixou há muito de ser um referencial para as igrejas e novos obreiros, mais parece um playboy que um pastor..e ainda o Belém que dar uma de donos da verdade aceitam na boa isso na convenção..qual a moral do senhor José Wellington pra corrigir disturbios hereticos na igreja, qdo recebe o professor de heresias de congressos e inventor de modismos dentro da sua convenção?
Nem JW e nem essa tal de terceira via que é na verdade um pessoal a mando do proprio JW, o negócio é mudar o estatuto e deixar que outros nomes sejam candidatos, tem homem de Deus pra isso...
Que o Senhor Jesus nos guarde do poderoso chefão Dom José Wellington Corleone

fernando gabriel disse...

A questao e ser cristao ou religioso ninguem sabe o proposito de Deus na vida dele nao cabe a nois julgarmos, mas a Deus! Bem vindo marcos feliciano Deus continue te abençoando.

Anônimo disse...

T R I S T E Z A !!! puro jogo político do (in)Feliciano e da CONFRADESP.. agora o "mocinho moderno de gisuiz" é dep. federal.. o J.W.B.C. gosta de influências com os grandes.. e claro mais "um" para defender a igreja.. até porque, o verdadeiro defensor (ESPÌRITO SANTO) não tem mais lugar nesse meio. ELE luta pelo Reino Celeste e não pelo reino desse mundo.
Luciano Souza

Edinei Siqueira disse...

Compreendo a preocupação dos amados irmãos, mas não se esqueçam que ele se filiando ou não a esta convenção o mesmo continuaria tendo livre acesso aos púlpitos das ADs. É por isso que o número dos desigrejados cresce a cada dia.

Pb. Edinei, Th.B

Pr Paulo Lemos disse...

Amo a Assembléia de Deus, mas a instituição é uma soma de tudo o que possuímos de bom ou de ruim, principalmente e quase que exclusivamente a sua liderança. Que tipo de Assembléia de Deus vamos deixar para os nosso filhos? Deus jamais mudará, mas as instituições mudam, e o pior de tudo, quem está dentro fica culturalmente condicionado a ela, assim como os Católicos do tempo de Lutero, os Anglicanos do tempo de Wesley achavam que estavam na melhor “igreja” do mundo, nosso descendentes correm o risco de herdar uma tradição, uma doutrina, um instituição, e cheios de orgulho institucional bater no peito e isto lhes dar a falsa segurança de que estão no caminho certo, a despeito do afastamento do Reino de Deus.

Pr Paulo Lemos disse...

Imagine se tivéssemos o poder que a Igreja Católica teve por séculos... Com “relativíssimo” poder e tão pouco tempo de existência, 100 anos, já colecionamos vícios que em si carregam o germe que corrói o nosso comprometimento com a Palavra. Por conveniência abrimos mão da doutrina para “abrigar” pequenos hereges, que num contexto tecnológico como o que vivemos pode significar grandes heresias, práticas errôneas e o nivelamento cada vez mais baixo da consciência de Evangelho do nosso povo. Conchavos políticos são tramados para que este ou aquele grupo permaneça e para que isso aconteça, traços de “psicopatia institucional” se cristalizam em nosso meio, na lei de “o fim justifica os meios”. Isso é inspiração do “profeta” Nicolas Maquiavel, não de Jesus Cristo nem do grande formador de igrejas, o Apóstolo Paulo.
Poder temporal, político. Se temos 100 anos e outras organizações ligadas a nós bem menos e já estamos como estamos, porque achar que somos mais “santos” e corretos como Instituição do que a Igreja Católica que tem de 1600? Se Jesus não voltar até lá, como será a Instituição Assembléia de Deus e seus órgãos daqui mais 50, 100, 200 anos? Com certeza, Deus não é Católico, nem Assembleiano, nem de qualquer outra instituição/denominação, mesmo que um movimento no seu início tenha sido puro e santo, Ele é Deus, tem compromisso com a sua Palavra, tradição, pedigree, linhagem, não garante que Deus “queira” ser o Deus desta ou daquela organização. Ele age, Ele salva e continua operando milagres e maravilhas, apesar de nós.

Pr Paulo Lemos disse...

Lá pelos idos de 1500, essa igreja era um poder político e religioso que cometia desmandos de negritude anticristã, se dizendo Cristã, e todos que conhecem o mínimo de história da igreja podem listar uma série dessas práticas, por isso não vou me deter em nenhuma aqui. Hoje, está Instituição tem mais de 1600 anos, e nós, evangélicos pentecostais, continuamos nossa refutação ao catolicismo, isso é fato e penso que devemos continuar pregando a Graça de Deus, denunciando o pecado e recebendo católicos convertidos a Cristo, livres da idolatria no seio das nossas comunidades, verdade Bíblica é verdade Bíblica e não se negocia. O que quero chamar a atenção é para a seguinte questão, no tempo de Lutero a Igreja precisou ser “sacudida” pelos “ventos” da Reforma, e olha que ela já era milenar. O que noz faz pensar que como instituição somos melhores que eles? Temos 100 anos de Brasil, “concorremos” com outras denominações (o que não nos da exclusividade, isso diminui drasticamente a liberdade de se fazer o que quer, os que saem da Assembléia não temem a excomunhão, o inferno, podem muito bem ir para outra denominação. Não mandamos em Reis, não temos o “controle” do “mundo” nas mãos, o que nos deixa um pouco mais humildes), temos uma imprensa autônoma que pode nos “fiscalizar”, uma justiça que tem o poder de nos condenar por possíveis crimes e ainda assim pegamos caminhos muito parecidos com qualquer outra instituição meramente mundana

Pr Paulo lemos disse...

Gente, Doutrinas a parte, pois as doutrinas esposadas pela Assembléia de Deus são sintonizadas com as escrituras, mas sinceramente, no quesito prático institucional, qual a diferença entre o rumo que as nossas instituições ou a nossa instituição está tomando e os rumos tomados pela Instituição Católica? A tá, quem fundou nossa Igreja Assembléia de Deus foram Daniel Berg e Gunnar Vingren, somos povo escolhido de Deus. E o “movimento” Cristão que foi absorvido por Constantino também não começou bem e com homens sérios. Deus não tem compromisso com Instituições que se desviam da verdade. Não basta a Doutrina ser verdadeira, a prática deve também ser verdadeira.
Ouso dizer, qual a diferença entre a nossa Igreja Assembléia de Deus e a Igreja Católica no que tange a pureza institucional guardadas as devidas proporções? Refiro-me a política institucional, práticas, não falo de dogmas e doutrinas. Na época de Lutero, a Igreja Católica se decompunha, essa Igreja Católica da época já era resultado de um distanciamento da verdade e de jogadas políticas, eclesiásticas que expurgavam cada vez mais de sua teologia e de sua prática, o conteúdo bíblico, salvo as grandes doutrinas, a saber, Trindade, Deidade de Cristo, etc. Hoje não é diferente, apesar do arcabouço de saber teológico da Igreja Católica, seus doutores, e toda contribuição acadêmica que ela tem dado (estou excluindo aqui as heresias todas, falo da produção teológica coerente), suas lutas por causas humanitárias, contra aborto etc, qualquer evangélico mediano tem um estoque de argumentos para criticar a Instituição Igreja Católica, por seus erros e incoerências. Não sou Católico romano, sou pastor na Assembléia de Deus, não estou defendendo a igreja católica, estou fazendo uma autocrítica da minha instituição, não do povo e dos Ministros de Deus comprometidos com o Evangelho.
No tempo de Lutero, com a Instituição Católica em decomposição (e esse processo ainda está em andamento, ela apenas se despiu da roupagem medieval), Deus o levanta para fazer frente a tudo isso, e nós, malhamos os pecados dessa Igreja/Instituição, tanto os da época de Lutero como os de hoje, claro, concordo que os abusos e desmando de uma igreja comprometida com o capital, o poder político e mundano deve ser mesmo combatido. A grande questão é que no tempo de Lutero, essa Instituição já tinha mais de um milênio de existência, a contar da época em que Constantino começou a dirigir a Igreja Cristã, logo, é tempo suficiente para uma Instituição acumular todos os pecados dos seus dirigentes e fieis, e até institucionalizar milhares deles.

Pr Paulo Lemos disse...

Imagine se tivéssemos o poder que a Igreja Católica teve por séculos... Com “relativíssimo” poder e tão pouco tempo de existência, 100 anos, já colecionamos vícios que em si carregam o germe que corrói o nosso comprometimento com a Palavra. Por conveniência abrimos mão da doutrina para “abrigar” pequenos hereges, que num contexto tecnológico como o que vivemos pode significar grandes heresias, práticas errôneas e o nivelamento cada vez mais baixo da consciência de Evangelho do nosso povo. Conchavos políticos são tramados para que este ou aquele grupo permaneça e para que isso aconteça, traços de “psicopatia institucional” se cristalizam em nosso meio, na lei de “o fim justifica os meios”. Isso é inspiração do “profeta” Nicolas Maquiavel, não de Jesus Cristo nem do grande formador de igrejas, o Apóstolo Paulo.
Poder temporal, político. Se temos 100 anos e outras organizações ligadas a nós bem menos e já estamos como estamos, porque achar que somos mais “santos” e corretos como Instituição do que a Igreja Católica que tem de 1600? Se Jesus não voltar até lá, como será a Instituição Assembléia de Deus e seus órgãos daqui mais 50, 100, 200 anos? Com certeza, Deus não é Católico, nem Assembleiano, nem de qualquer outra instituição/denominação, mesmo que um movimento no seu início tenha sido puro e santo, Ele é Deus, tem compromisso com a sua Palavra, tradição, pedigree, linhagem, não garante que Deus “queira” ser o Deus desta ou daquela organização. Ele age, Ele salva e continua operando milagres e maravilhas, apesar de nós.
Amo a Assembléia de Deus, mas a instituição é uma soma de tudo o que possuímos de bom ou de ruim, principalmente e quase que exclusivamente a sua liderança. Que tipo de Assembléia de Deus vamos deixar para os nosso filhos? Deus jamais mudará, mas as instituições mudam, e o pior de tudo, quem está dentro fica culturalmente condicionado a ela, assim como os Católicos do tempo de Lutero, os Anglicanos do tempo de Wesley achavam que estavam na melhor “igreja” do mundo, nosso descendentes correm o risco de herdar uma tradição, uma doutrina, um instituição, e cheios de orgulho institucional bater no peito e isto lhes dar a falsa segurança de que estão no caminho certo, a despeito do afastamento do Reino de Deus.

Pr Paulo Lemos disse...

sGente, Doutrinas a parte, pois as doutrinas esposadas pela Assembléia de Deus são sintonizadas com as escrituras, mas sinceramente, no quesito prático institucional, qual a diferença entre o rumo que as nossas instituições ou a nossa instituição está tomando e os rumos tomados pela Instituição Católica? A tá, quem fundou nossa Igreja Assembléia de Deus foram Daniel Berg e Gunnar Vingren, somos povo escolhido de Deus. E o “movimento” Cristão que foi absorvido por Constantino também não começou bem e com homens sérios. Deus não tem compromisso com Instituições que se desviam da verdade. Não basta a Doutrina ser verdadeira, a prática deve também ser verdadeira.
Ouso dizer, qual a diferença entre a nossa Igreja Assembléia de Deus e a Igreja Católica no que tange a pureza institucional guardadas as devidas proporções? Refiro-me a política institucional, práticas, não falo de dogmas e doutrinas. Na época de Lutero, a Igreja Católica se decompunha, essa Igreja Católica da época já era resultado de um distanciamento da verdade e de jogadas políticas, eclesiásticas que expurgavam cada vez mais de sua teologia e de sua prática, o conteúdo bíblico, salvo as grandes doutrinas, a saber, Trindade, Deidade de Cristo, etc. Hoje não é diferente, apesar do arcabouço de saber teológico da Igreja Católica, seus doutores, e toda contribuição acadêmica que ela tem dado (estou excluindo aqui as heresias todas, falo da produção teológica coerente), suas lutas por causas humanitárias, contra aborto etc, qualquer evangélico mediano tem um estoque de argumentos para criticar a Instituição Igreja Católica, por seus erros e incoerências. Não sou Católico romano, sou pastor na Assembléia de Deus, não estou defendendo a igreja católica, estou fazendo uma autocrítica da minha instituição, não do povo e dos Ministros de Deus comprometidos com o Evangelho.
No tempo de Lutero, com a Instituição Católica em decomposição (e esse processo ainda está em andamento, ela apenas se despiu da roupagem medieval), Deus o levanta para fazer frente a tudo isso, e nós, malhamos os pecados dessa Igreja/Instituição, tanto os da época de Lutero como os de hoje, claro, concordo que os abusos e desmando de uma igreja comprometida com o capital, o poder político e mundano deve ser mesmo combatido. A grande questão é que no tempo de Lutero, essa Instituição já tinha mais de um milênio de existência, a contar da época em que Constantino começou a dirigir a Igreja Cristã, logo, é tempo suficiente para uma Instituição acumular todos os pecados dos seus dirigentes e fieis, e até institucionalizar milhares deles.
Lá pelos idos de 1500, essa igreja era um poder político e religioso que cometia desmandos de negritude anticristã, se dizendo Cristã, e todos que conhecem o mínimo de história da igreja podem listar uma série dessas práticas, por isso não vou me deter em nenhuma aqui. Hoje, está Instituição tem mais de 1600 anos, e nós, evangélicos pentecostais, continuamos nossa refutação ao catolicismo, isso é fato e penso que devemos continuar pregando a Graça de Deus, denunciando o pecado e recebendo católicos convertidos a Cristo, livres da idolatria no seio das nossas comunidades, verdade Bíblica é verdade Bíblica e não se negocia. O que quero chamar a atenção é para a seguinte questão, no tempo de Lutero a Igreja precisou ser “sacudida” pelos “ventos” da Reforma, e olha que ela já era milenar. O que noz faz pensar que como instituição somos melhores que eles? Temos 100 anos de Brasil, “concorremos” com outras denominações (o que não nos da exclusividade, isso diminui drasticamente a liberdade de se fazer o que quer, os que saem da Assembléia não temem a excomunhão, o inferno, podem muito bem ir para outra denominação. Não mandamos em Reis, não temos o “controle” do “mundo” nas mãos, o que nos deixa um pouco mais humildes), temos uma imprensa autônoma que pode nos “fiscalizar”, uma justiça que tem o poder de nos condenar por possíveis crimes e ainda assim pegamos caminhos muito parecidos com qualquer outra instituição meramente mundana.

Anônimo disse...

eu não sei se morro de rir ou se choro, diante de tantas controvérsias
envolvendo marco Feliciano, a convenção ainda o recebe com tapetes vermelhos como se nada tivesse acontecido, para mim esta faltando coerência dentro da convenção, e onde fica a questão doutrinária tanto defendida pela cgadb? ou tudo isso não passa de balela, fica difícil para todos nós que somos da Assembléia de Deus ver essa situação sem sentir um mal, estar, isso está parecendo politica dos bons amigos, aproveitem a oportunidade e externam o convite a Lana Holden, ha esqueci ela é mais coerente do que marcos. Feliciano.

Edmar Filho disse...

Só está faltando o Feliciano levar o "Voz da Verdade" para cantar na AD Belenzinho... talvez isso seja possível, se o Carlos A. Moisés, um dia for eleito deputado federal...

claudiopimenta disse...

minhas condolencias

mostram claramente que nao ligam para a doutrina crista!

o homem agora e deputado ne!

davi nobre rocha disse...

Concordo Com o Pastor Geremias do Couto, a coisa tá feia, os nossos pioneiros se estivessem aki estariam muito tristes. Gostaria de ouvir uma Palavra do Pastor Sebastião de Cuiaba e uns outros tão conservadores do "Belemzinho" sobre este e outros assuntos?

Pastor Davi Nobre Rocha

Rev. PAULO CESAR LIMA disse...

Por uma questão de descargo de consciência, faço menção ao recebimento do Pastor Marcos Feliciano pela CONFRADESP como o ato eclesiástico mais acertado do nosso nobre Presidente da CGADB, Pastor José Wellington Bezerra da Costa. As razões eu as enumero abaixo:
. O Pastor Marco Feliciano não é mais nem menos pastor como qualquer um de nós, pastores falíveis e de dura cerviz. Por favor, não queiram apedrejar o irmão com “pedras afogueadas” de injúria, insultos, calúnias, com vistas a desdourar, deslustrar, infamar, enxovalhar a quem você nem sequer conhece bem, mas só de ouvir falar.
. Só quem pode falar dos valores do Reino de Deus é aquele que vive os valores do Reino de Deus! Nós estamos longe, muito longe, longe demais, para ousarmos falar dos valores do Reino de Deus. Aliás, quem está falando sobre isso tem que pedir perdão a Deus – e muito – por se achar capaz de colocar alguém do lado de fora do Reino, que tanto diz defender.
. Deus não deu a qualquer igreja o poder de ela se tornar co-mediadora entre Deus e os homens. Nós devemos ser sacerdotes de nós mesmos e não fiscais dos outros. Isto em razão do fato de que ser sacerdote não é posto; é existencialidade, consciência, por isso eu respondo por mim; ninguém responde por mim.
Interessante é que aonde cabe esse sacerdócio a gente não quer. «Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus». O nosso sacerdócio é fazer paz; é construir pontes. Temos que ser sacerdotes de nós mesmos na presença do Sumo Sacerdote. Isso significa quebrar a maldição que os evangélicos amam. «Há seis coisas que o Senhor aborrece, mas há uma que ele ABOMINA: criar contendas entre os irmãos»!
Pelo amor de Deus, o diabo dá gargalhadas o dia inteiro. Ele diz: «Eu vou me aposentar, porque esse pessoal faz o serviço para mim!» Tem demônios já dando aleluia! Enquanto isso muitos querem exercer um tipo de «sacerdócio fazendário» para os outros: «Ele não deve entrar aqui!», «Eu defendo os valores do Reino de Deus!», «Temos que defender a santidade!»... O que eu tenho para dizer para esse pessoal é: «Se enxerga, irmão!» Se você quiser fazer algum sacerdócio, engula a língua, construa pontes de misericórdia, de graça, cubra o pecado do seu próximo com amor. Não queira se transformar filho de Cão, que descobre a nudez do pai, dos irmãos, com a desculpa de estar fazendo isso em nome da santidade. Pelo amor de Deus, muito mais bem-aventurado é aquele que cobre do que o que descobre, porque eu sou salvo porque fui COBERTO. Quem é você para descobrir; quem é você para ficar no cargo de advogado de Deus, co-mediador do problema alheio diante de Deus?
Se a consciência do sacerdócio não começar aí, que sacerdócio mais há para se viver. A linha sacerdotal que adotamos contém uma relação sadomasoquista e extremamente invejosa. Nós torcemos sempre para que o irmão que está fazendo sucesso de o “azar” de errar em alguma coisa para que nós, os santos, caiamos de pau em cima dele. É uma relação de fetiche: Bate que Jeová nele!. É a cultura da mão de Deus que pesa sobre os que são mais do que eu: «Deixa pesar, até ele sentir dor!», dizem alguns.
Se a igreja não for feita de gente que é amiga daqueles que estão em tribulação – sem fazer seleção da categoria de tribulação – nunca será igreja.
. Como alguém que tenta viver sob a ótica da coerência diante de Deus, eu morro de medo de fazer mal a mim mesmo falando mal dos outros e de coisas que eu desconheço.
. Sobre as «teologias felicianas», o Pr. José Wellington, homem preparado no labor do Senhor, saberá reconduzir os passos do menino.

Que a misericórdia de Deus me livre das crueldades que posso fazer a mim e a outros.

Rev. Paulo Cesar Lima.

Rev. PAULO CESAR LIMA disse...

Por uma questão de descargo de consciência, faço menção ao recebimento do Pastor Marcos Feliciano pela CONFRADESP como o ato eclesiástico mais acertado do nosso nobre Presidente da CGADB, Pastor José Wellington Bezerra da Costa. As razões eu as enumero abaixo:
. O Pastor Marco Feliciano não é mais nem menos pastor como qualquer um de nós, pastores falíveis e de dura cerviz. Por favor, não queiram apedrejar o irmão com “pedras afogueadas” de injúria, insultos, calúnias, com vistas a desdourar, deslustrar, infamar, enxovalhar a quem você nem sequer conhece bem, mas só de ouvir falar.
. Só quem pode falar dos valores do Reino de Deus é aquele que vive os valores do Reino de Deus! Nós estamos longe, muito longe, longe demais, para ousarmos falar dos valores do Reino de Deus. Aliás, quem está falando sobre isso tem que pedir perdão a Deus – e muito – por se achar capaz de colocar alguém do lado de fora do Reino, que tanto diz defender.
. Deus não deu a qualquer igreja o poder de ela se tornar co-mediadora entre Deus e os homens. Nós devemos ser sacerdotes de nós mesmos e não fiscais dos outros. Isto em razão do fato de que ser sacerdote não é posto; é existencialidade, consciência, por isso eu respondo por mim; ninguém responde por mim.
Interessante é que aonde cabe esse sacerdócio a gente não quer. «Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus». O nosso sacerdócio é fazer paz; é construir pontes. Temos que ser sacerdotes de nós mesmos na presença do Sumo Sacerdote. Isso significa quebrar a maldição que os evangélicos amam. «Há seis coisas que o Senhor aborrece, mas há uma que ele ABOMINA: criar contendas entre os irmãos»!
Pelo amor de Deus, o diabo dá gargalhadas o dia inteiro. Ele diz: «Eu vou me aposentar, porque esse pessoal faz o serviço para mim!» Tem demônios já dando aleluia! Enquanto isso muitos querem exercer um tipo de «sacerdócio fazendário» para os outros: «Ele não deve entrar aqui!», «Eu defendo os valores do Reino de Deus!», «Temos que defender a santidade!»... O que eu tenho para dizer para esse pessoal é: «Se enxerga, irmão!» Se você quiser fazer algum sacerdócio, engula a língua, construa pontes de misericórdia, de graça, cubra o pecado do seu próximo com amor. Não queira se transformar filho de Cão, que descobre a nudez do pai, dos irmãos, com a desculpa de estar fazendo isso em nome da santidade. Pelo amor de Deus, muito mais bem-aventurado é aquele que cobre do que o que descobre, porque eu sou salvo porque fui COBERTO. Quem é você para descobrir; quem é você para ficar no cargo de advogado de Deus, co-mediador do problema alheio diante de Deus?
Se a consciência do sacerdócio não começar aí, que sacerdócio mais há para se viver. A linha sacerdotal que adotamos contém uma relação sadomasoquista e extremamente invejosa. Nós torcemos sempre para que o irmão que está fazendo sucesso de o “azar” de errar em alguma coisa para que nós, os santos, caiamos de pau em cima dele. É uma relação de fetiche: Bate que Jeová nele!. É a cultura da mão de Deus que pesa sobre os que são mais do que eu: «Deixa pesar, até ele sentir dor!», dizem alguns.
Se a igreja não for feita de gente que é amiga daqueles que estão em tribulação – sem fazer seleção da categoria de tribulação – nunca será igreja.
. Como alguém que tenta viver sob a ótica da coerência diante de Deus, eu morro de medo de fazer mal a mim mesmo falando mal dos outros e de coisas que eu desconheço.
. Sobre as «teologias felicianas», o Pr. José Wellington, homem preparado no labor do Senhor, saberá reconduzir os passos do menino.

Que a misericórdia de Deus me livre das crueldades que posso fazer a mim e a outros.

Rev. Paulo Cesar Lima.

Pastor Geremias Couto disse...

Nobre irmão, pastor e amigo:

Sobre o comentário do pr. Paulo César Lima, respeito o seu direito de pensar diferente.

Até porque em algumas áreas da teologia também diverge de muitos de nós.

Não vou entrar no mérito de suas razões. Certamente as tem para fazer a defesa do recebimento do pastor já diversas vezes aqui mencionado.

Todavia, o seu penúltimo parágrafo, por si só, desdiz tudo o que escreveu. Veja:

"Sobre as 'teologias felicianas', o Pr. José Wellington, homem preparado no labor do Senhor, saberá reconduzir os passos do menino".

É preciso dizer mais alguma coisa?

Aí ficaram patentes duas admissibilidades: as teologias felicianas (embora, com aspas) e o "menino" que ainda não cresceu.

Mas quem sou eu para negar o retorno de alguém aos paradigmas da fé?

Que venham Oriel de Jesus e tantos outros que foram desligados da CGADB por desvios teológicos.

PS. Daqui a pouco concordaremos que as possessões demoníacas mencionadas nos Evangelhos eram apenas força de expressão por tratar-se simplesmente de manifestações esquizofrênicas.

Daladier Lima disse...

Rev. paulo César, de minha parte, a admiração com essa postura de recebê-lo sem pré-condições é sobre uma longa história. Não costumo medir as pessoas por um momento. A pergunta que se coloca, inclusive, é como reagirá a igreja sob os cuidados dele, dado que várias inovações foram lá introduzidas? E as alianças dele com Renê Terra Nova entre outras? Não é porque tenha voltado, mas em que circunstâncias o fez!

Valdemir Pires Moreira disse...

Rev. Paulo Cesar. Não estamos julgando aqui a pessoa e sim as atitudes. Quamdo fazemos isso fazemos com base na Palavra de Deus. Gostaria de fazer uma pergunta ao senhor, o senhor acha normal um pastor "pentecostal" compartilhar de amizades profundas com unicistas aponto de divulgar louvores unicistas em nosso meio? Não devemos observar o que dizem os nossos apologistas no que diz respeito a união com tais pessoas? Que todos nós somos falhos, isso ninguém descute. Agora pregar a Palavra de Deus com irresponsabilidade, isso não requer uma refutação da parte daqueles que batalham pela fé que uma vez foi entregue aos santos?

agradeço aqui ao pastor Carlos pelo espaço. Fiquem na Paz de Cristo.

fabio amaral disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk

fabio amaral disse...

agora tem que engolir o cara!!!!!
e mais o silas também vai voltar!!!!!!!!!

wáldisonlima disse...

Estou decepcionado, triste e desacreditando quase que em 100% dessa liderança que aí está.
Que adiantaram tantos 'avisos',para se tomar cuidado com as heresias dentro das ADs?
Como é que pode uma Convenção tão dígna do nosso respeito, a CONFRADESP, aceitar esse pseudo-pastor em sua lista?
Onde está o juízo do Presidente da Convenção e da CGADB em aceitar esse rebelde Pr.,em nosso meio outra vêz?
É esse exemplo que meus filhos que estão já crescidinho vão levar para seus aprendizados cristãos?
Demérito total!!!!!!!

Rev. PAULO CESAR LIMA disse...

Pastor Geremias do Couto, suas ponderações traduzem contradições risíveis, além de duas inserções apócrifas ao assunto em tela.
Eu começo com suas duas interpolações. Se não, vejamos:

Primeiramente, você é contraditório no início do seu enunciado: “... respeito o seu direito de pensar diferente.” Logo no segundo parágrafo você desdiz o que você diz: “Até porque em algumas áreas da teologia também diverge de muitos de nós”. Em segundo lugar, você comete dois erros crassos que vão de graves a gravíssimos para um escritor do seu quilate. No primeiro parágrafo, você se apresenta como alguém lúcido e que sabe lidar com verdades diferentes: “... respeito o seu direito de pensar diferente.” No segundo, no entanto, você desce a um tipo de obscurantismo primevo e rudimentar: “Até porque em algumas áreas da teologia também diverge de muitos de nós”.
Eu, sinceramente, não entendi o nexo entre essas suas duas retumbantes afirmações, uma vez que uma contradiz a outra. Ora, se eu tenho o direito de pensar diferente, logo posso divergir do que não concordo, mesmo que “muitos de nós” – sujeito indeterminado - discordem?
Uma outra coisa na sua afirmação que é muito perigoso é a sua lesiva alusão feita a um sujeito indeterminado para dar ideia de representatividade. Ora, convenhamos, quem são esses “muitos de nós”? O que eles representam e quem são eles? Seria mais honrável você dizer “eu” do que “muitos de nós”. Você não acha? Suscita-me tremenda indignação tal subterfúgio.
Geremias, pelo amor de Deus, sua condição de escritor é enorme; você é um escritor de calibre e tem pedigree. Por favor, não tente idiotizar nosso debate. O que você realmente está pretendendo com a sua segunda inserção?

PS. Daqui a pouco concordaremos que as possessões demoníacas mencionadas nos Evangelhos eram apenas força de expressão por tratar-se simplesmente de manifestações esquizofrênicas.
O seu palavreado está recheado de más intenções. E me arrepia o fato de ser você a escrever tais coisas; logo você, insigne escritor da coerência. Isto porque nessas duas interpolações contidas no seu texto, entre outras bobagens de um canastrão, o que é mais horrendo neste seu arrazoado é o esforço que você faz para criar tamanha digressão a fim de inserir algo tão destoante de todo assunto em tela. Meus parabéns pela sua facilidade em demonstrar grande falta de argumento.
Mas se você quiser, eu tenho fôlego para debater qualquer assunto que você trouxer a lume, sendo este apresentado não de forma velada e como interpolação.

Rev. Paulo Cesar Lima

Pastor Geremias Couto disse...

Meu caro reverendíssimo pastor Paulo Cesar Lima:

Percebo que os meus comentários lhe causaram certo estupor. Não é para menos. Eu não poderia esperar outro tipo de reação. Acho que os que me leem aqui compreendem.

Se o preclaro pastor pretende transformar a réplica e a tréplica à questão aqui levantada como o início de um debate, sinta-se à vontade. Escolha o fórum e estarei pronto. Fôlego e argumentos não me faltam. Mas não vou transformar o blog do nosso amigo comum, pastor Carlos Roberto, em palco para as suas diatribes.

No entanto, apenas para mostrar como a sua tese é pobre, as suas leituras é que são interpoladas, quando tenta apor uma contradição entre o primeiro e o segundo parágrafo do meu comentário. Vejo que lhe falta um pouco de lógica.

Respeitar o seu pensar diferente e o seu direito a expressá-lo é uma coisa. Concordar com ele é outra. Onde está a contradição? Afirmar que eu deveria nomear "quem são eles" no "muitos de nós" é evasiva para não assumir em público o seu direito de divergir. O que também, por óbvio, é seu direito (o de não vir a público defender as suas divergências). Quanto ao "eles", deixo-os à vontade para que, se quiserem, venham e digam que fazem parte desse "nós" a que me referi... que continua mantido. Não serei eu a fazê-lo.

Por último, o "PS" é muito claro e acho que foi bem compreendido. É um tema que, ao lado de outros desvios teológicos, pode até ser discutido em suposto concílio (já proposto aqui na blogosfera), tendo em vista o fato de que "muitos de nós" já não creem nos fenômenos da possessão demoníaca.

Quanto aos "elogios" e aos "epítetos", agradeço-os e os ponho na lata do lixo, pois sou um simples mortal, lutando pela "fé que uma vez foi entregue aos santos"... e que ainda não foi devolvida.

Fique à vontade para ter a última palavra, sem deixar de lembrar-lhe: a carapuça está aí para quem quiser vestir.

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

Pr Carlos, permita-me fazer uma consideração sobre o comentário do Pr. Paulo César Lima. Todo "debate" é saudável quando fica no campo das ideias. Agora, quando partimos para o lado pessoal temos sérias complicações.

O Paulo César Lima, comparar a ideia do Pr Geremias, a um canastrão, foi uma infeliz afirmativa, visto que, não podemos levar as coisas para o lado pessoal. O respeito, a nobreza, são qualidades de homens que sabem discernir os tempos e as coisas.

Portanto, o vetor de todo comentário deve ter como base o amor. Não estamos aqui para mostrar quem é melhor ou pior na argumentação. A ideia de competição revela a sabedoria carnal, animalesca, terrena. O melhor debate não é aquele que tem um vencedor e outro perdedor. É aquele que as diferenças, são respeitadas, avaliadas e pensadas.

Um abraço, Pr Marcello

Concluo, com a máxima de Agostinho:

No essencial: unidade
Nas outras coisas: liberdade
Acima de tudo: a caridade.

Edmar Filho disse...

É lamentavel que o reverendo Paulo esteja defendendo o dep. federal, caso a informação de que o MF tenha feito alianças com o Terra Nova, líder maior do movimento G 12 no Brasil, seja verdadeira. Não é ele - o reverendo Paulo - autor do livro "o que está por trás do G-12"?!.
Admiro muito o reverendo, mas quando ele diz que tem "fôlego para debater qualquer assunto", passa para nós, muita "humildade"...

claudiopimenta disse...

fico muito triste com um regador de baboseiras e forest gamp isso mesmo contador de historias seja recebido novamente com seus besteirois na bleia!

Edinei Siqueira disse...

Essa polêmica toda envolvendo o M. F é consequência da falta de critério ao avaliar um candidato a ordenação ao santo ministério. Tenho observado o quando a AD é frouxa no que tange a vigilância doutrinária. A pessoa tem pouco tempo de fé cristã, ainda está se alimentando de leite e logo é consagrada (promovida) a um importante cargo na hierarquia eclesiástica. Da noite para o dia neo-conversos são elevados a uma posição para a qual não foram chamados e nem estão aptos e depois a igreja tem que suportá-los com suas meninices e heresias. A AD está colhendo os frutos da falta de seriedade na área ministerial.
Pastores, cuidado com a síndrome de Jeroboão. ...a quem queria consagrava...1ºRs.13:33.

Pb. Edinei, Th.B

fabio amaral disse...

FALAR DO MARCO FELICIANO É MOLE;
E OS OUTROS ?? NA ULTIMA ELEICÃO PARA CGADB
FOI UMA QUERRA;CHAMARAM O PR. JOSÉ W. DE ANJO VELHO E GASTARAM UMA GRANA PRETA, PARA FICAR NO PODER TROCA ESSA MOTIVADA ENTRE OUTRAS COISAS PELO DINHEIRO DA CPAD E DA CONVENÇAÕ ,É LAMENTAVEL !!!!!!
CADA UM DEVIA SE OUCUPAR COM SUA IGREJA E COM COM SEU PRÓPRIO MINISTÉRIO,PRIORIZANDO A EVANGELIZAÇÃO....

João Paulo disse...

A paz do Senhor, meus amados!

A fala do irmão Marcelo de Oliveira foi muito feliz. O Reino de Deus não é vetor de carnalidades, mas de "justiça, paz e alegria no Espírito Santo" (Rm 14.17).

Observemos o que diz Paulo a Timóteo: "Traze estas coisas à memória, ordenando-lhes diante do Senhor que não tenham contendas de palavras, que para nada aproveitam e são para perversão dos ouvintes. Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade" (2 Tm 2.14, 15).

Quando o alvo das sinceras deflagrações das ideias cristãs é perdido, a sabedoria terrena ciranda: "Essa não é a sabedoria que vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. Porque onde há inveja e espírito faccioso, aí há perturbação e toda obra perversa" (Tg 3.15, 16).

Quanto ao contexto da postagem, é lamentável a visão de nossos líderes... "Que ninguém creia que o erro doutrinário seja um mal de pouca importância", atestou D. C. Hodge, teólogo renomado.

www.joaopaulomsouza.blogspot.com

disse...

Uai, o homem é deputado gente rs, pura jogada política!

Concordo com o pastor Geremias e assino todas as folhas, sobre a necessidade da Terceira Via na CGADB.

Anônimo disse...

http://teologiapentecostal.blogspot.com/2011/10/perderam-capacidade-do-discernimento-so.html

Anônimo disse...

Queria ouvir a opinião do pr. Ciro zibordi, garanto que se fosse o pr. Samuel Câmara a receber tal pastor imaginador de ideias teologicas loucas chamado "Marco Feliciano", o pr. Ciro já teria se manifestado e lançado sua artilharia contrao Samuel. Mas.... rs


Daniel Pereira.

fabio amaral disse...

PAZ ,AMADOS,AS VEZES FICO IMAGINANDO ;O PASTOR SAMUEL CÃMARA
NO CONTROLE DA CGADB.QUANTOS MESES ELA AINDA PODERIA RESITIR !!!
SE POR UM LADO JOSÉ W. ACEITOU MARCO FELICIANO,POR OUTRO SAMUEL CAMARA COLOCOU ELE PARA PREGAR NO CENTENARIO.....ME RESPONDAM O QUE É PIOR????

Marco A Correia disse...

Por essas e outras que sai da AD.
Jogatina política da mais pura vileza. A AD perdeu o rumo...

Marco A Correia disse...

por essas e outras que sai da AD. Jogatina política da mais pura vileza.

Cícero Leandro Júnior disse...

Cristo amado!

Lamentável esta atitude, que infelizmente nos leva a duas vias de raciocínio:

1 - Agiram levando em conta o fator político, tendo em vista o cargo ocupado pelo referido pastor, de forma que "mundanizam" a instituição;
2 - Abriram mão da sã doutrina, uma vez que sabemos, e temos provas para afirmar, que o Marco Feliciano nunca pregou Bíblia e sua "teologia" é uma piada.

Em quaisquer das opções, há desrespeito para com a instituição e com nossa denominação.

Que Deus tenha misericórdia.

Mais do que nunca, uma terceira via é necessária.

PS: não entendo a necessidade de alguns irmãos em ver a opinião do pr. Ciro...

Joabe disse...

O que é saber lidar com verdades diferentes ?

Pr Paulo Lemos disse...

Quanto a não conhecê-lo bem, bem, não faço questão, mas tenho certeza que deve ser um cara legal para sair comer uma pizza junto, não tenho dúvidas, agora, porque um cara é “boa praça” devo ignorar suas performances como ícone no arraial pentecostal, em nome dos churrascos e rodízios de pizza? Quanto a apedrejar o irmão com, como você mesmo disse: “pedras afogueadas” de injúria, insultos, calúnias, com vistas a desdourar, deslustrar, infamar, enxovalhar a quem você nem sequer conhece bem, mas só de ouvir falar. Que lista não? É pra matar a gente de canseira logo no início do texto? Você já viu como esse “manso cordeiro” se manifesta em relação aos seus desafetos? Segue um exemplo de como isso se dá, segue um trechinho do equilíbrio do nobre servo em negrito (destaque meu): “Continuando a chamar o internauta Wagner Lemos (que edita o twitter Web Evangeslista) de demente, Marco Feliciano postou: ” rssss perdão? Por expor um demente que nem o rosto mostra? E fala mentiras? Rssss”.

Para um ministro evangélico que também o criticou pelas suas grosserias respondeu: “rsssss xingando? Acorda você também… E cresce um pouco e não seja idiota também” e continuou suas alfinetadas: “respostas inteligentes pra pessoas inteligentes… Pra tumultuadores que querem se aparecer CAJADADA NeLES”. “Tumultuadores, desconhecidos que querem holofotes, fakes, idiotas e dementes de plantão: VAO PLANTAR BATATAS! rsssssssss”

Paro por aqui, não tenho tempo nem interesse para continuar analisando seus argumentos posteriores, até porque são mais graves, e se em um argumento simplório como o inicial, me rendou a digitação de inúmeros caracteres, imagine o quanto eu precisaria escrever para comentar os demais, aqueles em que o senhor resolve teologizar... Não estou sugerindo que não tenhas preparo ou conhecimento para isso, só que às vezes, justamente por causa do preparo e do conhecimento, alguns (nesse caso você) caem no erro de defender o indefensável.
O senhor simplesmente fez uma lambança, porque na tentativa de defender o “menininho” de Brasília e toda a jogada política para aceitação do mesmo, coloca os contrários como injustos, comete um erro maior, “vilãnizar” os contrários, coisa que nem os contrários ( “homens desalmados, cruéis, intolerantes... fora do Reino”) fizeram em relação ao seu “menininho”. Outra coisa, o AMOR não poder servir de desculpa para em nome da TOLERÂNCIA DO AMOR, se abrir mão da verdade, da coerência... A sim, essa verdade não é a nossa tá bom? É a VERDADE da Palavra, que pode ser aferida num primeiro nível de leitura, não precisa ser teólogo, exegeta, mago, reverendo... (escrevi reverendo em minúsculas de propósito tá?)


Ao dono do Blog

Ao amado pastor que vai viabilizar ou não a veiculação desse texto na sua página, fique a vontade para não aprová-lo, outra coisa, estou mandando em duas partes, sendo que a última vai aparecer para o senhor por primeiro, mas assim que se unir ao segundo envio, o texto estará completo. Obrigado.

Pr Paulo Lemos disse...

Ao nobre Reverendo que discorda do Pr Geremias do Couto, e por conseguinte de outros que "ousaram" opinar contrariamente a este ato tão "honrado", "justo" e "altruísta", o de receber na CONFRADESP o "menininho" de Brasília.
Um bom léxico e uma razoável redação, não nos cega ou nos obriga a concordar com um argumento incoerente, seguindo o seu raciocínio e a sua forma de argumentar, é possível elaborar um texto dizendo que Deus não existe, ou que Deus não É, ou como “construir” uma corda de areia. Que marabalismo para pintar como “culpados” e sem amor aqueles que rejeitam ou consideram incoerente a decisão da CONFRADESP. As palavras que formam as orações podem ser manipuladas por nós como um joguinho de lego, isto não significa que o objeto final, a mensagem seja coerente.
Vamos por partes:
O Pastor Marco Feliciano não é mais nem menos pastor como qualquer um de nós, pastores falíveis e de dura cerviz. Por favor, não queiram apedrejar o irmão com “pedras afogueadas” de injúria, insultos, calúnias, com vistas a desdourar, deslustrar, infamar, enxovalhar a quem você nem sequer conhece bem, mas só de ouvir falar.
O referido pastor, não é mais nem menos pastor como qualquer um de nós, por isso o tratamento deveria ser o mesmo de outros que se engendram por caminhos e alianças que comprometem o Evangelho e o nome da Denominação a que pertencem. Por muito menos do que isso, muitos pastores “comuns” já foram “queimados” pela “nossa” inquisição e não são bem vindos nem como membros em muitas igrejas locais Brasil afora. Alguns, por emitirem uma simples opinião discordante sobre administração por exemplo, mesmo que em particular, com zelo, ética e temor, “entraram” na zona dos indivíduos “perigosos e a serem evitados”. No caso do “menininho” de Brasília, o dano é maior do que qualquer um desses poderia causar, por isso, sem nenhum tratamento especial, nem para melhor nem para pior, critérios deve ser seguidos...

Anônimo disse...

Eu já tinha falado sobre isso nesse blog há algum tempo, desde qdo o pr.Deputado PAulo Freire levou o pr. Marcos (Marcos memso) Feliciano a pregar na sua igreja em Campinas.

Lembra pr. Carlos?

Se cumpriu!

Pr. MF hje é membro notável da CONFRADESP e se ele ficar contra SC, será um dos oradores da proxima AGO. Tudo é politicagem barata nessa CGADB dirigida por JW.


E agora o MF mostra aquelas cartas em que a COMADESP negou seu pedido de filiação 2 vzs.

MF ainda diz assim: Eu que pensava numa Convençãozinha... Deus me deu a mais famosa do Brasil A CONFRADESP e ainda sendo recebido como membro notável pelo presidente da mesma.

(Durma com um barulho desses)

Moises Araujo

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro Moisés Araújo,

A Paz do Senhor!

Postei aqui apenas uma informação da nação assembleiana, simplesmente por ser verdadeira, e acima de tudo notícia que é de interesse geral, os comentários que o digam.

Como fui citado pelo amado, assim como a COMADESPE - Convenção na qual coopero como Vice-Presidente Executivo, entro no debate apenas para expor meu pensamento a respeito:

Em que pese todas as honrarias mencionadas, da qual foi merecedor o citado pastor na convenção em epígrafe, eu Pr. Carlos Roberto Silva, se porventura por qualquer motivo esse assunto viesse mais uma vez à baila na convenção a que pertenço, declaro aqui que o meu voto pessoal seria o mesmo, ainda que todos dissessem "sim" e o meu "não" fosse apenas um "votinho" vencido.

Nada contra o referido pastor, mas sim contra suas atitudes, as quais não conferem com os ensinamentos por mim recebidos, e que pela misericórdia de Deus, ministro aq outros na Igreja onde sirvo ou onde sou chamado para ministrar.

Se houver mudança de postura, poderei mudar meu pensamento, caso contrário é isso, com todo prejuízo que possa ter por essa postura, mesmo dentro dos quadros onde sirvo, com o próprio e seus admiradores.

Amar não é passar a mão na cabeça daquele que erra, mas aconselhá-lo e exortá-lo (incentivá-lo) a se consertar.

A credencial de qualquer convenção regional ou mesmo da nossa querida CGADB, não mudará a postura do referido pastor, pelo contrário, dará legalidade a ela, e facilitará a formação de mais obreiros discípulos com a mesma formação.


Salvo melhor juízo, é o que penso!

Seu conservo em Cristo, apostando para que haja essa mudança e assim possa postar aqui um artigo admitindo isso.

Pr. Carlos Roberto Silva

Sóstenes Cavalcante disse...

Ah Que SAUDADE eu Tenho!

Saudades do tempo em que nas Assembleias de Deus Pastor que trilhava a via política deixava de presidir igreja ou até mesmo pastorear. Aliás político não evangélico não subia no púlpito.

Dar cheques sem fundo causava vergonha, saudade.

Pastores que se separavam de sua esposa, se afastavam do pastorado... Saudade. Hoje já fazem até contrato e continuam pastoreando, o pior é continuam membro da Convenção Estadual e da CGADB e ainda escreve aqui no Blog do meu amigo Pr. Carlos como se fosse "santo".

Saudade de quando um pastor era CONDENADO pela Justiça e era imediatamente afastado da Convenção e da igreja. Hoje é condenado e ganha carta de apoio do presidente da CGADB.

Confesso que só não tenho saudades de Daniel Berg e Gunnar Vingren, pois se os "coitados" estivesses vivos hoje, tomariam a mesma atitude de Jesus, jogariam tudo pra cima dizendo: ISSO NÃO É A ASSEMBLEIA DE DEUS!!

Oh! Que SAUDADE eu tenho da minha Assembleia de Deus!! Saudades, saudades e saudades...

Anônimo disse...

Pr. Carlos,



Entendo perfeitamente e concordo com o irmão.

O pior mesmo é que essa credencial legaliza as aberraões que o pr. Marcos prega, e ele aproveita a situação para "provar" que foi injustiçado e que tinha razão e agora sua "inocência" foi comprovada!

Que coisa hein?

Até penseo o que ele falará nos Gideões de 2012 sobre o assunto!

Moises Araujo.

claudiopimenta disse...

nao tenho a menor condiçao de adcionar mais nada em meio a tao grandes e honrados homens que aqui tem comentado!


so acho interessante e que esses elementos tem titulos de missionarios e pastores mas nao fazem missao e nem pastoreiam


e o pior de tudo e que ainda recebem por isso


queria ver esses caras VIVENDO aqui com 200 reais por mes isso mesmo 200 reais por mes precisando caminha 50 km para tomar banho
lavar roupa e buscar agua para beber em lombo de jumento

apos 2 anos aqui ai sim PODEM SER CHAMADOS de missionarios

DESAFIO qualquer deles a adotar um missionario

com um salario digno para trabalhar no evangelho

agencia 0031
conta 624152-3
operaçao 013
Deus vai cobrar prestaçao de contas desses caras que vivem como marajas enquanto tem irmaos nossos aqui comendo EM PLENA 15 horas FARINHA com CAFE!

Pb DIRCEU disse...

NA VERDADE O QUE ERA ERRADO ONTEM, PODE NÃO SER ERRADO HOJE, O QUE ACONTECE QUE AQUELES QUE ERAM ERRADOS NO PASSADO E ATE PERDERAM SUAS CABEÇAS, HOJE JA NÃO SÃO OS ERRADOS,INCLUSIVE SÃO OS HEROIS DE HOJE, NA VERDADE TEMOS QUE REPENSAR SE REALMENTE ESTAMOS CERTOS ANTES DE FALAR, POIS PODEMOS SE ACHAR ENQUANTO AQUELE EM QUEM ATIRAMOS PEDRAS TAMBEM ERA NOSSO IRMÃO QUE APENAS ESTAVA QUERENDO SER ACEITO, LEMBREM DA HISTORIA DE JOSE, E HORA DE REPENSAR SE ESTAMOS NO RUMO CERTO OU NÃO, RESUMINDO, SE OS LIDERES DA CONVENÇÃO O RECEBERAM, POR QUE A GRANDE MAIORIA NÃO ACEITA, SE ACEITA POR QUE NÃO QUESTIONA O S LIDERES, AFINAL QUEM E QUE ESTA ERRADO?

Pastor Geremias Couto disse...

Meu nobre irmão, amigo e pastor:

Nos meus comentários anteriores em resposta ao reverendíssimo Paulo César Lima, evitei mencionar o não recebimento do dito pastor na COMADESP por entender tratar-se de uma questão "interna corporis". Não queria, de minha parte, trazer essa honrada instituição para o debate.

Mas os seus esclarecimentos dados ao Moisés de Araújo ajudaram a trazer um pouco mais de compreensão sobre os motivos pelos quais esse assunto ainda está rendendo.

É lamentável que o mencionado cidadão, por não ter sido recebido na COMADESP e agora estar na CONFRADESP, considere a primeira uma "convençãozinha". Pois essa "convençãozinha" foi muito mais justa do que a "convençãozona", porque os motivos para não ter sido aceito ainda permanecem.

Parabéns a CONMADESP, uma covenção cujos pastores honram a Bíblia.

Abraços!

claudiopimenta disse...

ei senhores ei deixem o falaciano e seus amigos se acabarem e se condenarem


invistam nas regioes e povos nao alcançados pelo evangelho no brasil

epa nao mandem missionarios para o piuai nem para o ceara nem alagoaas ou pernambuco

mandem para as zonas rurais nas menores cidades de menor idh

sustentem esses obreiros

voces vao ganhar mais

claudiopimenta disse...

aqui nesta regiao tem varias pessoas na mais decadente miseria e pobreza


cavem poços artezianos
costuram cisternas pára matar a sede do povo


mandem obreiros

vem com suas tecnicas academicas beber agua da cor de cafe com leite

e pregar o evangelho


SUSTENTEM A OBRA MISSIONARIA NO SERTAO

temos uma africa no brasil meus amados


o que a igreja do sul e sudeste tem feito ?


estao investindo seu dinheiro em que ?


em desputas politicas ?
em salao de bela para ass esposas ?
na educaçao dos seus filhos nos melhores colegios ?
nas melhores grifes ?

quanto custou os palitós ?

quanto custa seu carro ?


quanto ivestem em missoes ?

claudiopimenta disse...

estou tentando intender a linguagem em de alguns aqui mas estou precisando de um dicionario sao homens tao cultos tao intelectuais tao cheios de tecnicas CLARO que nao vou generalizar



QUERIA VER alguns no sertao andando a pe ou de lombo de jegue

ganhando o sertao idolatra e sofrido para jesus

claudiopimenta disse...

senhores estou precisando de 200 reais para fazer uma cesta basica pra uma familia e comprar 5 pares de chinelas ou calcados para uma familia aqui que esta se alimentando de farinha com cafe

e o dono da casa e trabalhador mas a seca matou sua plantaçao

esta vivendo com o bolsa escola


alguem se habilita e vir conhecer a zona rural entre tanque no piaui e serra de salitre ?

agencia 0031
conta 624152-3
operaçao 013

vou esperar para ver a prova do cristianismo!

Edinei Siqueira disse...

É Claudio Pimenta, penso igual a você.
Onde estão os "conferenci$ta$ que só pregam para crentes em grandes catedrais? Por que não pregam nas favelas, no mato, nos vilarejos? As vezes vejo fotos de pregadores em lugares turísticos, como Londres, Nova York, e outros lugares da Europa, mas não vejo fotos deles no Haiti, Iraque, Irã, Paquistão, Eritréia, Africa, e sertão do Brasil.
Gastasse tanto dinheiro com eventos gospel para divertir os evangélicos com shows e oba, oba, onde não há espaço para a Exposição do genuíno Evangelho, mas não se investe no mais importante. E aí cantore$ e pregadore$ que cobram cachê, o que vocês vão dizer para o Senhor naquele dia? E os pa$tore$ políticos que só pensam em convenções, não se esqueçam das conversões. Ainda é tempo de se arrependerem.

Pb. Edinei, Th.B

Pastor Geremias Couto disse...

Caro irmão Cláudio Pimenta:

Quando tiver a oportunidade de passar por sua região, o que, espero, seja breve, quero ter o prazer de montar em lobo de jegue, comer farinha com café, rapadura com carne de sol (se tiver) e tudo mais que um missionário experimenta.

Já fiz isso algumas vezes no interior do Pará, do Amazonas, do Nordeste, e ainda faço em minhas visitas às casas de chão batido e paredes de madeira nas favelas de Teresópolis, por incrível que pareça a cidade mais favelizada do Estado do Rio de Janeiro.

Tive a mesma experiência ano passado, desta vez fora do país, em visita missionária por uma semana à cidade de Piura, no extremo norte do Peru, em cujas redondezas há dezenas de cidades sem o evangelho, e onde predomina o feiticeiro como o manda-chuva.

Quando Secretário-Executivo da SENAMI, órgão da CGADB, em tempos idos, tive também a iniciativa de implantar o Projeto de Adoção de Obreiros, cuja finalidade era adotar missionários em áreas como as que o irmão menciona. Só não sei se continua em execução.

Mas certamente a Terceira Via tem isso como um de seus pétreos paradigmas.

Ore por nós. Ajude-nos na intercessão.

Abraços em Cristo.

Pr. Carlos Roberto disse...

Caro irmão Cláudio Pimenta,

A Paz do Senhor!

Para que a informação fique completa, não esqueça de mencionar aqui o nome do banco a que pertence essa conta!

Alguém lendo esse comentário poderá ser sensibilizado pela ação do Espírito Santo.

Indenpendente disso, se quiser enviar um relatório do seu trabalho com fotos e o que mais for necessário, publicarei aqui um post sobre o trabalho missionário realizado pelo amado.

Existem homens de Deus para todas as frentes de trabalho, saiba que estou à disposição do Senhor para aquilo que for útil na sua obra.

Assim como disse o pastor Geremias do Couto, registro que a maioria das congregações do Ministério onde sirvo, estão em áreas de periferia e muitas em favelas, sem falar nas cidades do sul de Minas Gerais. Trabalhamos na região sudeste com reflexos em lugares carentes, mas glória a Deus por isso.

Quanto ao seu trabalho, louvo a Deus pela sua vida e Deus o recompensará por isso.

Conte conosco naquilo que estiver a nosso alcance.

Não esqueça de mencionar o Banco aqui nos comentários.

Seu conservo em Cristo,

Pr. Carlos Roberto

Mozart Paulino disse...

Lamentável.

Mas, respeitosamente, imaginava que pela forma como andam as coisas, isso aconteceria a qualquer momento.

É a consequência do amor a si mesmo: um sinal da proximidade do arrebatamento.

Paz.

MSP

claudiopimenta disse...

nobrissimo pastor Geremias do couto

o senhor e um dos homens crentes que honra as calça que veste nesse pais


nao quero generalizar na critica

claudiopimenta disse...

Nobrissimo pastor Carlos Roberto

a cont a e

agencia 0031
conta 624152-3
operaçao 013

caixa economica federal
esta no meu nome mesmo
francisco claudio pimenta medeiros


com relaçao as fotos favor passar o email que envio
fcpmedeiros@gmail.com

claudiopimenta disse...

senhores com relaçao a obra missionaria tem acontecido uma coisa meio estranha

sao enviados missionarios para o p iuai por exemplo e eles sao absolvidos para serem segundos dos
pastores nas cidades

precisamos desse homens nas zonas rurais das cidades menos evangelizados


precisamos de treinamento

claudiopimenta disse...

nobrissimo pastor geremias do couto

sera o maior prazer

dentro das nossas possibilidades nos avise com andecetencia que providenciaremos uma aguazinha saudavel para beber pois a daqui da infecçao intestinal em todos os visitantes e uma acomodaçao pois nao dispomos nem de uma simples pensaoaaqui na lagoa dos crioulos um antigo quilombola em extrema pobreza

Clóvis Gonçalves disse...

Irmão Claudio Pimenta,

Tento imaginar como o irmão vê discussões sobre o recebimento do mercenário Feliciano numa Convenção da AD a partir da sua realidade no campo missionário. Tenho a lhe dizer duas coisas, se me permite.

Primeiro, não perca o foco. O Senhor o chamou para a obra missionária, e esta não se caracteriza por facilidades. A começar pela oposição do inferno e chegando na omissão generalizada por parte dos crentes, que pagam horrores para um show gospel mas não dão o troco da coca-cola para missão. Mesmo assim, o Senhor, no Seu tempo e do Seu jeito irá cumprir o Seu propósito. Portanto, continue o seu labor e não se distraia por politicagem como a noticiada neste post.

Tenha em mente também que nem todos os que se posicionam contra a essas questões o fazem apenas pelo sabor da polêmica. Há defensores da verdade, sendo que um dos que escreveram aqui tem parte em minha formação doutrinária, e entre outros levaram-me a me considerar um assembleiano de coração sem nunca ter pertencido a essa denominação. E saiba que homens assim, são tão necessários à saúde do Corpo de Cristo como o pessoas como o irmão o são para o progresso do evangelho.

Não deixemos que maus obreiros afetem a comunhão e a cooperação entre homens de Deus, da cidade e do campo missionário.

Em Cristo,

Clóvis

claudiopimenta disse...

pastor carlos roberto

envie algumas fotos do trabalho para seu email

Pr. Carlos Roberto disse...

Prezado Cláudio Pimenta,

Meu e-mail principal:

carsavis@superig.com.br

Um grande abraço!

Seu conservo,
Pr. Carlos Roberto

claudiopimenta disse...

presdetinado clovis rs!rs!


estamamos predestinados para esse comentario

rs! rs!


Sem duvidas sei que tem homens como o pastor geremias e o pastor carlos roberto entre outros homens de carater que tem trabalhado pelo evangelho sem medir distancia


quero aproveitar esta oportunidade para sugerir aos senhores que adotem ou treinen missionarios locais aqui do sertao para voltarem e regarem o evangelho no sertao nos sitios e oznas rurais


com relaçao como recebo esta questao sem duvidas meus amados fico muito triste muito triste mesmo em ver BAGATELAS de dinheiro sendo gasto com superfluos e babaçao de vultos evangelicos

enquanto missionarios anonimos no sertao vivem com o bolsa escola do governo federal
aqui mesmo onde estou tem obreiros que nao podem colocar gasolina na moto emprestada para dirigir cultos pois tem locais que a asolina aqui custa ate 5 reais isso mesmo 5 reais

conheço pessoas aqui obreiros homens de Deus que nao podem enviar grana para campanhas de tv pois sobreviem com 166 reais por mes

como vao prosperar ? cade a igreja ? os pastores ? os sustentadores da obra ?


MAS RECONHEÇO o papel de apologistas e apologetas defensores da palavra como o pastor geremias do couto e pastor carlos roberto sem duvidas


mas a igreja de modo geral poderia mesmo fazer mais

e muito simples queridos

selecionem as cidades menos evangelizadas e com menor idh do sertao do brasil


e mandem obreiros para esta seara
se ficarem pelo mesnos um ano no campo missionario e ganharem almas ai sim podem ser consagrados a missionarios evangelistas e pastores


mas consagrando pastores como estao sem o cara nunca ter ido ao campo

nao saber o gosto de agua de barreiro da cor de cafe com leite e muito facil herdar o pastorado do pai do avô e ser consagrado a pastor diretamente do gabinete de um seminario

claudiopimenta disse...

clovis grande eleito rs!

se eu fico triste imagina ai JESUS ver rios de dinheiro sendo gasto com baboseiras enquanto as almas morrem

de fome fisica mesmo e de fome espiritual


em cada cidade temos as zonas rurais

so para citar como exemplo daqui de onde estou morando rodei uns 200 km de moto numa estrada carroçal e nao encontrei uma unica igreja evangelica pregando o evangelho

um unico crente!


cade os meninos que se forma nas escolas teologicas ?

a maioria mesmo vai gritar nos grande congressos de vaidades ou ficam detras de biros de secretarias de missoes so com titulos


outra coisa ! o bispo macalister tem mesmo razao a tv cria monstros

a tv consume muita grana dos evangelistas mas infelizmente so o anuncia esta sendo proclamado o ide esta sendo esquecido

a igreja iria crescer mais em poder e graça se seguisse o exemplo dosp pioneiros


evangelismo mesmo de verdade e o pessoal

aqui mesmo tem uns poucos desavisados que mandam 30 reais para certos " missionarios" outro dia morreu um deles imagina ai quem veio fazer o sepultamento de jatinho ou helicoptero ? NINGUEM! foi o pastor anonimo mesmo

claudiopimenta disse...

queridos nao sou contra os grandes homens

os de posiçao

nao sou contra seu sustento
possuirem carro
boa casa etc


isso e digno sem duvidas

Marcos Moraes disse...

Senhores, não vejo problema algum um Ministro do Evangelho pedir desligamento de uma determinada Convenção e ligar em outra filiada a CGADB, ou retornar para a mesmo. Li comentários referindo a pessoa do Pastor Silas Malafaia retornar a CGADB, não encontrar erro algum nisso, uma vez que qualquer Ministro ligado a Convenção que se desligar voluntáriamente por retornar a qualquer momento. Aliás votei a favor do retorno do Pastor Marco Feliciano a CONFRADESP, e se estivesse na CEADER ficaria Honrado se fosse para voltar a favor do retorno do nobre Pastor Malafaia, uma vez que pediu seu desligamente amigavelmente. UMA VEZ QUE O MINISTRO NÃO ESTEJA SOBRE DISCIPLINA ELE PODE SE DESLIGAR SEM PROBLEMA, aliás, acredito que todos os pastores da CGADB tem conhecimento do ESTATUDO e Regulamento Interno de suas Convenções.

Pastor Eduardo Silva disse...

Há um nítido sinal de perda total de rumo e direção de Deus em nossa liderança. Os valores estão invertidos vergonhosamente. O que move atitudes dessa natureza, todos sabem que não é a pureza do reino de Deus. Todos sabem que não se age assim com pessoas comuns, que dois pesos e duas medidas são usadas segundo as conveniencias. Se posso ser sinceso, sinto muita vergonha da minha denominação. Deus anda longe disso tudo. Não entrarei em pormenores por ser do conhecimento de muitos, o que motiva a minha silente indignação. Jesus precisa voltar logo. (Pr Eduardo Silva)

Pr. Jesse Sobral disse...

Caro amigo e pastor Carlos Roberto Silva.
Percebendo que a postagem desta noticia tem causado furor, indignação, debates e embates entre os parcos defensores e a maioria dos discordantes do recebimento do recém eleito deputado federal e também pastor Marcos Feliciano pela CONFRADESP, chamada também de Convenção do Belenzinho, presidida pelo Pr. JWBC também presidente da CGADB, preferi acalmar o meu coração e pensar no que escreveria. Mesmo sabendo que perderia o timer da noticia e dos comentários.
Isto, para evitar o exagero nas minhas palavras, a fim de não me arrepender depois. Pois esperava que notícias posteriores viessem dar luz a iniciativa do referido pastor, como algo de cunho espiritual seja arrependimento, reconciliação, compromisso de mudança, para assim tentar entender toda esta parafernália com bons olhos, ainda que seja difícil, confesso.
Esclareço que nada aqui é contra ou favor do Pr. Marcos Feliciano, sua pessoa, moral, família, mandato, mas só a analise do seu recebimento pela referida Convenção.
Lembrei-me então dos três crivos que devemos estabelecer para fatos e noticias, ensinados, como alguns asseguram, por Sócrates, filosofo grego.
Assim pensei e analisei a luz dos três crivos propostos e dos comentários lidos e relidos:
O Pastor Marcos Feliciano volta a ser filiado a Convenção das ADs Ministério do Belém (CONFRADESP) Isto é verdadeiro, bom e útil?
1º É verdade ou mentira?
Verdade, porem com ressalvas e observações.
Primeiro porque o referido obreiro saiu e ninguém questionou os motivos pelos quais o levaram a fazer isto. Ainda faça-se jus a Igreja Mãe. Belém, é só do Pará, aqui em SP é Belenzinho.
Segundo, o mesmo abriu um ministério na mesma cidade onde congregou toda a sua vida, meses depois do desligamento. Procedimento rechaçado e reprovado pelo Ministério do Belenzinho e pela CONFRADESP, que a época, ainda tinha o Pr. Santana em seu quadro de filiados.
Terceiro, ele não voltou como um ministro apenas, recomendado por um líder, voltou como Pastor Presidente de uma AD que é não é do Belenzinho nem de fato, nem de direito, nem de liturgia, nem usos e costumes, enfim, nada a ver. Assim. As palavras do próprio soam como meia verdade, se é que existe; senão vejamos:
“O filho a casa torna, havia me desligado da CONFRADESP, do Ministério do Belém há algum tempo, mais quero voltar a minha casa, a minha igreja de onde sai e onde nasci...''
A casa dele em primeiro lugar não é nunca foi a CONFRADESP, mas sim a igreja AD de Orlândia, presidida pelo Pr. Santana, ali ele nasceu, cresceu e saiu. A Igreja precede as Convenções, mas as vezes nós esquecemos disto como filho.
Enfim pelo cunho da verdade, ainda haverá muita verdade a aparecer. Pelo menos agora a CONFRADESP se nivela as CONVENCAOZINHAS, como sempre chamaram as coirmãs, num passado próximo, quando recebiam ministérios autônomos.

Pr Jesse Sobral disse...

2º É bom ou é ruim?
continuacao...

2º É bom ou é ruim?

É bom e ruim ao mesmo tempo.
Bom para o Pr. Marcos Feliciano, pois terá a oportunidade de mais uma vez ser liderado, se é que alguma vez se deixou liderar. Poderá rever seus conceitos e procedimentos e mudar no que for preciso. Assim oro para que aconteça. Porem pelo que ouço e me parece, mais foi uma espécie de “volta por cima”, um efeito Zagalo, “agora vocês tem que me engolir”. E isto não é para os companheiros da CONFRADESP que o receberam, mas da COMADESPE que com toda gentileza, respeito e amor, pediu para que esperasse mais um pouco.
Oh!!! Como as Convenções se respeitam, não!!!! Oh! Como somos respeitados pelo SISTEMA.
Bem li nos comentários e concluo que entre “o pulo do gato nas duas vias” a CONFRARIA aumenta a cada dia e cada vez esta mais forte.
É meu caro Paulo Lemos, a gestão eclesiástica do catolicismo esta batendo de longe em nós, tanto no quesito valores, coerência, transparência, ação social, educação, e o que dizer do critério para o sacerdócio; ainda que pese aqui a minha discordância teológica de muito do que ensinam.
Foi bom ainda, pois isto provocou alguns defensores a mostrar o seu rosto. Na verdade, não estão defendendo o Pr. Marcos Feliciano, mas o líder que o recebeu, e creiam, a fatura eles mandam depois, pois tem seus interesses em tudo isto.
É assim mesmo, quando analisamos os “pequenos” somos “pedros”, com a chave da igreja, da convenção, do céu e da terra, para ligar e desligar, queimar e isolar. Quando o peixe é grande, temos que ser “sacerdotes de nós mesmos”, temos que enfiar a violar no saco e engolir tudo o que nós passa aos olhos sem dizer nada, fazendo coro a esse sacerdócio, que como já dizia a Irmã Miriam Libório, a época da DAKE, esta cego, surdo e mudo. NÃO DÁAAAA...............

Condenamos o G12, excluímos o Ouriel e afastamos o Paulo Alves Correa, tudo isto com a pena doutrinaria e apologética de ferrenhos defensores do caso “em tela”. Tudo isto, baseado em fatos notórios e incontroversos, porem, não fomos sacerdotes, mas juízes. Por que agora tem que ser diferente? Por que foi o SISTEMA que o recebeu? Por que o “menino” não tem pretensão de ser presidente de Convenção nem aqui e nem nos EUA, já que sonha com a presidência da republica (e que Deus o faça, se assim for a sua vontade)?
Caro amigo Andre Gimenes, a AD enquanto organização não é uma igreja santa, não se iluda, é pecadora e bastante pecadora. A IGREJA de Jesus Cristo, esta sim é santa e imaculada, e ela esta em todos os lugares. É preciso separar IGREJA das ESTRUTURAS.
Bom ainda, porque mostra que a terceira via é uma necessidade, não uma opção. Isto, para aqueles que ainda acreditam que há um caminho, uma saída para que a CGADB volte a representar os anseios da igreja que representa.

Pr. Jesse Sobral disse...

continuacao....

3º É útil ou inútil?
Útil e inútil.
Temporariamente útil para o SISTEMA que perdeu um grande e respeitado campo na região de Ribeirão Preto, pois o Pr. Santana migrou para a COMADETRIN. Digo temporário, pois só o tempo mostrará o verdadeiro desdobramento deste momento.
Util ainda, porque mais um Deputado Federal “na casa” traz peso político, pois quem tem mandato e voto neste país, tem grande influencia, e aqui por favor me entendam, não dá para avançar mais.
Util para nós porque levanta questões, traz a tona o poder da reflexão que pode gerar mudança. Leva-nos a pensar o que é ou deveria se uma Convenção, para que serve ou a quem deveria servir.
E aqui percebemos o quanto nós afastamos da visão de Reino de Deus, de IGREJA como corpo de Cristo. Afinal de contas, para mim CONVENCAO deveria ser convenção (convencionar pelo exemplo), comunhão, consciência, coerência e consenso, não disputas, negociatas, acirramentos, etc etc etc.......
E ainda tenho que ler que o “diabo esta dando gargalhada” porque poucos “desocupados e canastrão” avaliam uma noticia que diz respeito sim a todos nós ministros assembleianos, e porque não dizer a toda nação assembleiana? Não dá!!!!!!!

O diabo deu gargalhadas sim, mas faz tempo. Foi em 2005 no Rio Centro, em 2007 no Anhembi, em 2008 em Porto Alegre, em 2009 em Vitoria, onde milhões foram gastos pelas partes concorrentes e o clima de guerrilha foi instaurado pelo domínio da CGADB, ou seria da CPAD?
O que dizer dos escândalos financeiros expostos vergonhosamente na mídia? O que dizer do desrespeito sofrido pelo Conselho de Doutrina e Comissão de Apologética da CGADB pelo lançamento da BIBLIA DAKE, totalmente a revelia dos Estatutos e Regimento Interno que deve nortear a Instituição?
Também esta sendo útil caro amigo Pr. Geremias porque mostra que temos que ser mais incisivo sim. Não dá para poupar estes “pseudosprofetas” que querem a fama de Elias, o poder de Elias, mas querem se assentar a mesa de Acabe, beber o vinho da vinha de Nabote, na taca de Jezabel. Continue amigo, o amado não esta sozinho.
Mostra ainda amigo, ao senhor como a outros da blogosfera, que tem compromisso com o Reino e com a Palavra de Deus, que não podemos viver a utopia do respeito a qualquer posicionamento ou fato, principalmente quando o prejuízo é no Reino. Esse discurso que alimentamos que briquem as idéias, discutimos nos campo das idéias, bla, bla, bla, bla...Vale quando a comunhão esta estabelecida e os interesse são comuns, o que no “caso em tela”, não é verdade.
Ademais, idéias não têm vida própria, estão contidas numa mente, que esta num corpo que tem um coração batendo. Ou seja, idéias definem pessoas, seus valores, seu caráter. Amigos, a vida precede a razão, se não fosse assim, não seriamos contra o aborto indiscriminado. Dito isto, concluo que quando tomamos um posicionamento as vezes custa caro, e o amado Pr. Geremias já tem experimentado este cálice. Mas Deus o ajudará e nós também.

Pr. Jesse Sobral disse...

continuacao....

Finalizando, lembro-me de uma estória contada por Rubens Alves sobre gatos e ratos, que me fez refletir sobre o acontecido, e o porquê que muitas pessoas se propõe fazer a diferença, porem quando são cooptadas pelo SISTEMA, desistem.
Tinha um grande gato e uma grande queijo. Todos os ratos da casa o desejavam. Falam em solidariedade, em divisão justa, etc. Um dia percebeu-se que o gato não estava. Então enviaram um rato para espiar. Creio eu que era um rato fraco, magrinho, porem rápido. Foi e logo voltou com a noticia. Realmente o caminho estava livre. Saíram ordenadamente com os mais fortes a frente. Conquistaram o queijo e trouxeram para o escoderijo. Quando todos achavam que a divisão justa seria feita, poucos ratos dos mais fortes cercou o queijo e foi empurrando os mais fracos para trás. Salvo o queijo, agora da ratinhos, bradou o mais forte: “É preciso regras. Primeiro vamos ver o que nós os mais fortes vamos conseguir comer. O que sobrar repartiremos com vocês.”
Moral da estória: RATO + QUEIJO = GATO....rsrs

Que Deus nos guarde dos gatos, dos ratos e dos queijos.

Fiquem na paz.

Anônimo disse...

Depois dessa eu entendi quando Infeliciano disse que pretende ganhar o eleitorado politico de Ribeirão Preto, pois, segundo suas palavras, teve apenas cinco mil votos para deputado em R.P. , é porque os assembleanos legitimos não votaram nele. Agora o mesmo pretende eleger-se Senador(sic), e quer ganhar o voto de todos os evangelicos de Ribeirão Preto. E a sua tatica SAGAZ foi pedir filiação a CONFRADESP novamente. Já virou politico nato, hábil, sagaz, presunçoso, egoista e mentiroso.
Cuidado assembleianos, vamos abrir o olho com esse CARA que disse num
show VOZ (unicistas) DA VERDADE? que: SE EU FOSSE UM PASTOR ASSEMBLEIANO NEMPRECISARIA DE PÚLPITO, USARIA MINHA BARRIGA PRA COLOCAR A BIBLIA QUE NEM OS PASTORES (GORDOS) DA ASSEMBLEIA DE DEUS. Depois dele falar publicamente, e deixar gravados em cds suas palavras, ainda assim os pastores que ele chama de "barriga-púlpito" numa afronta a homens de Deus, os mesmos aprovam seu retorno em nosso meio. O QUE È ISSO. Não podemos nos calar. Como diz certo apresentador de televisão: "ISSO É UMA VERGONHA"
Avante vamos PR. GEREMIAS DO COUTO. Unidos temos que combater essa PIRATARIA DITA EVANGÉLICA.
Antonio Guiomar - Cascavel Pr.

claudiopimenta disse...

infelizmente falta moral
faltam principios biblicos
falta biblia mesmo na liderança


nao vou nem falar no caso dos pastores politicos que abraçaram causas nao cristas junto com a dilma e o manoel ferreira!

esse povo esta lendo a biblia de sao cipriano ?

Tamiris Pereira disse...

É como disse o nosso irmão anônimo, como Orlândia agora faz parte do campo de Rib Preto, que não faz mais parte da Confradesp, essa seria uma oportunidade de ambos os lados Masco Feliciano e Belém, porém só vejo jogo político, e Feliciano não tem nada a ver com a autenticidade da palavra que , pelo menos a maioria das ADs presevam!! Laméntável!!Mais que lamentável!! Eu me pergunto onde nossas igrejas vão parar?? Que Deus levante seus remanescentes que venham mudar esse quadro!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...