domingo, 11 de dezembro de 2011

Assembleia de Deus em Taubaté elegerá hoje seu novo Pastor Presidente


Templo-Sede do Ministério da AD Taubaté


A Assembleia de Deus, Ministério de Taubaté (SP), que foi liderada por mais de 50 anos pelo ilustre pastor José Ezequiel da Silva, ex-presidente da Convenção de Ministros das ADs em São Paulo e Outros (COMADESPE), hoje jubilado com 93 anos, neste domingo, 11 de Dezembro, através de cerca de 250 ministros estará elegendo seu novo Pastor Presidente.

Pastor José Ezequiel da Silva
O novo líder receberá a responsabilidade de zelar e conduzir uma estruturada AD, com mais de 500 congregações no Brasil e exterior; pastor Ezequiel deixa a liderança do Ministério por não ter mais condições para estar na condução do trabalho pela avançada idade.

Pelas informações que obtivemos, são candidatos ao cargo os seguintes pastores:

Pr. Euzébio Estevaão Pereira - Genro e atual Primeiro Vice-Presidente
Pr. Natanael Silva - filho e atual Segundo vice-Presidente
Pr. Luiz Francisco dos Santos - Atual Primeiro Secretário
Pr. Hermes Mendes Barros - Pastor Auxiliar do Ministério

Oremos para que a mão potente de Deus conduza em paz esta sucessão ministerial; que o líder eleito esteja no centro da vontade de Deus e conduza a igreja com sabedoria e paz até o dia em que o Senhor permitir. Aguarde neste mesmo blog o resultado da eleição que tem quatro pastores como candidatos ao cargo.

2 comentários:

Laudinei disse...

50 anos como presidente, isto esta parecendo um império.E pior entre os 4 candidatos citados o nepotismo corre solto, um filho e um genro. E mais: democraticamente não deveria ser o povo a votar? O ministerio só teria representatividade e legalidade moral para votar se fosse escolhido pelo povo, mas no esquema onde o presidente escolhe os ministros e estes votam a democracia passou longe. INfelizmente este é quadro não só desta igreja mas da maioria.
Que fique o exemplo de Curitiba onde o povo pode votar.

Pr. Carlos Roberto disse...

Amado irmão Laudinei,

A Paz do Senhor!

Considerando seu comentário, sei que o amado sintetizou a fala, baseada que no que tem sido a regra geral em nosso meio assembleiano, porém, acredito também que o amado não conheça o pastor José Ezequiel da Silva como eu conheço, e nem como o mesmo assumiu a Igreja em Taubaté, e por isso chego a relevar a situação.

Quanto a sucessão, saiba que não houver qualquer interferência do mesmo, até porque se isso fizesse teria o seu peso, mas não o fez.

O filho e o genro tinham o direito de se candidatarem, assim como qualquer pastor do Ministério e por isso o fizeram.

Como o amado verá no post que publicarei daqui a pouco, o resultado passou por longe da família.

Grato pela preferência da sua honrosa visita, assim como pelo comentário, o qual me deu a possibilidade de esclarecer o fato. Mesmo não sendo da AD Taubaté, compartilho com os companheiros de lá muito de perto.

Um grande abraço e volte sempre!

Seu conservo em Cristo,
Pr. Carlos Roberto

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...