segunda-feira, 11 de novembro de 2013

RÁDIOS AM's serão transformadas em FM's a partir de Janeiro/2014 - Saiba tudo aqui

Presidenta Dilma Roussef

Dilma roussef assina Decreto que transforma as rádios AM's em FM's a partir de Janeiro de 2014



Conforme amplamente noticiado e acompanhado pelo setor de rádio brasileiro e pelo Tudo Rádio, a presidente Dilma Rousseff  assinou hoje o decreto que possibilita a migração das rádios AMs para a faixa FM. O tema já era uma reivindicação antiga do setor e hoje passou a ser de conhecimento nacional, acompanhado de perto por toda a população brasileira através da repercussão da assinatura do decreto. As emissoras AMs interessadas terão 1 ano para solicitar a mudança para a faixa FM e o Ministério das Comunicações verificará a disponibilidade de canais em FM. Nas regiões mais populosas do país, onde há uma grande concentração de rádios em FM, o AM deverá utilizar uma faixa estendida em frequência modulada.


Em regiões que já contam com um elevado número de estações em FM, o rádio AM deverá migrar para a faixa que está sendo chamada de “FM estendido”, compreendido entre os canais 76 a 88 MHz. Esse processo deverá ser intensificado conforme a televisão migre por completo para a transmissão digital, já que a faixa do FM estendido é compreendida justamente pelos canais 5 e 6 de TV analógica. Porém alguns centros importantes, com destaque para capitais das regiões Norte e Nordeste, além de determinadas localidades do interior do país, poderão ter suas AMs fixadas na faixa convencional do FM (88 a 108 MHz), acelerando esse processo. A estimativa da Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) é que 90% das 1.784 emissoras AM passarão a operar na faixa FM, ação que não será obrigatória.

Durante o evento de hoje em Brasília o Ministro das Comunicações Paulo Bernardo lembrou que muitos receptores que estão a venda no mercado não possuem mais a opção de sintonia da faixa AM, com destaque para os rádios automotivos. A expectativa do meio é que a mudança do AM para o FM torne mais fácil a recepção por parte dos ouvintes. Bernardo também lembrou que será necessário que a indústria trabalhe da elaboração e venda de receptores que disponibilizem a faixa estendida, uma necessidade futura nos grandes centros. Alguns aparelhos já disponibilizam essa opção quando o ouvinte muda a forma de recepção de Banda Americana para a Asiática (que começa em 76 MHz). Alguns celulares com FM e rádios automotivos disponibilizam essa opção.

Bernardo informou também que os radiodifusores interessados na migração poderão protocolar requerimento no Ministério a partir de 1º de janeiro de 2014. E mais: quem quiser se manter na AM poderá manifestar interesse em ampliar a cobertura nessa faixa. O ministro também informou que durante um certo tempo será permitido que as rádios transmitam em AM e FM, para que haja a migração da audiência “sem sobressaltos”.

Dilma afirmou que migração que acabou de autorizar vai melhorar a qualidade de transmissão, com menos ruído e interferência e vão manter e ampliar o seu número de ouvintes, também aumentando o poder de negociação das emissoras na área comercial. Apesar do tema internet e aplicativos ter sido destacado no discurso de Dilma Rousseff, o celular também passa a ter um papel importante na disseminação do rádio AM em FM: boa parte desses aparelhos atuam com recepção de emissoras em FM, porém ignoram a faixa AM. Esse fato deixará de ser um problema com a migração.

Durante a cerimônia o presidente da Abratel (Associação Brasileira de Rádio e Televisão), Luiz Claudio Costa, presenteou Dilma com uma camiseta da campanha “Eu amo o Rádio”, lançada hoje pela entidade.

Outro destaque foi a lembrança do tema “flexibilização do horário de transmissão da Voz do Brasil”, abordado por Daniel Slaviero (presidente da Abert) em seu discurso. Clique aqui e saiba mais.

No início dessa semana o Tudo Rádio ouviu Eduardo Cappia, diretor e membro do comitê técnico da Aesp - Associação das Emissoras de Rádio e Televisão de São Paulo, profissional que explica aos leitores do portal os detalhes que envolvem essa migração das AMs: clique aqui para acompanhar.

MEU COMENTÁRIO

Essa era uma medida esperada hà muito tempo pelos concessionários das Rádios AM's, um seguimento da radiodifusão brasileira, praticamente sucateado. As grandes redes, adquiriram concessões de rádios FM's e passaram a transmitir em frequência modulada, suas programações originadas nas antigas AM's.

Fonte: Tudo Rádio

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...