segunda-feira, 14 de março de 2016

Malafaia critica PT e diz que o povo vai “botar essa cambada fora”

O encerramento da manifestação pró-impeachment em Brasília ficou a cargo do pastor Silas Malafaia. Afirmando estar ali como cidadão, fez um breve discurso, onde lembrou a premissa constitucional que o poder “emana do povo”. “O povo põe e o povo tira”, bradou.
Como já vem fazendo em seu programa de TV, lembrou que os políticos precisam se posicionar diante dos escândalos. Lembrou ainda que tem sido perseguido por se manifestar contra o PT e que já tentaram “cooptá-lo”. “Eu não vou ser comprado por esses vagabundos. Fora o PT! O povo brasileiro vai botar essa cambada fora”, finalizou.
Logo em seguida, marcando o encerramento da manifestação, foi executado o Hino Nacional. No trio elétrico em que ele subiu também estava Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Marco Feliciano (PSC-SP), que era esperado, não compareceu ao evento.
Segundo as autoridades, havia cerca de 100 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios. Contudo, os organizadores divulgaram que o número chegou perto de 200 mil.
Silas Malafaia foi presenteado com um Pixuleco pelo MBL.
Silas Malafaia foi presenteado com um Pixuleco pelo MBL
Segundo o site Congresso em Foco, quando Malafaia foi anunciado, um pequeno grupo ensaiou vaias. O deputado Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ), que estava junto com o pastor Silas, destacou a importância de líderes religiosos participarem de atos políticos. Ele comemorou que o protesto deste 13 de março foi o maior já visto na capital federal.
Além de Sóstenes, acompanhavam Malafaia os deputados Osmar Terra (PMDB-RS), João Rodrigues (PSD-SC) e Alberto Fraga (DEM-DF). Eles estavam acompanhados pelas suas famílias.
Todos foram saudados por apoiadores, tirando fotos com várias pessoas. Durante a caminhada, puxaram gritos de “fora PT”.
Um vídeo com 15 segundos, postado por Malafaia nas redes teve mais de 300 mil visualizações e cerca de 12 mil compartilhamentos. A maioria dos comentários agradecia ao pastor pelo seu posicionamento firme e constante contra o PT.

Fonte: Gospel Prime

MEU COMENTÁRIO:
Não discuto o conteúdo da crítica cidadã do Pr. Silas Malafaia, no entanto, entendo que exagera na forma do protesto, assim como nas palavras, principalmente em se tratando de um líder religioso. Entendo também ser o seu particular estilo, no entanto, o cargo e as funções exercidas exigem moderação e equilíbrio. Oremos!
Para uma boa audição
Desligue o áudio do Stúdio Rhema no
Canto esquerdo do blog.

4 comentários:

Eliseu Antonio Gomes disse...

Pastor Carlos.

Consideradas e salvaguardadas todas as proporções, vejo a militância de Silas Malafaia como foi a do Pastor Martin Luther King, que fez política - não a política partidária - em favor dos direitos civis dos negros norte-americanos.

Abraço.

Eliseu | http://belverde.blogspot.com.br

Mario Sérgio de Santana disse...

Acompanho minimamente os programas do pastor Silas, e vejo em tudo enormes contradições. No próprio meio eclesiástico o senhor Malafaia é contestado por práticas ousadas de arrecadação de fundos para sua obra evangelística. Pessoalmente não consigo admitir as supostas "palavras proféticas" de algum dos seus convidados que, em nome da fé, tentam arrancar dinheiro dos ingênuos telespectadores.

Será que a corrupção política é um pecado maior que a desenfreada busca por recursos financeiros em nome de Deus? Exigir moralidade, e ao mesmo tempo promover doutrinas espúrias com a finalidade de erigir um império eclesiástico é algo que realmente não me comove.

odair vieira disse...

Pr.silas malafaia, grande homem de Deus, compromisado com a família não fica atrás de escritório escondido não sai pra rua contestar junto com o povao brasileiro sofrido grande exemplo dun homem de deus

WESLEI ROCHA disse...

Mário Sérgio de Santana, certamente, nada é mais trágico e nefasto do que a esperteza em nome de Deus!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...