sábado, 26 de março de 2016

Pastores evangélicos divulgam nota em defesa de Sergio Moro


Conforme informação da colunista Mônica Bergamo do Jornal Folha de SP, a Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil, formada por líderes de igrejas evangélicas como Sara Nossa Terra, Universal, Assembleia de Deus e Batista, divulgou nesta sexta-feira (25) uma nota em defesa do juiz federal Sergio Moro, do combate à corrupção e da punição dos culpados.
De acordo com a colunista, o documento também foi assinado pelo Fórum Evangélico de Ação Política. Segundo o texto a nomeação de Lula como ministro é “uma afronta às instituições”.
Acreditamos, acima de tudo, que a igreja do Senhor deve recorrer à oração, obedecendo aos princípios bíblicos de orar por aqueles que estão investidos de autoridade para que sejam sóbrios, sábios e justos”, refere a nota.
Fonte: Folha
MEU COMENTÁRIO:
Independente do nível percentual que represente as duas alas, fica claro que o Brasil está dividido ideologicamente.
Há um grupo de pastores, liderados por Ariovaldo Ramos, que defende justamente o contrário, (veja aqui) entendendo que há excessos na lava-jato.
Quanto a ideologia da maior parte dos evangélicos, que pensam à luz do evangelho, com sensatez e independência, fica claro que ninguém está contra o Ex-presidente Lula e a atual Presidenta Dilma, mas que a investigação correta e sem paixão, é a única coisa que poderá dar a eles a chance de se defenderem e saírem com atestado de idoneidade nesse imbroglio que já se instalou no país. Fugir disso é conviver para o resto da vida com a sombra da impunidade, portanto, ninguém deve temer, nem eles nem o Brasil.
Aqui vale o velho adágio popular: "Quem não deve, não teme

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...