domingo, 11 de setembro de 2016

Após discussão teológica, um pastor mata outro a tiros

Assassino fazia parte de um ministério chamado “Porta Estreita”

Allen Smith era um pastor batista aposentado que passava muito de seu tempo debatendo – e às vezes discutindo – questões teológicas com Ted Merchant, que também é pastor, mas de outra denominação. Esta semana, um de seus embates resultou na morte de Smith e a prisão de Merchant.
Segundo testemunhas, nesta segunda-feira (5) os dois estavam no pátio da Senior Suites of Rainbow Beach, um tipo de condomínio fechado só para idosos em Chicago, Estados Unidos, onde ambos viviam. Após um argumento mais áspero, Ted, 67 anos, puxou uma arma e atirou em Allen, 80 anos. Foram dois tiros fatais na cabeça, segundo a polícia. O pastor aposentado morreu na hora.
Merchant tentou fugir, mas acabou preso pela polícia. Ele responderá por assassinato em primeiro grau. Três testemunhas identificaram Merchant como o atirador, afirma a promotoria. As imagens das câmeras de segurança comprovam a autoria do crime.
Após trabalhar muitos anos no ramo imobiliário, Ted Merchant mudou-se para o condomínio seis anos atrás, onde regularmente realizava cultos com os moradores. Afirmava que fazia parte de um ministério chamado “Porta Estreita”. Allen Smith foi para o Senior Suites no ano passado, depois de uma longa carreira no ministério pastoral. Ele nunca casou nem teve filhos.
Os dois eram vistos frequentemente no pátio, discutindo sobre passagens bíblicas e ideias a respeito de Deus, afirmam testemunhas. Eles tiveram algumas pequenas discussões, mas todos os consideravam amigos. Nenhum dos moradores do condomínio sabia que o pastor andava armado.
Ann Harding, 76, que vive no local, reclama que Merchant tentava fazer com que os demais moradores participassem dos cultos. Vizinho do suspeito, William Hilliard, 75, afirma que Merchant era uma pessoa calma, de fala mansa, mas que ficava agitado ao defender suas crenças.
Com informações de Chicago Tribune via Gospel Prime

Um comentário:

Pb. José Roberto da Rocha disse...

Ele nunca foi um autêntico cristão e muito menos um pastor.Era apenas um religioso.que "achava que servia a Deus". A religião simplesmente coloca uma capa no sujeito,enquanto que o evangelho transforma radicalmente o ser humano! Vejam o caso do apostolo Paulo,que antes de ser transformado por este evangelho,era um religioso violento,que só pensava em matar e que possuía o seu coração cheio de ódio! Depois ele mesmo testificou: Não me envergonho do evangelho de Cristo,pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê.Rm 1:16.Outrora o homem que somente pensava em matar,morreu pela causa do evangelho!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...