quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

“É a 3ª vez que Deus salva minha vida”, relata jogador da Chapecoense

F

Alan Ruschel relatou experiências ao médico

Os sobreviventes brasileiros do acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense continuam se recuperando. Em conversas com a imprensa, os médicos relatam o avanço gradual do quadro de cada um deles uma semana após a tragédia.
O caso do zagueiro Hélio Neto é o único que inspira maiores cuidados. “Neto está em estado grave, sedado, com respiração mecânica. Nas últimas 12 horas esteve mais estável, ontem (segunda-feira) se estabilizou várias vezes. Os padrões de saturação são os mesmos, os de pressão são os mesmos, mas ele segue 100% dependente do ventilador. Neto tem uma fratura na vértebra lombar, mas não temos como fazer a fixação no centro cirúrgico”, explica Ferney Rodríguez, diretor do Hospital San Vicente, em Rionegro, na Colômbia.
O lateral Alan Ruschel já está sentando e vem conversando normalmente com os médicos. Confidenciou a um deles que só está vivo porque foi chamado para sentar na parte da frente do avião. De acordo com o atleta, esta seria a terceira vez que Deus lhe salva a vida.
O médico Marcos Sonagli relatou à imprensa a história que lhe foi contada por Ruschel. Além de ter sobrevivido a um grave acidente de carro em Chapecó, na semana passada trocou com um colega de lugar antes da decolagem e por isso sobreviveu, o terceiro livramento veio porque tem reagido bem após ser vítima do desastre aéreo.
Ao contar o caso, o dr. Sonagli, brincou: “se ele tem sete vidas, não precisa gastar as outras quatro”.
Alan Ruschel é evangélico. Sua esposa Alissen escreveu no Instagram esta semana: “EM NOME DE JESUS, Alan está progredindo cada minuto mais. O que vem acontecendo é algo milagroso. Ontem o psicólogo contou tudo o que aconteceu pra ele, Alan só fala que quer voltar, e quer sair de lá. E sabe que foi um milagre de Deus. Sei que Deus está abraçando e confortando o coração de cada familiar que perdeu seu pai, filho, irmão, marido e amigo. Não vamos deixar de orar . Todos nós que estamos sofrendo com tudo isso, precisamos muito. A família Chape precisa de força, muita força para todos!”.
Fonte: Gospel Prime

Um comentário:

Pb. José Roberto da Rocha disse...

Como seres humanos e que precisam de nossas orações,tudo bem! Agora fazer deles heróis é um absurdo!A igreja fica entrando neste embalo do capeta! jogador de futebol não passam de malandros e vendedores de ilusões.Quando ganham viram heróis e quando perdem viram bandidos!Recentemente torcedores do Náutico ,do Recife, invadiram o estádio para matar os "heróis". E ainda chamam esse troço de profissão! Será que os "irmãos" sabem que os principais times de futebol são patrocinados pelo narcotráfico.e lavagem de dinheiro sujo? Os maiores devedores da nossa Previdência Social(que tá quebrada), são os times de futebol e os brasileiros que odeiam futebol(como eu), é que vão pagar a conta, pra esses malandros que ganham rios de dinheiros a custas do bobos que os idolatram!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...