sábado, 4 de março de 2017

[CGADB - Eleições 2017] 5ª Liminar deferida - Motivos, Bíblia e consequências


Quinta liminar deferida no pleito da CGADB envolve a SCYTL!

Mais uma liminar determina, entre outras coisas:
  1. O cancelamento de 10.479 inscrições irregulares;
  2. Que a eleição não seja adiada, mesmo sem o primeiro candidato ela será realizada;
  3. Que a SCYTL não implante quaisquer módulos para ajustar os dados;
  4. Que as convenções não sirvam de zona eleitoral. Somente cinco votos serão possíveis a partir de um único IP.
VEJA A DECISÃO NO BLOG DO DALADIER LIMA

COMENTO A NOTÍCIA

Considerando as atividades ministeriais diárias da Igreja local, bem como da nossa convenção estadual e do próprio pleito eleitoral da GADB, onde também figuro como candidato, pouco tenho postado aqui no blog, porém, quando me é possível, tenho reverberado as notícias já veiculadas por outros blogs e portais de notícias, muito mais para registro dos meus leitores, já que essa é uma das proposta deste singelo espaço virtual, no seu dia-a-dia.

Considerando que já nos aproximamos de quase um mês da primeira medida Liminar, concedida em Goiás,  agora já somada com mais outras quatro, sem que tenha havido qualquer contestação, fica claro que o processo está mais complicado do que nunca.

Analisando os debates nos grupos das diversas redes sociais, principalmente os de whatssapp, que está em alta, presenciamos acalorados debates, porém, com muita emoção, partidarismo e porque não dizer verdadeira "paixão de eleitores e cabos eleitorais, o que também julgo normal em um pleito dessa magnitude,

Por outro lado, também entendo que essa "paixão" deixa o debate engessado, sem ideologia e de baixo nível, pois quem já decidiu como votar, nenhuma explicação e ou esclarecimento vai lhe convencer do contrário.

Esse convencimento e ou mudança de postura, só irá acontecer por parte daqueles que pouco falam ou se manifestam, justamente no afã de analisar os acontecimentos e tomarem a sua decisão. É por conta desses que me atrevo a uma fria análise através desta lavra de poucas linhas.

Se fosse tão fácil a derrubada dessas liminares, assim como alardeiam na internet, será qua já não teriam derrubado?

Por qual motivo, juízes de lugares distantes e diferentes, acionados por autores e advogados também diferentes, chegariam à mesma conclusão, concedendo liminares através de ações sem fundamento, sem base, sem substância, como tenho lido em comentários diversos, dando apoio a uma "aventura jurídica", por interesse de quem quer que seja?

A questão da homologação da candidatura do candidato de número "1", pela douta Comissão Eleitoral, ficou claro que não poderia ter acontecido, ou seja, se esse egrégio órgão maior do pleito eleitoral tivesse indeferido o requerido, cumprindo assim legalmente as suas atribuições, haveria tempo suficiente para a desincompatibilização do cargo de Presidente do Conselho Administrativo da CPAD (hoje a maior autoridade de comando da casa) e efetivado novo protocolo de requerimento da sua candidatura, sem qualquer prejuízo ao candidato. 

Pergunto eu: inocência da assessoria do candidato, ido Conselho Jurídico da CGADB, auto suficiência ou conivência da Comissão eleitoral, que no caso era presidida por profissionais da Justiça da mais alta competência, afastados agora de suas funções na comissão?


Há de se convir ainda que, mesmo as falhas apontadas nas inscrições efetivadas, cancelam inscrições de um modo geral, e não apenas de um lado eleitoral, como querem colocar,  agora o percentual maior ou menor, depende apenas dos erros reais, sem contar que tais apontamentos não foram frutos de amostragens levianas, mas de uma auditoria virtual, onde em pouco tempo pode-se saber tudo, os dados fornecidos ao sistema  são verdadeiros ou falsos, o horário exato em que foram digitados e mais, de quais IP's foram emitidos, resumindo, aquele negócio de errar e se "colocar a pasta na cadeira e sentar em cima", acabou


Outrossim, aos que demonizam a judicialização, citando a bíblia, está certo até página que se queira entender, mas se não temos qualquer árbitro dentro de casa que possa julgar a causa, que no caso seria a Comissão Eleitoral, mas que decidiu à revelia dos conteúdo, indeferir todos os recursos, haveria qual outra possibilidade, a não ser se ficar no prejuízo? Por outro lado, não é a mesma bíblia que também condena as tais ações "erradas"?


Não seria melhor, em vez de se agir fora do que preconiza o Estatuto, o Regimento Interno e o Edital de Convocação, se agir direito e deixar Deus comandar o resultado da eleição, se correndo o risco de ganhar ou perder, de acordo com as regras por nós mesmos estabelecidas?


Se entendemos que Deus está no controle, Ele não precisa da minha ajuda, principalmente de artimanhas através de erros grosseiros e visíveis para que cheguemos onde Ele quer.


Portanto, se um lado do processo eleitoral não pode sofrer dano, e usa de artifícios para se manter no poder, automaticamente deixa de ter moral para citar a bíblia exigindo que o outro queira sofrer o dano pacificamente.


Ou vamos completamente pela Bíblia e fazemos as coisas direito, ou vamos na base do "quem pode mais chora menos". 


Quem não age errado, tem todo o direito de criticar quem vai à justiça, mas quem é pego em flagrante delito, no máximo que pode fazer é tentar se defender, porém, em se confirmando o erro, sofrer as sanções determinadas, afinal isso também é uma atitude cristã, reconhecer o erro e aceitar a devida punição.


Não sou o dono da verdade e tenho plena consciência disso, mas independente de candidatura ou "chapa", nesse caso, é isso que penso, salvo melhor juízo.

8 comentários:

Pr. Edilson Siqueira disse...

Parabéns, Pr Carlos. Sabias são as suas Palavras. Quem não tem medo da justiça, não reclama quando essa é acionada.
Abraço ao amigo👏👏👏

Pastor Ival Teodoro da Silva disse...

BELÉM DO PARÁ, A IGREJA QUE MAIS CRESCEU NO BRASIL:

Nenhuma Igreja no Brasil é tão grande quanto a AD em Belém do Pará, que cresceu exponencialmente, depois que o Pr Samuel Câmara assumiu a referida presidência.
Atualmente AD em Bélem conta com 535 templos, 140 mil membros e milhares de obreiros empenhamos no avanço da obra. Imaginemos quando ele assumir a presidência da CGADB. Sem duvida o todo o Brasil poderá se tornar no maior País Evangélico Pentecostal do Mundo, tendo por base a verdadeira doutrina da Palavra de Deus.
Oremos pelo Brasil!

Pastor Ival Teodoro da Silva
1° vice-presidente da CGADB

Pastor Ival Teodoro da Silva disse...

BELÉM DO PARÁ, A IGREJA QUE MAIS CRESCEU NO BRASIL:

Nenhuma Igreja no Brasil é tão grande quanto a AD em Belém do Pará, que cresceu exponencialmente, depois que o Pr Samuel Câmara assumiu a referida presidência.
Atualmente AD em Bélem conta com 535 templos, 140 mil membros e milhares de obreiros empenhamos no avanço da obra. Imaginemos quando ele assumir a presidência da CGADB. Sem duvida o todo o Brasil poderá se tornar no maior País Evangélico Pentecostal do Mundo, tendo por base a verdadeira doutrina da Palavra de Deus.
Oremos pelo Brasil!

Pastor Ival Teodoro da Silva
1° vice-presidente da CGADB

Anônimo disse...

PR.carlos casa da família Bezerra caiu!!!

Pr Siqueira disse...

Sabias palavras de um homem sábio.
Hoje o clamor de todos os obreiros é por mudança, não estou falando por emoção mas pela razão, porquê não darmos uma oportunidade para o Pr Samuel Câmara, será se ele e tão ruim assim pra não merecer uma oportunidade?Eu Estava em Brasília quando o Pr José w. falou para ele aguarda que em 2017 série a vez dele é porque mudou de idéia? Meus amados irmão vamos olhar com a razão não com a emoção, por muito tempo votei no Pr José We. Mas eu entendo que agora e avez do Pr Samuel,crei que isso e justo aos nossos olhos e aos olhos de Deus!

Anônimo disse...

O que posso dizer é que o Senhor Deus todo poderoso esta movendo seu braço forte, e esse gigante que se apoderou daquilo que por direito e nosso e não dele vai cair, porque a CGADB pertence ao Senhor nosso Deus o todo poderoso nao da família Bezzer Da Costa. Amados companheiros de mistério esta claro aos nossos olhos que Deus esta agindo, vamos dar uma oportunidade ai Pr Samuel Camara, o Pr José wellington ja teve a dele e a CGADB em nada melhorou só piorou ao longo dos anos

Anônimo disse...

Não voto no wélington Junior, Mais jamais a CGADB poderia cair na mão do Pr. Samuel Camara, pois ao Contrario do Que o Pr. Ival Teodora disse, a verdade é que o Pr. Samuel Camara está acabando com a igreja no estado do Pará e é o que fará no Brasil, acabou com os púlpitos retirando os obreiros das tribunas, copiando um modelo americano que não deu certo no Estados Unidos....

Pb. José Roberto da Rocha disse...

tá ruim com JW? Com os Câmaras vai ficar pior! A mulher do Câmara é "pastora" Esta será uma,das tantas heresias que as nossas igrejas terão que engulir,via CPAD, com Ele na presidência! O Deus Pai, o Deus Filho, e o Deus Espírito Santo, nunca chamou mulheres para o santo ministério,pq Ele é um Deus que não muda! Pode ter certeza que haverá um debandada muito grande de pastores da CGADB,caso esta tragédia aconteça!estão apontando o crescimento? a IURD tb cresce,mais isto não quer dizer que vem de Deus! Os Câmaras tão consagrando muitos moleques para o ministério somente com a intenção de ganhar as eleições!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...