quinta-feira, 6 de abril de 2017

Entenda a guerra das Liminares e a intervenção Judicial na CGADB



No post de 05.04.2017, através de decisão judicial, ficou claro que o Pr. Wellington Junior, está com sua candidatura suspensa, bem como cancelada as 10.479 inscrições efetuadas de maneira irregular.

O Juiz deu um prazo de 05 dias para a contestação, que após a devida publicação, só poderá acontecer depois da eleição, em sendo assim como se diz no direito "Inez 'e morta".

Hoje os advogados da parte contraria, conseguem outra medida liminar, mantendo à candidatura do pastor Wellington Junior, bem como a manutenção das 10.479 inscrições, através da Vara Única do Juízo da Comarca de Cachoeira do Arani no Estado do Para.

Acontece que o juiz deu a liminar, lógico, sem ter conhecimento das demais ja emitidas, muito menos da principal que corre da Comarca de Corumbá de Goias.

Os advogados tentam criar mais um fato e, qualquer estudante de direito vera que o Juiz foi induzido ao erro e, no tempo certo saberá disso.

O termo que aqui uso "A guerra das Liminares Judiciais", é justamente para definir o que esta acontecendo, as verdades são momentâneas, até a próxima liminar.

É lógico que agora cabe aos advogados da outra parte tomarem as providências cabiveis, no sentido de, uma vez informando ao Juiz da ultima liminar concedida, dos fatos reais em conformidade com as demais liminares, restabelecer o status original dos fatos.

Por este motivo oremos para que na realidade DEUS intervenha, fazendo que no meio de todo esse imbroglio seja feita a sua verdadeira vontade.

ATUALIZAÇÃO - 07.04.2017

Durante a última noite, veicularam nos grupos das redes sociais duas decisões judiciais, sendo uma da Comarca de Careiros no Amazonas e outra de Corumbá de Goiás, nomeando interventores na Comissão Eleitoral da CGADB.

De acordo com o site JM Notícia, e também o Blog do Daladier Lima, essa intervenção judicial já aconteceu na manhã de hoje:

"Oficial de Justiça acompanhado de Policiais Militares cumpre neste momento na sede da SCYTL Soluções, empresa responsável pela condução do processo eleitoral da CGADB, decisão judicial que determina intervenção judicial nas eleições da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), junto à empresa SCYTL Soluções de Segurança e Voto Eletrônico. A eleição acontece neste domingo, 09, em São Paulo."



Um comentário:

Emerson disse...

Toda ocasião de eleição na AD é esta bagunça, uma instituição com tamanha importância devera preservar sua imagem assim como a dos membros.
Agora pedir a Deus que escolha entre os Sauls, é desonesto...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...