domingo, 15 de outubro de 2017

Congresso Nacional de ED encerra com homenagens e premiações


Na ocasião, foi apresentado o projeto da vencedora do Prêmio Professor de Escola Dominical do Ano de 2016, Renata de Souza Santos Damasceno, de Salvador (BA)

A manhã do último dia do 9º Congresso Nacional de Escola Dominical, iniciou com a participação da Orquestra Pastor Odeir Lopes, da Assembleia de Deus da Ilha da Conceição, liderada pelo pastor Paulo Lopes. Sob a regência do maestro Josué Campos, e solo de Betânia Campello, a orquestra recebeu os congressistas entoando hinos de louvor e adoração a Deus. 
Após o momento de louvor, a professora Marlene LeFever (EUA), interpretada pelo pastor Samuel Soares, da Assembleia de Deus em Bonsucesso, deu início às apresentações desta manhã com a plenária cujo tema foi “Professor criativo”. Ela iniciou perguntando aos congressistas se eles já perceberam o quão criativo é o nosso Deus. 
Segundo ela, se mantivermos nossos olhos em Jesus e tentarmos com tudo o que somos, e com a ajuda do Espírito Santo, seremos mais parecidos com Ele. Portanto, cada vez mais criativos.  “Criatividade é uma das características do nosso Deus que devemos cultivar se quisermos ganhar essa geração para Jesus”. A professora enfatizou ainda que, “para cultivar nossa criatividade, precisamos estar dispostos a colocar em prática novas idéias”. 
Aproveitando a presença de milhares de alunos da Escola Dominical, Claiton  Pommerening (SC), comentarista do 4º trimestre das Lições Bíblicas Adulto, ministrou a terceira aula "A Salvação e o advento do Salvador".
Em seguida, o pastor Elienai Cabral, primeiro secretário da Convenção Geral das Assembleias de Deus do Brasil (CGADB), ministrou a plenária sob o tema "O exame das Escrituras como pré-requisito para o ministério de ensino". O pastor falou da honra de ministrar no 9º Congresso Nacional de Escola Dominical, no Rio de Janeiro, e saudou a todos os congressistas, preletores, autoridades eclesiásticas presentes, bem como a direção da Casa Publicadora da Assembleias de Deus.
O líder fez um paralelo, relacionando o tema proposto com a questão histórica do cristianismo, mostrando o sentimento de insatisfação e desejo pela libertação da Igreja Romana que despertou piedosos homens para a conquista do "livre exame das Escrituras", como John Wycliffe e Martinho Lutero. "Esse sentimento foi uma semente forte, que lançada na terra dos corações desses homens, germinou e frutificou na Idade Média", afirma.
De acordo com o pastor Elienai,  todos aqueles que atuam no ministério do ensino, devem se dedicar ao conhecimento bíblico aprofundado, estudando, examinando e interpretando de forma correta. "A Bíblia não pode ser lida ou estudada como um livro comum, porque ela é a Palavra de Deus inerrante, poderosa e reveladora da vontade de Deus para nós", finalizou.
Durante o culto de encerramento do Congresso, a Orquestra Pastor Odeir Lopes ainda se apresentou com o hino 205 da Harpa Cristã. Logo após, o pastor Edgar Machado orou a Deus consagrando o novo CD da Tia Jô e Cia, "Histórias Especiais".

Prêmio Professor do Ano
Durante o 9º Congresso Nacional de ED, aconteceu a entrega do Prêmio Professor de Escola Dominical do Ano de 2016.

O Prêmio é uma iniciativa da Casa Publicadora das Assembleias de Deus e visa identificar, valorizar e divulgar práticas pedagógicas bem-sucedidas com o uso do seu Currículo da Escola Dominical em todo o Brasil. Em 2017, o concurso chega a sua 9ª edição.
O projeto vencedor deste ano foi da professora Renata de Souza Santos Damasceno, da Assembleia de Deus do Bairro Bonfim, em Salvador, liderada pelo pastor Rômel  Araújo de Souza. O projeto "Discipulando crianças, mudando vidas" contempla crianças da comunidade carente no Bairro Uruguai. Todos os domingos, essas crianças são levadas para participar das classes de Escola Dominical na igreja. 

A vencedora do prêmio recebeu um cheque nominal no valor R$ 10.000,00 (dez mil reais), bem como o Troféu Antonio Gilberto, das mãos da professora Helena Figueiredo. Renata de Souza, que é professora desde os 13 anos, afirmou em seu discurso nunca ter experimentado uma experiência como esta do projeto, e aproveitou a oportunidade para repassar, publicamente, o prêmio ao pastor Rômel. "Esse prêmio não será meu. Será da nossa igreja, da nossa ED. E será usado integralmente para alcançar vidas para o Reino de Deus".

A Congregação do Bairro Bonfim também receberá um prêmio de R$ 10.000,00 em vale-compra para ser trocado em livros numa das filiais da CPAD em todo o Brasil, a fim de que o acervo da biblioteca da igreja seja enriquecido. A igreja terá direito a dois (2) exemplares de cada título publicado pela CPAD, até que a importância seja atingida.
Homenagens e premiações
Aproveitando o Dia do Professor, comemorado neste dia 15 de outubro, todos os professores de Escola Dominical presentes ao Congresso foram homenageados. O pastor Claudionor de Andrade, citando o Salmo 116.10, falou sobre a essência da atividade professoral; e na sequência, foi apresentado um vídeo mostrando imagens de grandes professores ao longo da história da igreja, exaltando o trabalho de todos aqueles que dedicam a vida a trasmitir o amor e ensinamentos do Mestre Maior: Jesus Cristo.
Os palestrantes do evento, os gerentes da Casa Publicadora das Assembleias de Deus e os líderes das 69 caravanas inscritas receberam a placa de gratidão e reconhecimento pelos serviços prestados em prol do Reino de Deus.
E como acontece em todas as edições do Congresso Nacional de Escola Dominical, a CPAD premiou a maior caravana, da cidade Natal (RN), liderada por Francisco Marto, com 95 pessoas; e a caravana mais distante, de Boa Vista (RR), localizada a 5289 km, com a líder Maria Gorete Lima Pires. Cada uma das caravanas recebeu um kit multimídia.
No último dia de evento, também foram sorteados dois tablets, entre os líderes de caravanas; e cestas com livros de Escola Dominical entre todos os participantes. Ao final, os congressistas receberam certificado de participação.

Fonte: CPAD News

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...