sábado, 25 de agosto de 2018

Igreja é pichada por vizinho incomodado: “Louvem satanás, ele faz menos barulho”

Um vizinho incomodado com o barulho dos cultos de uma igreja na cidade de Alegre (ES) resolveu protestar com uma pichação na fachada do templo. O que por si só seria um excesso chamou atenção pela sugestão de "louvor a satanás".
"Louvem satanás, ele faz menos barulho", foi a frase pichada na frente do templo da Igreja Metodista Wesleyana. O pastor responsável pela congregação afirmou que não prestará queixa à Polícia.
"Analisamos que sempre vai haver pessoas que pensam diferente sobre a forma que celebramos o culto. Mas vemos que quem fez isso precisa de Jesus e estamos orando por ele", disse o pastor Clebes Inácio de Almeida.
Em entrevista ao portal Gazeta do Povo, o pastor acrescentou que vai orar por quem cometeu o vandalismo: "Jesus mandou amar aqueles que nos perseguem. Estou aqui há três anos e meio e esta foi a primeira vez que isso acontece. É um ato de desrespeito e cada ato tem consequências no futuro. Acredito que está com a consciência pesada", concluiu.
O próprio pastor apagou a pichação e refez a pintura da fachada do templo, que fica na avenida Olívio Correia Pedrosa, em Alegre, região do Caparaó, no Espírito Santo.
Esse não é o primeiro caso de rusgas entre vizinhos e igrejas por conta de excesso de barulho. Já houve, inclusive, condenações da Justiça a congregações após ação movida por pessoas incomodadas.
Fonte: Gospel+
MEU COMENTÁRIO:
Não temos como julgar quem quer que seja apenas por uma notícia, o vizinho pode ser alguém realmente importunado pelo ruído excessivo, porém tentou fazer justiça com as próprias mãos, quando poderia ter procurado seus direitos nos órgãos competentes.
Por outro lado, sabemos também que há exageros por parte de algumas igrejas que não cumprem as regras impostas. É preciso adequação, e não vale aqui a máxima de que o baile funk e forró fazem barulho a noite toda. A Igreja do Senhor tem que fazer a diferença, sendo sal da terra e luz do mundo, portanto não podemos copiar os erros e desacertos dos ímpios, ao contrário, precisamos dar exemplo.
Por último, não descarto também a realidade de uma possível perseguição religiosa por conta do vizinho, e isso já faz parte da guerra espiritual na qual estamos inseridos, a qual só pode ser vencida com muita prudência, ações corretas e oração.
Oremos!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...