domingo, 24 de maio de 2020

Líderes evangélicos se manifestam sobre vídeo da reunião de Bolsonaro com ministros

A reunião entre o presidente Jair Bolsonaro e seus ministros no dia 22 de abril se tornou pública nesta sexta (22) por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal Celso de Mello.
A publicidade da gravação foi pedida pelo ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, como prova de que Bolsonaro teria tentado interferir politicamente na cúpula da Polícia Federal.
O vídeo, onde o presidente Bolsonaro fala quase 30 palavrões, foi elogiado por alguns pastores e líderes evangélicos e criticado por outros.
O pastor Silas Malafaia, em uma das várias publicações que fez no Twitter, disse que a reunião de Bolsonaro com os seus ministros "mostra a imagem de um Presidente indignado com injustiça, com falta de informação, a favor da democracia, contra ditadura e contra a safadeza que estão fazendo com o povo"
SIMPLESMENTE IMPERDÍVEL! A divulgação da reunião ministerial mostra a imagem de um Presidente indignado com injustiça, com falta de informação, a favor da democracia, contra ditadura e contra a safadeza que estão fazendo com o povo.
https://  
219 pessoas estão falando sobre isso

Sóstenes Cavalcanti, teólogo e deputado federal (DEM-RJ), insinuou que a reunião reelege Bolsonaro e comparou os palavrões do presidente com os que "Lula e a turma da esquerda falam".
Aqueles que estou reclamando dos palavrões do presidente, é só lembrar dos palavrões que o Lula e a turma da esquerda falam... Não me preocupo com o vocabulário do presidente, quero um presidente que não roube o dinheiro do povo brasileiro!
481 pessoas estão falando sobre isso

Já o pastor Alexandre Gonçalves, da Igreja de Deus em Santa Catarina, disse que se o vídeo ajuda na reeleição de Bolsonaro "povo brasileiro está perdido e resta apenas o Juízo dAquele q julga a causa da viúva e do órfão"
Se o vídeo d ontem vai ajudar a reeleger Bolsonaro (isso significa maioria em seu apoio) o povo brasileiro está perdido e resta apenas o Juízo dAquele q julga a causa da viúva e do órfão. Acreditar nisso nos levará a prostração e a andarmos d maneira trôpega. Não acredito nisso!
290 pessoas estão falando sobre isso

O Reverendo Pedro Muniz, da Igreja Anglicana Âncora, criticou a fala do Bolsonaro ao dizer que quer o povo armado.
Vc gosta de armas?ok
direito seu.
Só não fique tentando encontrar versículo bíblico para justificar a fala de um presidente desequilibrado, autoritário e violento.

O reino de Deus não é feito de machos armados,e sim de servos AMADOS e dependentes continuamente do socorro divino

88 pessoas estão falando sobre isso

O pastor Estêvão Chiappetta, que também é professor e conselheiro do Seminário Evangélico da Igreja de Deus Nordeste (SEID Nordeste) e colunista do Folha Gospel, na coluna "O Reino de Cabeça para Baixo", escreveu uma sequência de twitters e começou falando sobre a polêmica reunião de Bolsonaro com base no texto de Romanos 13.1 sobre a sujeição às autoridades superiores.

Uma humilde contribuição sobre Romanos 13.1: “Que todos estejam sujeitos às autoridades superiores...” = Esse texto fala sobre TODAS as autoridades e não apenas sobre algum Presidente do executivo de alguma República. 👇🏼
Veja outros Tweets de Estêvão Chiappetta🇧🇷🇮🇹🇨🇦🇪🇸🐾
O texto bíblico se aplica aos Presidentes do Judiciário, Executivo e Legislativo (nas esferas federais, estaduais e municipais), bem como aos ministros, senadores, deputados federais e estaduais, juízes federais e estaduais, governadores, prefeitos e vereadores. 👇🏼
Usar esse texto apenas para o presidente do executivo é uma interpretação viciada e capenga, pois o Brasil não tem um César/Rei/Imperador Absolutista.👇🏼
Veja outros Tweets de Estêvão Chiappetta🇧🇷🇮🇹🇨🇦🇪🇸🐾

O pastor Estêvão Chiappetta ainda afirma que a reunião "foi um desrespeito aos outros poderes da República e da Federação estimulado pelo senhor presidente do executivo".
O que vimos na reunião foi um desrespeito aos outros poderes da República e da Federação estimulado pelo sr presidente do executivo chamando governadores de “bostta”, “estrume”, deixando ministros agredir juízes ministros do STF, como tb os governadores. 👇🏼
Veja outros Tweets de Estêvão Chiappetta🇧🇷🇮🇹🇨🇦🇪🇸🐾

Disse também, que o pior, "num governo que se diz 'conservador' e 'cristão' é perceber que os cristãos que o elegeram não se preocupam com esse tipo de postura, e que apoiam o vale tudo".
E num governo que se diz “conservador” e “cristão”, o pior é perceber que os cristãos que o elegeram não se preocupam com esse tipo de postura, e que apoiam o vale tudo para proteger erros graves de alguém que tem demonstrado ser incompatível com o cargo. 👇🏼
Veja outros Tweets de Estêvão Chiappetta🇧🇷🇮🇹🇨🇦🇪🇸🐾
Melhor que ter um líder supostamente “cristão” do país como um “rei” seria ter um profeta ao seu lado como Natã, tendo a mesma coragem deste ao confrontar o rei de seu erro, ao invés de bajulá-lo. 👇🏼
E isso fez com que o rei Davi se arrependesse, atitude oposta do que aconteceu com rei Saul, o qual só tinha inveja e pensava que tudo e todos queriam derrubá-lo, e nunca foi capaz de se arrepender por este ser orgulhoso. 👇🏼
Veja outros Tweets de Estêvão Chiappetta🇧🇷🇮🇹🇨🇦🇪🇸🐾

Chiappetta conclui dizendo que ora para que "o arrependimento ainda encontre lugar no Poder Executivo."
Quem foi um péssimo soldado nunca será um ótimo comandante! Oro para que o arrependimento ainda encontre lugar no Poder Executivo.
Veja outros Tweets de Estêvão Chiappetta🇧🇷🇮🇹🇨🇦🇪🇸🐾

O pastor e doutor em Ciências da Religião, Kenner Terra, afirmou em sua conta no Twitter que a reunião mostra "que o Brasil está nas mãos de malucos a serviço de uma ideologia anticivilizatória".
A reunião do Bolso com os ministros mostra-nos que o Brasil está nas mãos de malucos a serviço de uma ideologia anticivilizatória, alimentada por fundamentalismo religioso e projetos de extrema direita antidemocrática. Enquanto há tempo, precisamos frear essa aberração.
50 pessoas estão falando sobre isso

Nelson Bomilcar, pastor, músico e compositor, disse que suas orações aumentaram e chamou o governo de "parceiro de Belzebu".
Minhas orações legítimas imprecatórias aumentaram ontem e hoje. Entendo o salmista hoje Creio q só Ele pesando a mão sobre os q maquinam maldade neste governo parceiro de Belzebu. Pesar a mão sobre bancada ruralista, armamentista, e da seita pseudo evangélica instalada na Frente
Veja outros Tweets de Nelson Bomilcar

O pastor Ricardo Gondim fez referência ao Salmo 1 comparando a reunião ministerial com a roda dos escarnecedores. Gondim também citou a Bíblia ao comentar o desejo de Bolsonaro de armar a população.
O Salmo 1 fala da roda dos escarnecedores.
Ontem vimos um exemplo concreto do que uma poesia milenar queria dizer.

74 pessoas estão falando sobre isso
Cristãos, entre “vamos armar a população para defender o governo” e:
“Bem-aventurados os mansos, ou bem-aventurados os pacificadores”, com qual devemos ficar?

169 pessoas estão falando sobre isso

O pastor Antonio Carlos Costa, fundador da ONG Rio de Paz, publicou um vídeo e um texto no Instagram sobre a reunião do presidente com seus ministros. Leia abaixo o texto e na sequência, veja o vídeo.
O EVANGELHO E A REUNIÃO DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA COM OS SEUS MINISTROS
Evangélico brasileiro, você subscreve tudo o que o presidente da República declarou na reunião ministerial, cujo conteúdo foi revelado ontem pelos meios de comunicação?
Considera que o Espírito Santo botou em sua boca aquela mensagem? Julga que seria oportuno convidar os jovens da igreja a assistirem ao vídeo a fim de conhecerem o modo cristão de fazer política? Se o cristianismo entrar para valer na vida política nacional, é exatamente aquilo que teremos?
Pastores brasileiros, os senhores dão glória a Deus pelo que assistiram? Você que o apoiou, continuará mudo? Seu silêncio é bom para revelar ao povo brasileiro a beleza da mensagem de Cristo?
Ele disse que Deus estaria acima de tudo. Disse que faria um governo cristão. Usou versos bíblicos na sua campanha. Por isso e muito mais, 73% dos evangélicos votaram nele no primeiro turno, e o introduziram no culto de adoração. O que devo esperar dele? No mínimo, coerência.
Presidente da República quer um Brasil armado. Afirmo que isso é anti espírito do evangelho.
Declaram que, por causa disso, sou uma vergonha para os evangélicos.
Não faço questão de ser chamado de evangélico. A palavra não diz mais nada.
Peço ser chamado apenas de cristão.

"Para este evangelho eu fui designado pregador, apóstolo e mestre e, por isso, estou sofrendo estas coisas. Mas não me envergonho, porque sei em quem tenho crido e estou certo de que ele é poderoso para guardar aquilo que me foi confiado até aquele Dia. Mantenha o padrão das sãs palavras que de mim você ouviu com fé e com o amor que há em Cristo Jesus. Por meio do Espírito Santo, que habita em nós, guarde o bom tesouro que lhe foi confiado". II TM 1: 11-13

Fonte: Folha Gospel

2 comentários:

Pastor Sérgio disse...

FOI MUITO BOM TER I DECANO CELSO DE MELO DIVULGAR ESSE VIDEO ,SO FORTALECEU MAIS O NOSSO VC PRESIDENTE, JÁ ESTÁ REELEITO

Laudinei- NEI disse...

Tem pastor que vai convidar o presidente para dar aulas na escola dominical para as criancinhas...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...