quinta-feira, 22 de abril de 2010

AD da Penha altera nome para AD Vitória em Cristo



A partir de maio todas as Igrejas da ADPenha se chamarão: Assembleia de Deus Vitória em Cristo

Por:
Sheila Bastos
22/04/2010
3:05h

As igrejas Assembleia de Deus da Penha mudarão o nome. A partir do próximo mês, elas passarão a se chamar Assembleia de Deus Vitória em Cristo, o mesmo nome do Ministério do Pr. Silas Malafaia.

Conversamos com o Pr. Paulo Vieira, auxiliar da Assembleia de Deus da Penha, que nos explicou a mudança.

‘Hoje existem mais de 80 igrejas espalhadas pelo RJ em diferentes bairros, e fica estranho uma Assembleia de Deus da Penha, no bairro da Barra da Tijuca, por exemplo, ou em qualquer outra região do Estado ou até mesmo do país’, declarou o Pr. Paulo.

Por este motivo, seguindo o estatuto da Igreja, foi sugerida a alteração do nome na última terça (20) em Assembleia Geral presidida pelo Pr. Silas Malafaia, na sede da ADPenha, que contou com a presença dos membros da igreja, presbíteros, pastores e os dirigentes de todas as filiais que por unanimidade aceitaram a mudança.

A denominação permanece Assembleia de Deus, apenas o ministério será alterado de "Penha" para "Vitória"  em Cristo'.

Na próxima semana haverá uma nova reunião para a finalização de alguns detalhes e o início da alteração física e jurídica. A previsão é que até o final do mês de maio todas as ADPenha já tenham seus "letreiros" alterados para: Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

Fonte: E-mails de leitores e Portal O Galileo

30 comentários:

Pastor André Couto disse...

Assembleia de Deus Vitória em Cristo? Pensando cá com os meus botões, o segundo passo seria deixar a vice presidência da CGADB, e fundar outra Convenção.

Viajei na maionese? Espero que sim.

Um abração pr. Carlos Roberto.

PR MAURICIO BRITO disse...

Pr Carlos, é lamentavel os que estão fazendo com a nossa igreja AD; alguns pastores agem como se a igreja fossem deles, ou seja eles os donos da igreja; é preciso que a convenção geral reveja alguns pontos importantes sobre essa questão; Deus nunca deu a igreja para o pastor; mas, sim deu o pastor para igreja; Deus nunca mudou a igreja por causa do pastor; mas, sim sempre que for nescessario Deus muda o pastor por causa da igreja.
abraços em Cristo, amigão

Cleison Brugger disse...

O que me intriga é o seguinte:
Porque esta idéia não foi elaborada quando o Pastor José Santos ainda estava na presidência da igreja?
Ele, como vice-presidente na ocasião, tinha todo o direito de dar a idéia ao seu pastor Presidente e sogro. Porque ele esperou o velho pastor morrer, para mudar o nome tradicional de sua igreja, para pô o nome de seu ministério pessoal?

Esperemos pra ver outras surpresas do vice-presidente de nossa Convenção Geral.

HELIO ALVES DA COSTA disse...

a paz pastor
com todo respeito, nao vejo problema algum
nao e a placa da igreja que salva, e sim jesus, so ele salva,

fique na paz
helio costa

Leandro Araújo disse...

hehehe...

já pensou se o Belém vai no mesmo raciocínio? Ou Madureira? Santos?

Não passamos um dia sem uma notícia desagradável no meio "gospel"...hehehe... tô rindo para não chorar =(

Gilson disse...

Cada um alienado que posta comentários, parece que estava em Marte. É a grande solução para continuar pregando o evangelho de mamom e tirando grana dos trouxas sem a crítica dos colegas da mesma denominação. É o belo exemplo de muitos outros espalhados pelo nosso país. É a receita consagrada da mudança de placa para reinar absoluto e ficar inatingivel das críticas dos vagabundos, desocupados e outros adjetivos e que nada constroem (autor: S.M.).
O sogro se não tivesse morrido com certeza agora morreria de desgosto.

Gutemberg Maciel disse...

Caro amigo e irmão Pr. Carlos,
Graça e Paz!

Minha opinião sobre este assunto, não querendo ir contra os demais comentatáriaos, é a seguinte se os membros e o corpo ministérial concordaram com esta mudança de nome, quem sou eu para criticar, desde que a mesma continue guardando os preceitos da doutrina Bíblica, bem como a postura espiritual, Bíblica-Teológica das Assembléias de Deus não vejo o que a de errado.

Nos Laços do Calvário

Pr. Gutemberg Maciel

Sidney Rosa disse...

A paz do Senhor Jesus Cristo, faço coro com o varão Cleison, se o Pastor José fosse vivo, como seria? Porque não alteraram o nome enquanto ele vivia? O que será que os filhos do Pastor José estão achando disso tudo? É muito conveniente e comoda a explicação do Pastor Paulo Vieira, será que antes da morte do Pr. José, já não se contava com estas dificuldades alegadas.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado pr. Carlos Roberto,

A paz do Senhor!

Como sempre, uma notícia bem oportuna e relevante que deve ser apreciada pelos seus leitores.

Não profetizei, mas informei a alguns, o que estaria acontecendo no futuro, que chegou mais rápido que a minha previsão.

Vem muito mais notícias do se imagina! Quem viver verá!

Em breve teremos uma nova convenção, e logo após, outra mais... outra mais... outra mais... outra mais.....

Quando algo faz mal ao organismo, normalmente é expulso de dentro para fora, e não de fora para dentro.

Algo está acontecendo há muito com as lideranças e com as igrejas. É fácil perceber. É fácil ter a certeza que algo vai mal. E muito mal!

Observem por favor, as novidades que serão apresentadas no próximo evento "show", na Festa dos Gideões de Camboriú. Com todo o respeito, há muitos que estão cegos... cegos... cegos... cegos cegos... e cegos.

O Senhor seja contigo, nobre amigo,

O menor de todos.

marolopes_21 disse...

A paz pastor,naum entendo o espanto dos pastores diante deste acontecimento.

marolopes_21 disse...

Sou assembleiano da nossa ADC,mais primeiro q tudo procuro ser um verdadadeiro Cristão.....naum entendo esse sentimento de muitos q parecem idolatrar a AD,pois é benção,com certeza,mais essa maneira num dar pra entender....amémm a paz.

Eduardo de Godoy, Pb. disse...

Graça e Paz Pr Carlos;

Eu fico abismado em ver tanta preocupação com a simples mudança de razão social de uma igreja, e a não se preocupação com a pregação do evangelio.
O que o Pr Silas Malafaia faz sozinho, todas as Assembleas de Deus juntas não fazem.

Eduardo de Godoy, Pb.
AD Limeira - SP

Cícero Leandro Júnior disse...

A paz do Senhor, pr. Carlos. Primeira vez que comento no seu blog... =-)

Engraçado esse pessoal que diz que não tem nada de mais mudar o nome da igreja e fecha os olhos pro caminho errado que o S.M. anda tomando.

Se existem vendilhões do evangelho, é porque tem gente cega - como bem disse o prezamado pr. Newton - que os mantém e alimentam suas heresias.

Que Deus tenha misericórdia de nós.

Em Cristo,
Cícero Leandro Júnior.

Elielson Santos disse...

Certo homem, ouviu falar da maravilha e da beleza das montanhas da Carolina do Norte nos Estados Unidos. O que ele não sabia, é que nessas montanhas havia ursos cinzentos. Uma tragédia marcou a vida deste homem. Ao ler essa história, refletir sobre os tempos em que vivemos. A vida nos apresenta muitas maravilhas e belezas, mas, escondem situações extremamente perigosas. Muitas pessoas desejam o poder, outras (como eu) apreciam a tecnologia, outras aguardam no pós modernismo uma comunidade melhor, outras na psicologia e milhares de pessoas tentam dar sentido a nós e ao mundo ao redor.

Sabe, a qualidade mais atraente e mais intensa que podemos ter na vida é a autenticidade e a pureza recebida de Jesus de Nazaré, O filho de Deus que tira o pecado do mundo. Isso não se vive após uma conversa ou após ler um livro. Deus não é domesticado. Podemos perceber por um momento e logo em seguida perder. Esse homem ouviu falar das maravilhas e das belezas, mas, deixou de analisar os perigos existentes ao redor. Caminhar com e em Jesus sugere atenção permanente, pois os nossos desejos carnais apresentam maravilhas e belezas, e o Espírito Santo que habita em nós nos revela os perigos ao redor. Nós não vivemos em lugar ímpio. Nós somos ímpios. Recebemos a Graça de Deus, mas continuamos numa natureza corrompida.

Marcelo Coradi disse...

A Paz Pr Carlos

Não vou comentar nada, kkkk pis incrivelmente as minhas palavras foram aqui escritas pelo irmão Cleison!!! rsrs
Não há problema algum, mas porque não foi proposto antes?

Abraços

Rubens Lopes Guimarães Junior disse...

Pr Carlos
A Paz do Senhor
Que pena que fatos como esse ocorram em nossa denominação.
O que está faltando em nossa CGADB para impedir que a Assembléia de Deus seja tratada como propriedade particular?
Estamos cansados de ver a Obra de Deus ser dividida, transferida e até vendida para satisfazer aos interesses de terceiros.
Que Deus tenha misericórdia de nós.
Em Cristo!
Pr Rubens

Rubens Lopes Guimarães Junior disse...

Pr Carlos
Paz do Senhor
Que pena que fatos como esse aconteça em nossa denominação.
Não há nada que a CGADB possa fazer para impedir que a AD seja tratada como propriedade particular de alguns?
Estamos cansados de ver a Obra de Deus ser dividida,alterada e até vendida, para satisfazer os caprichos de alguns.
Até onde vai isso?
Um abraço
Pr Rubens

A Mensagem da Cruz disse...

Sei que num ambiente aberto como a internet é sempre complicado compartilhar opiniões devido aos diferentes graus de maturidade espiritual que encontraremos entre alguns cristãos.

Todavia, quero crer no Senhor que alguns, se não muitos, irmãos aqui são maduros em Cristo e capazes de discernir não só o bem, mas igualmente o mal: " Mas o alimento sólido é para os adultos, para aqueles que, pela prática, têm as suas faculdades exercitadas para discernir não somente o bem, mas também o mal." Hb 5.14

Infelizmente a Igreja no Brasil padece de uma profunda imaturidade e infantilidade. Grande comprovação disso é o alastramento de doutrinas hereges e a aceitabilidade dessas por grande parte dos crentes.

Paralelamente a isso, esses mesmos criadores de falsas doutrinas introduzem como que profundas cunhas na mente e coração dos que vão sendo enganados, fazendo uso de expressões como "não toque no ungido do Senhor", ou "quem é você para julgar o servo de Deus" e outras semelhantes.

Outra questão é que, aquele que é imaturo, não tem "estômago" para lidar com o "discernir o mal". Pensam que ser crente é achar que tá tudo beleza e que qualquer pensamento crítico, no sentido de discernir o que é e o que não é sã doutrina é um pecado de julgamento.

Por causa dessas questões, gostaria de sugerir os seguintes textos: Mt 7. 15-16a,20; 1Co 2.15; I TS 5.21; I Tm 4.16; Tt 1.9; Ap 2.2; etc.

Nesses textos, o Senhor Jesus e o ap. Paulo deixam bem claro que é dever nosso, sim, zelar pela sã doutrina e que não devemos nos conformar com as heresias e mentiras por se revestirem da autoridade de um cargo eclesiástico ou da solenidade de um púlpito. Ainda nessas ocasiões, mentira é mentira.

Estudando algumas passagens históricas da Igreja primitiva, vemos que o zelo dos nossos pais na fé, como o apóstolo João e seu discípulo, Policarpo, era até mesmo muito maior do que nós temos demonstrado aqui. Diz-se que certa vez o apóstolo João ia a uma thermas a se banhar e, descendo ao lugar de banho, avistou-se com um dos hereges da época, que pregava doutrinas estranhas à igreja. Prontamente ele se retirou do lugar. Indagado sobre sua atitude, declarou temer que, pela presença dakele falso mestre, todo o lugar viesse abaixo e ele sucumbisse. Vemos um lampejo desse tipo de pensamento em João na própria bíblia, quando em 2Jo 1.10.

Prezado irmão em Cristo, se você pensa que defender pastores, independente do que eles fazem em nome de Cristo, faz de vc uma pessoa mais espiritual, mais fiel ou mais crente, gostaria de te informar que vc está completamente enganado.

Já aos que conseguem discernir que tais fatos são perniciosos ao corpo de Cristo e se afligem por elas juntamente com o justo Ló (2Pe 2.4-10), conclamo-os a orar intensamente pela igreja do Senhor Jesus no Brasil e a permanecerem firmes no local onde o Senhor os colocou, sendo luz nas trevas e um baluarte da verdade em meio à batalha que ora se trava.

Que o Senhor possa abençoá-los a todos.

Fabio

Gilson disse...

Epa, espera aí. Ele precisa dessa NOVA PLACA (EMPRESA PESSOAL E NÃO MINISTERIO), e mais, como vai administrar todos os "negócios do reino DELE". Afinal o REINO DE DEUS está se tornando na cabeça de alguns que foram seduzidos pelo "deus mamom" em reininhos pessoais com negócios multimilionários valendo-se da ignorância das Escrituras de um povo que, infelizmente tem sido mantido assim nas várias denominações. E da-lhe evangelho dos espetáculos, de arcanjo Gabriel enfiando espada em quem "o ungido especialissimo" ordenar. Prosperidade sem medida (pois ele tem a UNCÃO ESPECIAL para isso) para aqueles que semearem no meu reininho particular do qual brevemente me tornarei o único imperadorzinho e ninguém de fora (até podem) poderá questionar ou criticar (os vagabundos, desocupados e criticos que não constroem nada). Que Deus tenha misericordia desse nosso mundinho gospelinho.

Paulo Mororó disse...

Pr Carlos, a Paz do Senhor.

Acho uma tremenda hipocrisia, os suspiros admirados de alguns a respeito do fato.

Achei normal e coerente a mudança. Ficou mais transparente.

Todo mundo sabe que grande parte das "igreja" e "ministérios" já estão divididos como heranças entre as DINASTIAS ECLESIÁSTICAS.Rio, São Paulo, Belém, Belo Horizonte, Manaus; só para citar alguns mais flagrantes. Ora, se os "grandes cabeças" dão o citado exemplo, o que falar dos menores que não aparecem na mídia?

Todos sabem deste "bom costume", que já virou tradição. Todo crente bem informado, sabe que o ministério Tal, pertence a família do Fulano de Tal; A Igreja Tal, pertence ao domínio eclesial do Beltrano de Tal, e assim por diante. Virou "senso comum". É o domínio das Dinastias. E para garantir é bom que logo de início se coloque o filho ou o genro como o vice, nem que este precise de um tutor, como aconteceu com D. Pedro II, na Dinastia dos Braganças aqui no Brasil.

Achei muito coerente. Não aumenta e nem diminui a importância e o legado desta famosa e próspera igreja, apenas comunica e organiza melhor. "Mudou o sacerdote,mudou a Lei". Na verdade, faltam mudar outras coisas.

Um abraço
PAULO MORORÓ

prjuarezlima.blogspot.com disse...

Ao Reinado tudo,

Ao reino...........

Juber Donizete Gonçalves disse...

Pr. Carlos Roberto,

Concordo com o irmão Paulo Mororó, sobre a surpresa na mudança de nome da AD na Penha. Ora meus irmãos, por que a supresa? Afinal de contas, isso é um reflexo do que ocorre hoje na nossa querida AD no Brasil. O cargo de pastor-presidente que já era vitalício, se tornou também hereditário. Quando o mesmo vê que não está mais tendo condições físicas, dá logo um jeitinho brasileiro de mudar a lei (no caso - o estatuto da igreja), e colocar o filho, o genro ou neto como vice-presidente. O próximo passo, é a transferência da presidência para essa pessoa da família, às vezes até com dissidência de outro membro da família que também queria ser o ungido. Os últimos exemplos de transferência hereditária: AD em Belo Horizonte, AD do Bom Retiro, e etc e etc. A lista seria grande. Surpresa com a mudança de nome?
Ele não vai ser nem o primeiro e nem o último a criar ou mudar nomes de ministérios. Basta ver os muitos nomes dos ministérios da AD pelo Brasil à fora. Infelizmente, os problemas que a AD tem hoje no Brasil, vai mais além do que as campanhas na tv do programa Vitória em Cristo.

Um abraço fraterno.

Anônimo disse...

A paz pastor,
Concordo com o irmão Paulo Mororó e com o irmão Juber Donizete Gonçalves. Tambem não estou surprezo com a mundaça, há muito pastores e mais pastores vem tratando igrejas, ministérios e convenções como lhes convem, e o exemplo vem de longe o que dizer da presidência da CGADB quando alterou o estatuto pra atender as suas reeleições quando o mesmo ja não permitia mais? E o saudoso Pr.Jose Santos não estaria tão triste se estivesse vivo, porque o mesmo tinha um ministério na mão com muitos pastores e uma vez que empossou o genro sabia o que estava fazendo, só acompanhado a tendência que vai pelo Brasil a fora, familias no poder; sendo assim passamos ter as transferências hereditárias como comentou o irmão Juber, AD Recife PE, AD Abreu e Lima PE, AD Belo Horizonte, AD Bom Retiro SP, AD Limeira SP, AD Presidente Prudente SP, AD Penha RJ, AD Madureira RJ a lista continua...,e o velho pastor enquanto vivo fica com título de Pr Emérito, e uma pergunta quem é o vice da AD Belenzinho: o filho. E por ai vai.
Não querendo prever coisas piores, ja tem uma parcela de pastores AD defendendo a "consagração de pastoras", sendo assim o dia que em que aprovarem essa heresia ai esta feito o negócio... as esposas serão "suas vices" se Jesus não voltar quem viver verá. Que Deus tenha misericórida da Igreja, então não vamos tapar o sol com a peneira, essa é a nossa triste realidade.
Um abraço.
Sabinovizk, Dc
AD SP

Daladier Lima disse...

Prezado Pr. Carlos Roberto, para não apenas endossar algumas das questões levantadas, levanto outra:

Suponhamos (atenção, suponhamos) que a Associação Vitória em Cristo vá á falência (isso já aconteceu com algo maior, como a Associação de Caio Fábio), qual a repercussão para o nome da Igreja?

Outra:

Por que a CGADB, que detém a marca Assembléia de Deus, não proíbe seu uso indiscriminado?

Robson Silva de Sousa disse...

A Paz do Senhor, prezado Pr. Carlos Roberto Silva,

Como já é do vosso conhecimento (após breve conversa por telefone) estive ausente da blogosfera por mais de dois meses por motivos de força maior, mas estou bem, graças a DEUS.

Mas tenho que confessar – embora esteja feliz pelo retorno – que fiquei chocado com a notícia bombástica sobre a mudança de nome da Assembleia de Deus da Penha para Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

No momento que li em vosso blog, e confirmei pelo e-news “O Galileo”, senti um embrulho no estômago, uma náusea, um amargor na língua... Nem sei explicar, mas ainda não consegui digerir a notícia.

Recentemente, ao comentar com um amigo nosso da Flórida os rumos da Associação VC, cheguei a especular sobre uma possível “transformação” desta em uma “igreja virtual” (sem templos) com milhares de membros também virtuais (cyber crentes), com cultos interativos (online) e coisa e tal... Aos moldes do que já ocorre nos EEUU.

Mas nunca me passou pela cabeça que o passamento do Pr. José Santos fosse se tornar uma porta aberta para o assenhoramento de um ministério sólido e emblemático como a Assembleia de Deus da Penha de forma tão sórdida e mesquinha: na base da canetada! E pensar que “toda” a diretoria fez coro com o presidente (SM).

De que maior legitimidade precisava o vice-presidente da CGADB para a entrada da “Teologia da Prosperidade”, da “Bíblia BEVF”, de “Murdocks”, de “Cerullos” e outros “profetas de mamom” em nossos púlpitos e convenções? Sem falar da publicação via CPAD das obras produzidas por tais autores...

Desculpe, mas estou enojado disso tudo...

Que o Senhor tenha misericórdia de nós!

Oremos para que o Senhor nos dê disposição e ânimo.

Abraços fraternais.

Do sempre servo

Robson Silva
I'm back

Ivan César da S Barboza disse...

Perdão pela diterta, Todos que acompanharam essa indicação feita pelo Silas, deixando a característica e a marca que a Ass. de Deus da Penha deixou na história do Rj, é igual a ele, mas não me surpreendo, porque está é uma característica de um usurpador de alterar o nome para colocar as mudanças que eles quizerem, e se alguem for reclamar de algo que não concorda será ignorado ou convidado a sair, porque agora o minstério é outro. O que me mata é a justificativa usada para a mudança, ...é porque causa confusão uma filial da ass de Deus ministério Penha em copacabana..., não tem cabimento.
Assim como disse o Pr.Newton Carpintero, não estou profetizando e sim informando: muitas outras mudanças virão, esperem e verão.

Alípio Fernandes disse...

Graça e Paz

Só uma pergunta: Quem colocou (por votação, é o que me parece) o Silas na Vice presidência da CGADB? será que os que votaram nele não sabiam o que ele já vinha "aprontando"? ( Lançamento de revista de EBD concorrendo com a revista da denominação,e fazendo críticas "ferrenhas" à liderança da mesma. A linguagem "vulgar" que ele utiliza nos meios de comunicação ( A Bíblia recomenda-nos que usemos linguagem sã e irrepreensível).A sua mensagem nos programas televisivos deixou de ser cristrocêntrica faz tempo. Hoje para sustentar o seu "IMPÉRIO" "topa tudo por dinheiro".

Obs: Se você possível colocar o Silas do passado (início de seu ministério) com o Silas do presente em um quarto fechado, iria sair uma "briga ferrenha".


Quanto a questão da mudança de nome do ministério,fiquem todos sabendo que quando a "casa cair" com escândalos do Ministério particular Vitória em Cristo, O nome da Assembléia de Deus estará vinculada a ele. "Quem viver verá"


abraços

Anônimo disse...

Porque o Pr. Silas Malafaia e outros pastors que fazem o mesmo não abrem ministério próprio? Estão com medo de perder seus membros? Ministério tem os corajosos que saem de suas igrejas, entregando a direção dos templos que administram e formam novos ministérios. Vai uma pequena lista de homens de fé.
Ap. Estevan (Renascer em Cristo), Pra. Valnice (I. Nacional do Senhor Jesus), Ap. Terranova (Ministerio Inter. Restauração), Missº R R Soares (I. Inter. Da Graça de Deus), Ap. Valdemiro (I. Mundial do Poder de Deus), Missª Aimee Semple (Igreja do Evangelho Qudrangular), Bp. Macedo (I. Universal do Reino de Deus), Missº David Miranda (I. Pentecostal Deus é Amor), Missº Manoel de Melo (I. Pentecostal O Brasil para Cristo), Ap. Doriel de Oliveira (Casa da Bênção), Missº Daniel Berg (Assembléia de Deus “A Verdadeira”) e por ai vai...
Dou uma idéia. Que tal Igreja Pentecostal Vitória em Cristo e Bispo ou ainda Apostolo Silas Malafaia (Letrado e defensor da causa de Cristo pelo menos ele é).

Anônimo disse...

SE quisermos voltar as praticas da verdadeira Igreja Primitiva as plmandamento para denonovo testamento acas denominacionais deverão cair pois na biblia não existe o que determinava o nome da igreja era a localidade. Ex as cartas do apocalipse foram enviadas ao Anjo da Igreja da localidade Tal. Muito embora nos façamos menção as denominações antigas as chamadas historicas mas elas não passam de divisões antigas tambem.Infelimente O Reino de Deus esta Dividido em Denominações. minarmos,no

Hudson Junior disse...

Boa tarde e a paz Pastor Carlos.
com todo respeito, não vejo problema algum devemos levar em conta que o ministério do Pastor Silas se tornou maior e mais conhecido que o atual nome e uma maneira das pessoas saberem que aquela igreja e ligada ao ministério do Pastor Silas. Conheceremos a arvore pelo fruto e o ministério vitoria em cristo tem dado frutos digno de arrependimento.Claro que tenho alguns pontos que discordo do Pastor Silas principalmente com a teologia da prosperidade, mais discordância a parte com certeza ele é um grande instrumento na mão de Deus


Pr hudson

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...