quinta-feira, 1 de julho de 2010

AÇAO MOVIDA CONTRA A CGADB NO TRIBUNAL DE JUSTICA DO RJ



Como já publicado em vários blogs desde as primeiras horas de hoje, foi movida uma ação contra a CGADB - Convenção Geral das Assembléias de Deus no Brasil, protocolada sob no. 0016499-84.2010.8.19.0202, no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de  Janeiro, onde o referido processo será tramitado e julgado.

De acordo com a ficha do processo no Tribunal de Justiça (confira aqui), a ação é de PEDIDO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS, e foi movida por filiados, cujos nomes poderão serem conferidos no mesmo link acima.

Em que pese entender que nada há que se falar até que seja julgado o mérito da ação, precisamos assumir que, às vésperas do centenário da nossa denominação, as coisas não vão bem, seja qual for o resultado dessa ação. Infelizmente, perdemos a condição de julgar nossos próprios problemas, o que é claramente condenado pela Bíblia Sagrada. Já é   lamentável que existam problemas dessa natureza, e mais ainda, que essa seja a única forma de resolvê-los. - 1 Cor. 6: 1-11

Sigamos o exemplo de Jeremias:


É hora de lamento e oração.

Aguardemos!

14 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Prezado Pr. Carlos,

Sempre de olho na lance! Parabens!


E 1Co 6.1-9; Rm 12.17 e 1Ts 5.15 ... Como fica?

Graça e Paz

Danilo

Prof Damasceno disse...

Pr Carlos,

Extremamente lamentável tal fato.

É só o que tenho a dizer.

Em tempo: não quero censurar publicamente os autores da ação. Quero acreditar que todas as vias possíveis de negociação, nesse caso, foram atingidas sem nenhum resultado prático.

Deus nos proteja...

Ah, e tenho medo de um "caça às bruxas"...

Há, em off, spoillers que apontam que algumas autoridades da cúpula da ADs no Brasil estariam sendo "observadas" bem de perto pela Polícia Federal.

Tomara que sejam só spoillers.

Nos laços do Calvário,
Prof Damasceno
www.profdamasceno.blogspot.com

Gilson disse...

Prezado Pr. Carlos, creio ter sido dado muito tempo para uma auditoria interna transparente que traria esclarecimentos e o que vimos e ouvimos foi um monte de estorinhas que não convenceu a ninguém. E como quem esconde tem alguma coisa muito ruim para não expor e usa do poder e arrogância para isso, então esta alternativa é a que restou, pois ficaria muito mais feio os irmãos saindo no braço.

Alexandre Pitante disse...

Caro Pr. Carlos.
A Paz do Senhor!

É lamentável que tenha chegado a esta situação. Mas como o senhor mesmo disse: "É ora de orarmos ainda mais pela nossa CGADB e seus órgãos."

Abraço em Cristo, Alexandre Pitante.

NICODEMOS disse...

Paz seja contigo

De fato é momento de refleir e muito clamara Deus. Dentro da igreja faltou pessoas que pudessem evitar tal escândalo.

Eu de minha parte estou quase tendo que pedir ajuda ao homem, pois dentro da minha congregação tem pastor que tenta bater em membro ao final da santa ceia e o pastor lider do quase-agressor disse:

"Ja passou, o culto não volta deixa prá lá"

tempos dificeis.... oremos num só espírito e clamor por misericordia sobre nós e justiça para os infratores.

Robson Aguiar disse...

Não condeno as pessoas que moveram essa ação simplesmente por observar que os gestores que estão a frente da CGADB não atenderam o legítimo pedido de auditoria externa movido pelo então tesoureiro pastor Antonio Santana, fato que motiovou sua saída.

Não nos resta dúvidas de que os canais de negociação para solução do impasse estavam fechados.

De que outra maneira, por exemplo, o pastor Moura assumiria a Vice Presidencia, que lhe é de direito, senão pela via judicial?

Parece, que com a atual diretoria da CGADB, não há outra forma de se discutir pendências, senão por meio de tribunais seculares.

Quero deixar claro, que não sou favorável a ações judiciais contra a igreja, senão no caso acima cítado.

Claro, que tudo isso, é fruto da falta de espiritualidade que se está vivendo em algumas Assembléias de Deus.

Seu conservo,

Pr. Robson Aguiar.

Pastor Elias T. Santana disse...

ILmo Pr. Carlos Robreto;

Graça e paz!

É triste ver nossa Igreja em situçao tão delicada, digo "igreja" e não "CGADB", pois entendo que a "igreja" irá sofrer retaliações e concerteza começará uma varredura em nossa igreja. É lamentável.

Em Cristo Jesus;

Pr. Elias T. Santana
www.edificadonarocha.blogspot.com

Pr. Luiz Fernando disse...

Prezado colega Pr. Carlos,
já vinha mostrando que uma auditoria externa (independente) seria o caminho mais viável, em algumas postagens que fiz em meu blog e em comentários em blogs de colegas assembleianos. Agora levar isso para justiça é pecado diante de Deus. Isso fere frontalmente a Palavra e neste caso se não houvesse uma retratação pública com prestação de contas, melhor seria sofrer o dano conforme Paulo nos orienta. Infelizmente, em nome de uma transparência denominacional, veremos o nome de Cristo jogado na sarjeta. Agora vale o velho ditado: "jogaram a água fora e o bebe junto".
Isso não respinga na Assembléia como denominação, mas em todos nós cristãos compromissados com o Senhor.
Que Pena!
Um abraço
Em Cristo

Anselmo Melo disse...

Esse é apenas um dos escândalos envolvendo a CGADB,se essas coisas viessem a público ainda que no âmbito das ADs esse episódio talvez tivesse sido evitado.A muito ouço falar de absurdos e desmandos envolvendo membros da CGADB sem que qualquer providencia fosse tomada.Exatamente por conta desse e de outros tantos episódios chegara o dia em que o estado meterá suas garras em nossas igrejas fiscalizando e julgando o que Deus nos confiou fazer.Os pastores milionários, e todos os impérios humanos erguidos principalmente nas últimas décadas vão ser responsáveis pela eminente perseguição que jaz as portas. Que Deus tenha misericórdia de sua Igreja e de nós seus servos.

nei-cub disse...

Pr. Carlos
A Paz do Senhor

Só uma coisa a dizer:
Sem comentários.

¨Que Deus tenha misericordia de nós¨

Pb. Aneildo
Ass. Deus Cubatão

Matias Borba disse...

Pr. Carlos, amigo,
Graça e Paz!

Às vezes fico a me perguntar se todos esses acontecimentos envolvendo nossa AD nos últimos meses, não são frutos do que a CGADB/Assembleia de Deus vem plantando ao longo de quase 100 anos.

Não estou focando meu comentário apenas neste episódio, mas, falo de um modo geral. Nossa AD já plantou muita semente ótima e digna de glória para Deus, visto a multidão de quase 10 milhões de cristãos que conheceram Cristo através dela, mas, sempre que plantamos sementes ruins, os frutos serão colhidos na mesma proporção, e frutos da mesma semente. O legalismo e farisaísmo exacerbado em alguns lugares podem ser essas más sementes.

É só umas indagações que tenho comigo, o senhor como todos podem discordar de mim.

Um abraço!

Pb Marcio Donizetti disse...

E lamentavel a situação que estamos chegando,aonde iremos parar,se que iremos parar irmãos,que Deus tenha misericordia da Noiva do Cordeiro .
As vezes me pergunto qual o interesse real por ser da(Diretoria) administração da CGADB,se é se preocupar pelos interesses da obra de Deus ,pregação da Palavra ,obra missionaria ,evangelismo,ir aos becos e valados,levar a Mensagem de Jesus aos desesperados,aos aflitos,aqueles sem esperança ou a Ambição mundana por estar a frente de um orgão que deveria ser tão respeitado na sociedade Evangelica que alías esta perdendo seu respeito,ou será que e a direção da CPAD nossa dignissima casa publicadora.Ou talvez pelo ``status´´.Que nossos Pastores,parem para pensar,
refletir,ORAR,buscar a Deus em oração para que a nossa Denominação Assembleia de Deus não venha cair em descredito ,pois se continuar aí então minhas suspeitas se concretizarão. Sou Presbitero da Assembleia de Deus em Atibaia. A paz do Senhor aos nobres Pastores

Pr.Valdivan Nascimento disse...

Caro Pr.Carlos

Pelo jeito a moda está pegando e os pastores estão recoreendo cada vez mais à justiça do mundo para resolver questões eclesiásticas, o que é lamentável. De outro lado, se houvesse mais transparência na administração das entidades ditas evangélicas, de certo não seria necessário este artifício. Não sou da AD, mas estes fatos envergonham a todos nós.

Parabéns pelo blog e pela postura ética.

http://valdivannascimento.blogspot.com

joniasjc disse...

Isto mostra a fraquezaespiritual que se encontra a CGADB. Está longe da vigilância que o Mestre recomenda, vê em Marcos cap. 13 e referencias

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...