sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

RENÚNCIA




Renúncia, é quando se abre mão da própria vontade, em favor da vontade do Eterno.

Renúncia, é quando desviamos nosso olhar daquilo que queremos, porque já sabemos que Deus não quer.

Renúncia, é quando mesmo gostando de algo, consideramos esterco, exatamente porque o Senhor não gosta.

Renúncia, é quando decidimos desagradar a todos, ainda que seja pai, mãe ou irmãos, pelo sincero desejo de agradar o Altíssimo.

Renúncia, é quando viramos as costas para o garantido fácil, porém de fonte duvidosa, acreditando pela fé no impossível, mas procedente da provisão divina.

Renúncia, é quando cremos que mesmo Deus podendo fazer, pode decidir não fazê-lo, simplesmente porque nos ama e quer o melhor para as nossas vidas, e ainda assim glorificamos o seu santo nome, sem murmurações.

Renúncia, é trocarmos as iguarias de Faraó no Egito, pelo maná no deserto, na esperança de uma terra ainda prometida por Jeová.

Renúncia é abrir mão do conforto da própria terra e parentela, e partir para uma terra ainda a ser mostrada pelo Senhor.

"Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, todavia, eu me alegrarei no SENHOR, exultarei no Deus da minha salvação."
Habacuque 3: 17 e 18

"Então, disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz e siga-me."
Mateus 16:24

17 comentários:

Nilton Rodolfo disse...

A paz do Senhor, Pr. Carlos!

É um prazer retornar no Point Rhema.

O seu artigo é muito pertinente.

Creio que a Renúncia é um dos temas mais importantes a serem tratados em nossos dias. Precisamos atentar mais para ela no evangelismo, na adoração, no nosso culto em geral e, principalmente, na nossa vida pessoal.

Que Deus nos dê graça para perseverarmos até o fim no caminho estreito do Senhor Jesus.

Um abraço a todos!

disse...

Renúncia - É rejeitar os manjares que muitos reis nos oferecem não é meu amigo? Tenho renunciado diariamente, e não é nada fácil. Mas tudo por Ele, e só pra Ele. Paz!

Pastor Geremias Couto disse...

Simplesmente maravilhoso, verdadeiro e honroso!

Abraços do amigo!

SANDRO LUIS DO ESPIRITO SANTO disse...

PREZADO PASTOR CARLOS

A PAZ DO SENHOR,

LEIA ESTA REFLEXÃO QUE VALE MUITO PARA OS DIAS ATUAIS EM ÉPOCA DE GUERRA MINISTERIAL.

I Co 3.9 )
Porque nós somos cooperadores de Deus; vós sois lavoura de Deus e edifício de Deus.

Muitos crentes ficam extremamente apegados a cargos ministeriais a ponto de ficarem doentes. Há casos que pseudos " fiéis " chegam até as vias de fato por causa de posições, outros choram e até caem em depressão. É uma idéia e sentimento completamente errôneo e fora da vontade de Deus.
Meus irmãos, por amor a obra de Deus é preciso trabalhar o desapego. Passe o bastão para teu companheiro, a obra de Deus não é propriedade nossa e muito menos qualquer cargo ministerial que o Senhor nos confiou.
Tenha sabedoria trabalhe o desapego, pois nada mais somos, do que cooperados da causa do Mestre ( I Co 3.9 ).

Leia o texto de Fernando Pessoa :

" Pratique o Desapego

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final. Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos que já se acabaram. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas possam ir embora. Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará. Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo - nada é insubstituível , um hábito não é uma necessidade. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida. Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira.


Fernando Pessoa


QUE DEUS ABENÇOE E ILUMINE A TODOS ! ! !

Simone Tavares disse...

Ai que post liiiindo pastor!

Amei mesmo!

Deus abençoeeeee sempre mais!

Abraço!

Simone Tavares
Campina Grande - Pb

Carolina Dantas disse...

Muito bom pastor!!!!

Fica com Deus!

Carolina Dantas
Cubatão - SP

Pb Uilton disse...

Graça e Paz Pr Carlos
Que Maravilha de Mensagem
Temos que renunciar a tudo por amor aquele que deu a vida por nós.

Um abraço

CANTOR MOISÉS VIEIRA disse...

Olá querido Pastor. Linkei seu bânner ao meu blog, que tal fazer o mesmo? Parceria!! hehe, Abraços, tenha um dia abençoado!

Reflexões Bíblicas - Duarte Rego disse...

Graça&Paz!!
Uma palavra tão simples mas com uma profundidade enormíssima.
Este artigo me transportou para Hebreus 11, que mostra a renuncia dos heróis da fé.
Queremos ser heróis sem renunciar, porém isto é como por aqui se diz: Colocar a carroça à frente dos bois"(risos)
Um grande abraço e muito obrigado por partilhar este sublime artigo.

Fábio José Lima disse...

Graça e Paz Pr. Carlos,

Parabéns pelo post, em tempos de tantas pregações de conquistas materiais, dentro de uma visão totalmente deturpada, uma pregação simples e direta, como deve ser, nos mostra que o que temos de fazer todos os dias é isso: renunciar. Sem este ato diário torna-se impossível chegarmos a Deus.
Fica na Paz do Eterno.

Francikley Vito disse...

Renuncia - permita-me - é quando deixamos de olhar para o nosso próprio umbigo e começamos a olhar nos olhos dos outros para perceber a verdadeira necessidade de sua alma... Um abraço.
www.vosbi.blogspot.com

Anônimo disse...

Falando em renuncia, sonhei ontem que o pr. José Welligton renunciava a presidencia da CGADBum dia depois do centenário.

Matias Borba disse...

Pastor Carlos,
Graça e Paz!

Postei agora a pocuo em meu blog um texto falando sobre nosso mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo, e só quem reconhece que chegamos à Deus através de Jesus em um ato de renúncia, pode ter uma vida com Deus.

Deus abençoe pelas reflexões, segue abaixo o link do texto.
Um abraço!

Link:

http://encontrobiblia.blogspot.com/2011/01/jesus-cristo-o-unico-mediador-entre.html

Conexão da Graça disse...

Meu mano Carlos Roberto, graça e paz!

O ego humano só conhece a equação que envolve adição e capitalização.
A renúncia está na conta da divisão e subtração que não faz parte da lógica de quem idolatra a si mesmo.
Como escrevi num texto em meu blog "José:Exemplo de Consagração e Poder Espiritual", poderoso é aquele que vence a si mesmo, ou seja, é a escola da renúncia.
O maior exemplo de poder espiritual (renúncia)nos textos bíblicos pra mim, está em fp 2:5-8, e como escrevi no texto já mencionado: É preciso poder (renúncia) para abrir mão do poder.

Um abraço,

Franklin Rosa

Perfume de Cristo disse...

Graça e Paz
Pr.Carlos e família,é sempre uma benção visitar seu blog.Que beleza de texto.
Eu acredito que a maior proposta do Evangelho de Jesus é a Renúncia,Ele fez isso por nós e, nos deu o exemplo,e quem quizer segui-lo deve renunciar.Não é fácil,mas é gratificante saber da vida eterna que terão aqueles que renunciam o sistema desse mundo que jaz no maligno.

Em Cristo
Cláudia Mariz

Eber Pedro disse...

Renuncia!
Tenho certeza que renunciar por amor a Cristo e ao seu Evangelho é: "viver é ter liberdade de vida!".
Para o ímpio ou para um religioso parece limitação de vida , pois não se converteram a Jesus Cristo e não vive a novidade de vida .

http://pensadorbleia52.blogspot.com/

Claudinéia disse...

Paz do Senhor Pr. Carlos!
Como parece difícil renunciar muitas vezes, pois, o mundo nos apresenta o tempo todo coisas diferentes a fim de nos chamar a atenção, mas, posso garantir que por Cristo vale a pena qualuqer renúncia.
Claudinéia do blog Gente Evangélica
http://pingofeliz.blogspot.com/

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...