terça-feira, 8 de março de 2011

Carnaval 2011 - Tirando a máscara


Tirando a máscara



HORA DE TIRAR A MÁSCARA

"Mas todos nós, com cara descoberta, refletindo, como um espelho, a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória, na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor." 2 Coríntios 3:18

O mundo secular comemora e brinca a festa chamada carnaval. Tempo de máscaras, de fantasia, de aventuras, etc...

Infelizmente, muitos se jogam de corpo e alma, não avaliando os prejuízos dessa aventura irresponsável, carnal e diabólica. Festa da carne, dos prazeres sensuais, da bebedeira desenfreada, dos acidentes, da prostituição, da lascívia, da fornicação, da gravidez indesejada, coisas que na verdade provocarão choro, lamúria e tardio arrependimento. Tudo isso por causa das máscaras.

Tais máscaras podem ser de caráter estético, mas também em forma de bebidas com teor alcoólico e até mesmo de drogas químicas, as quais provocam alterações no funcionamento do organismo, principalmente na área psíquica, o que é muito pior, fazendo com que o ser humano “perca a cabeça”.

As pessoas ao se esconderem atrás delas, tomam a forma que querem, sentem e desejam, ainda que seja por alguns momentos, alguns dias. Liberam seus desejos escondidos, mesmo que seja verdadeira afronta contra Deus, a sociedade ou ao seu próximo, e assim aproveitando-se das máscaras e suas fantasias, realizam tudo aquilo que naturalmente jamais fariam. É justamente isso que as máscaras produzem, a insensatez, a hipocrisia e o engano.

Por esse motivo o texto sagrado acima transcrito, nos exorta a apresentarmo-nos diante de Deus com a cara descoberta, e particularmente contextualizo ainda, com a “cara limpa”.

Com Deus é assim. Não adianta máscara nem fantasia.

É necessário realidade, corações abertos, sinceros e arrependidos, ou seja, convertidos ao Senhor.

As máscaras escondem a realidade, maquiam o que não está bom, enganam aqueles que a vêem e alguns chegam mesmo a acreditar, tal é o grau do seu engano em virtude da sua pretensa perfeição.

A Bíblia é clara quando o apóstolo Paulo registra aos Gálatas que Deus não se deixa enganar, afinal, o que o homem semear é isso que colherá.

O brilho de uma festa carnal como o carnaval, ou mesmo de um status fictício ou posição social, ou até mesmo de uma falsa espiritualidade são coisas vulneráveis, fúteis e passageiras, porém, somente com a cara descoberta de tudo isso, poderemos proporcionar as condições para o refletir da gloria de Cristo em nossa vida através da ação do Espírito Santo. Isso não é passageiro, são marcas espirituais e de valores eternos, porém, que abençoam o nosso viver já aqui nesta terra.

É hora de tirar a máscara!

4 comentários:

COOP.J.PAULO disse...

Graça e paz pr Carlos
nao e so a hora de tirar a mascara
da falsa alegria que esconde a realidade do dia a dia, mas tambem de somar as perdas .talvez prejuizos pro resto da vida .
exemplos:transito,rixas entrigas ,sobre efeito de entorpercentes e bebidas alcooolicas onde muitos deixam para cobrar nessa epoca deixando danos e dor em muitas familias .que Deus possa ter misericordia .
um abraço que Deus derrame sua graça abundantemente em sua vida

edna disse...

Feliz somos nos que já morremos para o mundo, mais temos que ficar vendo de cara limpa tão grande afronta a Deus, é esta festa carnal,não só a Deus, mais as vidas que se deixa levar por ela.
fico triste, mim sintindo impotente.
minha oração, que eles sobrevivão e se arrependão e covertão au Senhor Jesus. Paz do Senhor.

GREGORIO MOLERO MARTINS disse...

muito bom artigo querido reverndo e amigo vc é uma bençãos

GREGORIO MOLERO MARTINS disse...

que benção de artigo rev. um abração desse teu fã

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...