quinta-feira, 7 de junho de 2012

CGADB - V AGE Maceió - Estatuto da igreja precisa se adequar à nova realidade


Pr. José Antônio dos Santos (José Néco) - AD Alagoas


Presidente da AD em Alagoas comenta que reformulações a serem discutidas na 5ª AGE são necessárias e urgentes
Rio Largo, AL - A expectativa do pastor José Antonio dos Santos, presidente da Assembleia de Deus em Alagoas, é que a 5ª Assembleia Geral Extraordinária (AGE) cumpra o principal objetivo pelo qual foi convocada pela Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB): reformular alguns pontos do estatuto. E por falar neste assunto, o ministro comentou, com exclusividade ao Portal AD Alagoas, que o estatuto da denominação precisa de mudanças urgentes “para se adequar à realidade atual”.
Sem querer citar os pontos que entrarão na pauta das sessões plenárias da AGE, o pastor José Neco resumiu-se a dizer que a igreja Assembleia de Deus no Brasil necessita modificar o Credo e alguns incisos do estatuto. Adiantou, também, que não se trata de itens polêmicos, o que evitará, na opinião dele, os debates mais acalorados como são frequentes em eventos desta natureza.
Não teremos discussões polêmicas nesta AGE. Os pontos que serão submetidos à apreciação dos convencionais não figuram em itens que impulsionarão os debates mais acirrados. Entretanto, são pontos necessários para modificação para que a igreja possa se adequar à realidade sem deixar de lado os princípios cristãos”, comentou o presidente assembleiano, que também exerce a função de 5º vice-presidente da CGADB.
O pastor José Neco avalia que, com o passar dos tempos, alguns incisos do estatuto e do Credo da Assembleia de Deus no Brasil foram ficando ultrapassados e que precisam ganhar uma nova edição. “É natural que alguns pontos ficassem obsoletos. Tudo muda no mundo e a igreja necessita seguir os novos parâmetros”, afirmou o ministro.
Sobre o evento, o presidente diz que tudo o que foi proposto pela CGADB foi colocado em prática durante os preparativos. Porém, o pastor alagoano não escondia a ansiedade de a igreja em Alagoas recepcionar mais um evento de grande porte com a presença de milhares de obreiros de outros Estados. “Graças a Deus tudo está indo muito bem e a Assembleia de Deus em Alagoas sente-se feliz por ser a anfitriã de mais um evento da CGADB”, frisou. Há dois anos, Alagoas sediou a Conferência da Escola Bíblica Dominical, realizada no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, em Maceió.

5 comentários:

Paulo disse...

A Paz do Senhor, Pr Carlos.

O senhor pode citar quais os pontos do CREDO entram no debate? E quais os motivos e as propostas para tais mudanças no mesmo?

Abrigado.
Paulo Mororó

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro pr. Carlos Roberto,

A paz amado!

O importante é saber a qual realidade o Estatuto deve se adequar.

A realidade de quem?

A realidade do evangelho é neutra às confusões dos homens que, inventam e reiventam a cada momento, de acordo com os seus próprios interesses o que melhor lhes convém.

Cfreio que a Palavra de Deus é eficaz e não se altera de maneira nenhuma e nao precisa de convver com o modernismo.

Inventaram teses de santidades e criaram mitos, que por vezes, se altercam em busca de plantarem o que interessa sem a plena avaliação do que discutiram no passado, e com isso, desporporcionam as verdades antes avaliadas com a base bíblica e por direito, não se pode interceder em vontades que certamente colocaram a igreja em círculos de definições sem concistência real com a Palavra eficaz de Deus.

Por muito anos fui agredido pela minha barba que hoje não passa de um simples cavanhaque.

Por muitos anos a igreja proibiu a mulher de raspar as suas pernas.

Por muito anos a mulher não podia utilizar um brinco que fosse. Hoje, os músicos podem utilizar roupas extravagantes, brincos, cabelos com penteados inadequados, e por aí vai.

Não se podia utilizar um terno com uma abertura atrás, e hoje são entrevistados, por utilizarem coleções de ternos de marca, em abuso aos que doam suas ofertas com sacifícios.

Hoje, aceitam a consagração de pastoras e bispas por interesses comno aconteceu em Brasília aos olhos dos que se tornam tímidos por não mais terem afeto as orientações de Deus.

Paro por aqui... continuar poderei entrar em méritos incontestáveis, aos cuidados que permitirá uma igreja saudável, e não a uma igreja adaptável ao mundo e as suas consequências nesta nova realidade em que vivemos repleta de interesses mesquinhos e PROMISCUOS.

Vide o que acontece com igrejas brasileiras nos EUA.

Pastores se divorciam e se casam novamente no Brasil.

Pastores largam suas esposas no Brasil e se casam novamente nos EUA.

Pior! Pastores no Brasil apoiam esta iniciativa de olhos fechados.

Pastores que processam heresias nos EUA e destroem igrejas, são convidados para pregarem no Brasil, como se nada tivesse acontecido.

Precisamos acabar com a vigarice dos interesses por cargos.

A cada dia, mais e mais púlpitos, estão RECHEADOS e cada vez maiores com a consagração indiscriminada e eleitoreira, aos que sucubem aos desejos de seus líderes. São como túnulos para o bem ou para o mal.

O Senhor seja contigo, nobre pastor.

O menor.

Lucas Marim Santos disse...

Mas afinal, quais são esses pontos? (risos)

Que o Senhor possa realmente direcionar.

Eber Pedro disse...

Pr. Carlos,


Quais São os pontos descutidos?


Eber Pedro

EV. SAMUEL EUDÓXIO disse...

Caro Pr Carlos,
Paz do Senhor.

Concordo que alguns pontos de nossos costumes devem ser revistos. Já era a hora de nossos líderes se posicionarem acerca disto. Digo "costumes" porque creio que estes serão os pontos discutidos, visto que a Palavra de Deus não pode ser "atualizada" ou "adaptada" aos novos tempos. Os costumes sim devem ser revistos.

Forte abraço pastor.

Ev. Samuel Eudóxio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...