sábado, 9 de junho de 2012

CGADB - Assembleia de Deus se manifestará oficial e publicamente contra o casamento homossexual

Plenário da V AGE CGADB - Maceió/AL - Manhã 07.06.2012

Exatamente às 16h de hoje, por sugestão do Presidente da CGADB - Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil, Pr. José Wellington Bezerra da Costa, transformada em proposta pelo Pr. Sóstenes Cavalcanti da CEADER, foi aprovado por unanimidade, a elaboração em caráter de URGÊNCIA, o posicionamento oficial das Assembleias de Deus no Brasil, contra a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Tal posicionamento deverá ser encaminhado às principais autoridades da nação, congresso nacional, bem como deverá ser publicado em nosso veículo oficial de comunicação, o Mensageiro da Paz, e nos principais órgãos de imprensa da nação.

Aprovado por unanimidade! 

10 comentários:

Marialda Barreto Costa disse...

Olá pastor!!! Penso que todos os líderes de outras igrejas deveriam se posicionar oficialmente também...

Passei pelo seu blog e participei como leitora... Depois dê um ida no meu blog e também seja o meu parceiro...
Abraços

marialdabarreto.blogspot.com

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro pr. Carlos Roberto,

A paz amado!

Parece incrível, extraordinário, fantástico e algo mais, a tomada desta decisão que já deveria ser tomada a muito... muito... muito... tempo.

É incrível que deixaram chegar a esta proporção de alto teor homoxessual, para que somente agora os responsáveis pela igreja se tocaram da sua RESPONSABILIDADE com a sociedade e com o Deus da sociedade.

É revoltante que haja um descuido tão abrangente nas Assembléias de Deus no Brasil, mediante tanta fanfarra dos homossexuais.

Bem, quem sabe, se recuera o tempo perdido.

O Senhor seja contigo, nobre pastor,

O sempre menor.

Rosângela Oliveira disse...

Glória a Deus por esta sábia decisão, não podemos ficar omissos, fomos comissionados pelo Mestre para sermos atalaias!Parabéns CGADB.

Daladier Lima disse...

Prezado Pr. Carlos,

Acho que esse não seja mais o momento propício. Seria na época de homologação da ação pelo STF. Agora, vamos procurar briga gratuita. A esta altura o debate já passou, e está até meio adormecido na grande imprensa. Agora, pode ser um tiro no pé. Por outro lado, por que não se manifestar contra o aborto? O Governo Federal está se movimentando para implementar à sorrelfa da Lei. Se é o que se quer, então vamos colocar todas as posições na mesa!

Abraços!

Fábio José Lima disse...

Graça e Paz Pr. Carlos,

Olha, concodo com o Evangelista Daladier no que diz respeito ao momento não ser o apropriado. Acho que a CGADB está devendo várias manifestações, e até explicações, aos assembleianos. Espero que as coisas mudem por lá.

Fica na Paz!

Newton Carpintero, pr. e servo. disse...

Caro pr. Carlos Roberto,

A paz amado!

Somente agora... é incrível.

A carruagem passou e somente agora decidem o que já deveriam ter decidido.

Pura tristeza ou falta de zelo como luz e sal na terra.

Estavam ocupadíssimos com OUTRAS COISAS... mais importantes.

O Senhor seja contigo, nobre pastor,

O menor.

EV. SAMUEL EUDÓXIO disse...

Paz do Senhor Pastor,

Como já comentaram aqui, muitas decisões são proteladas não sabemos por quais motivos. Porém, já é um passo a mais. Realmente a AD precisa ser mais atuante no que concerne a assuntos de interesse geral, como foi os debates do "casamento gay", o aborto, etc. Ao meu ver, um assunto que precisa ser tratado é com relação aos nosso credo e nossos "costumes", pois estamos perdendo nossa identidade como instituição. Encontramos AD de todo tipo no Brasil, e grande parte afiliada a CGADB. Mesmo levando em conta que estamos em um país continental e as diversas culturas em nosso imenso território, ainda acho que nossos líderes deveriam se posicionar com relação a isto.

Forte abraço,

Ev Samuel Eudóxio

Sóstenes Cavalcante @PastorSostenes disse...

Caro Pr. Carlão,

F I N A L M E N T E !!! Aleleuia!! Fico impressionado com demora do atual presidente da CGADB em se posicionar publicamente sobre assunto.
Já era hora. Espero que realmente o faça, que pague matérias nos principais jornais do país e que isso seja amplamente divulgado.

Matias Borba disse...

Pastor Carlos,
a Paz!

Nobre pastor, antes tarde do que nunca, pode ser um pensamento bom para que o termo "finalmente" possa ser aplicado. No entanto, acho que demoramos muito, muito tempo para termos uma postura a altura de nossa centenária instituição, que há cem anos vem divulgando o evangelho e sendo canal de transformação de muitos.

Espero que nossos líderes acordem antes do tempo, pois a carruagem vai passando e eles só se manifestam quando as luzes estão apagadas. Busquemos nos manifestar no momento certo e antes de qualquer atitude mais drástica, como foi a STF.


Forte abraço!

Eber Pedro disse...

Isso tudo só e movimento. Em mal tempo, isso já deveria ser discutido antes ! Já e para estar na consciência do cristão e não meramente pela posição da igreja !

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...