sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Missionária Doris Pearl Johnson recebe o título de Cidadã Campineira

Doris Pearl Johnson

A Câmara Municipal de Campinas aprovou na noite de ontem - Quarta-feira (11.09.13) por unanimidade, 30 votos dos 30 vereadores presentes, o título de cidadã campineira à missionária Doris Pearl Johnson, viúva do saudoso Missionário Pr. Bernard Johnson.

Justa homenagem da municipalidade em reconhecimento do extraordinário trabalho desenvolvido por esta mulher exemplar, combativa, fiel, uma verdadeira serva de Deus.

A missionária Doris Pearl Johnson foi criada num lar pentecostal no interior dos Estados Unidos. Seu pai era um diácono que ajudou na fundação de duas igrejas Assembléias de Deus. Aos oito anos de idade, sentiu uma chamada missionária. Foi professora da classe infantil da Escola Dominical com 14 anos de idade e chegou a ser presidente da mocidade da igreja. Enquanto estudava na Faculdade Bíblica Central das Assembléias de Deus, em Springfield, Missouri, ela conheceu um aluno chamado Bernhard Johnson Jr., filho de missionários no Brasil. Depois de casarem e formarem-se na faculdade bíblica, em 1952, dirigiram duas igrejas na Califórnia. Várias vezes, teve que substituir seu esposo no púlpito quando o emprego secular dele agendava serviços para os domingos. O casal também passou dois anos realizando trabalhos evangelísticos nos Estados Unidos e no Canadá.
Em dezembro de 1957, eles chegaram no Brasil e passaram seus primeiros anos dirigindo os campos de Divinópolis e Varginha em Minas Gerais. A família estava residindo em Belo Horizonte quando fundaram seu ministério de cruzadas que durou 30 anos, com os resultados de 1.800.000 decisões para Cristo e centenas de curas divina e libertações.
Depois de residir no Rio de Janeiro, a família mudou-se para os Estados Unidos para abrir um escritório do Ministério Bernhard Johnson, na Califórnia. Foi nesta época que a missionária Doris completou seus estudos em Pedagogia na Faculdade Bíblica Betânia. Em 1992, a associação de ex-alunos daquela faculdade e o presidente da Convenção Estadual da Califórnia do Norte, das AD, conferiram-na com uma citação meritória de distinção por prestar serviço como missionária e por possuir um rico e variado ministério pessoal.
Em 1954, a mesma convenção estadual e a Convenção Geral das Assembléias de Deus nos Estados Unidos, a separaram para o ministério e, em 1957, a consagraram como ministra do evangelho.
Nos seus 60 anos de ministério, tem viajado por todos os continentes do mundo. Além de ter desempenhado o papel de mãe, musicista, escritora, oradora e pregadora, sempre serviu ao lado de seu esposo. Após a morte do pastor Bernhard, em 1995, assumiu a presidência do Ministério Bernhard Johnson, nos Estados Unidos.
A missionária Doris continua seu ministério de pregação e ensino em conferências, convenções estaduais e de visitar igrejas para prestar relatório referente aos trabalhos do Ministério Bernhard Johnson no Brasil. Também viaja continuamente para o Brasil para participar das atividades da EETAD, da FAETAD, da ABEM e do IBP

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...