sexta-feira, 28 de agosto de 2015

A CORRUPÇÃO DOS ULTIMOS DIAS - LB Adultos EBD/CPAD - Lição 9 - 3º Trim./ 2015 - Subsídio Teológico


É assustador o fato de a Bíblia Sagrada (Novo Testamento) ter sido escrita há quase dois milênios, por diversos escritores de diferentes níveis culturais, em épocas diferentes, e permanecer tão atualizada, tão bela, tão poética, tão harmônica nos seus dois testamentos que se completam. Tal realidade confunde até os sábios deste nosso tempo, eles não entendem, e ficam procurando meios para questionar a autenticidade da Palavra de Deus. 

Eles não sabem que a Bíblia não contem uma filosofia religiosa, ou um compêndio histórico da humanidade, mas ela é Viva, Eficaz, conforme nos ensina o autor da epístola aos Hebreus 4:12 . “Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais cortante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até ao ponto de dividir alma e espírito, juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e propósitos do coração.” A Bíblia não é um mero livro contendo livros, meras letras, mas é a Palavra de Deus, por isto é tão atualizada, porque é Viva!

Diante destes fatos incontestáveis, a Bíblia nos aponta detalhadamente um perfil do caráter do homem dos nossos dias, conforme este texto de 2 Timóteo, onde Paulo escrevera no primeiro século d.C. e já se passaram quase dois milênios, e agora o caráter dos homens do nosso tempo é desvendado com tanta clareza. Importante saber que o próprio Senhor Jesus Cristo, já anunciara perspectivas sombrias para os últimos tempos: os falsos messias se multiplicam, desviando as pessoas do Caminho com doutrinas heréticas perversas (cf. Mt 24,4-5.24).

As sábias exortações de Paulo à Timóteo

Após as exortações sobre o serviço firme nos primeiros dois capítulos, Paulo agora procede para oferecer exortações sobre a sã doutrina neste capítulo e no próximo. Ele avisa sobre tempos difíceis que sobreviriam nos últimos dias, descrevendo as condições das pessoas durante aqueles tempos. Timóteo devia fugir de tais pessoas, pois seria como Janes e Jambres que resistiram a Moisés no Velho Testamento (1-9).

Lembrando a Timóteo de como ele havia seguido de perto o ensino e a maneira de vida de Paulo até aquele ponto, Paulo avisa da perseguição que cairá sobre todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus. Enquanto os homens perversos e impostores irão de mal a pior enganando (e sendo enganados), Timóteo é exortado a continuar nas coisas que ele tem aprendido. Paulo tem uma referência especial às Escrituras que Timóteo conhecia desde criança, que como toda Escritura é inspirada por Deus e tem o valor de deixar algum sábio para a salvação que é pela fé em Cristo, instruindo de tal maneira que torna a pessoa completa e inteiramente equipada para toda boa obra (10-17).

Meditando nessa parte da carta, identifico não um balde de água fria sobre aqueles que estão lutando pela defesa da verdade, mas um grito de alerta. Não há como fugir da realidade, pois os "últimos dias" são aqueles que antecedem a volta do nosso Senhor, e à medida que esse dia se aproxima, a coisa vai ficando ainda mais difícil, e, para ver isso, basta dar uma olhadinha dentro das "igrejas cristãs". Por isso mesmo é que temos que estar atentos ao alerta da Palavra de Deus.

Seriam homens egoístas, amantes do dinheiro, orgulhosos, arrogantes, se opondo em palavras e atitudes contra Deus, desobedientes aos pais, ingratos, com falta de respeito as coisas de Deus. Seriam também homens que teriam perdido a capacidade de amar, seriam cruéis, envaidecidos e orgulhosos de si mesmos, mais amigos dos prazeres deste mundo e da carne do que de Deus.

Os males e as corrupções dos últimos dias. 

Paulo começa o capítulo 3 de sua carta a Timóteo, falando à ele sobre os últimos dias. Lembrando que Timóteo era o presbítero/pastor responsável da igreja de Éfeso (1 Timóteo 1:3) e a igreja passava por um período de dificuldades, pois alguns estavam se  levantando contra as verdades do evangelho de Cristo Jesus (1 Timóteo 1: 3 ao 7). Esses foram identificados por Paulo como falsos mestres e falsos crentes (2 Timóteo 2:14 ao 26).

Então Paulo fala de como seria difíceis os últimos dias e de como as pessoas teriam seus caráteres deformados e corrompidos.

“Sabe, porém, isto: nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis, pois os homens serão egoístas, avarentos, jactanciosos, arrogantes, blasfemadores, desobedientes aos pais, ingratos, irreverentes, desafeiçoados, implacáveis, caluniadores, sem domínios de si, cruéis, inimigos do bem, traidores, atrevidos, enfatuados, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus,” 

As características que Paulo deu foram para que Timóteo pudessem identificar os falsos mestres e os que estavam no erro, porém podemos identificar essas características ainda hoje no homem moderno. Isso tem sido a característica da sociedade em que vivemos e ate mesmo de alguns que dizem professar sua fé em Cristo.

“Nos últimos dias” Sob a expressão “os últimos dias”, Paulo inclui a condição universal da igreja cristã. Não é que compare sua própria época com a nossa, mas ao contrario, informa a Timóteo sobre qual era a futura condição do reino de Cristo; porque alguns se imaginavam certa condição que seria absolutamente pacífica, e livre de qualquer incomodo. 

Entendemos que Paulo quer dizer que não haverá, nem mesmo sob o Evangelho, tal estado de perfeição, que todos os vícios terminem e floresçam toda a classe de virtudes; e que, portanto, os pastores da igreja cristã terão que atuar contra os homens ímpios, como os profetas e os sacerdotes piedosos teve nos tempos antigos. Disso se conclui que não haverá tempo para a ociosidade ou para ministérios de gabinetes.

O cristão – cidadão do céu, mas vivendo na terra.

Voltando ao texto básico de 2 Timóteo capitulo 3:1-7, Paulo escreve ao jovem Timóteo advertindo-o, mas sobretudo incentivando-o perseverar no Evangelho, a despeito do caráter do homem daqueles dias.

O Cristão não é um alienígena, ele é um Cidadão dos Céus, mas vive no mundo, um território hostil governado pelo "deus deste século" (veja João 17:14-18; 2 Coríntios 4:3-4). 

O Jovem evangelista Timóteo teria que lidar com homens que rejeitaram a verdade de Deus para seguirem os desejos deste mundo. Paulo faz uma lista de seus atributos, destacando seu egoísmo e seu "amor" para tudo aquilo que é contra a vontade de Deus (3:2-4). Tais homens complicam a vida do servo fiel, pois não somente fazem o errado como também encorajam outros a rejeitarem a verdade. Até parecendo ser espirituais, vemos muito deste tipo de fingimento na Casa de Deus, estes enganadores da boa fé, levam sua falsidade às casas dos mais fracos e daqueles que não conseguem distinguir a verdade da mentira (3:5-7).

Quais são as características dos homens dos dias finais, iniciando aqui no verso 2?

a. Egoístas. O vocábulo grego é ‘philautoi’ cujo significado é, amantes de si mesmos, adoradores de si próprios. Deve notar-se que a raiz da palavra grega que se traduz por “amantes de si mesmos” é parte dos cinco dos termos que se encontram nos versículos 2-5, indicando a ênfase que Paulo vê nas emoções corruptas e desviadas.

b. Avarentos – um sujeito mesquinho, obcecado pelo dinheiro, que ama sua riqueza, investe muito pouco na obra de Deus e nos irmãos mais pobres da comunidade;

c. Jactanciosos – homens vaidosos; manifesta com arrogância alta opinião sobre si mesmo, orgulhoso. Veja suas consequências em 1Tim. 6.9-10. É característica dos falsos Mestres em Tito 1.11.

d. Presunçosos. Arrogantes – altivo, insolente, soberbo. Manifestações de egoísmo. O arrogante é alguém que se jacta de si mesmo, exagerando seus logros e mentindo para impressionar aos demais; fanfarrão. (veja Tiago 4.16; I João 2.16).

e. Blasfemadores – vocábulo grego ‘blasphemoi’ que significa “insulto ao sagrado”.  Caluniador contra os homens, mas especialmente contra Deus.

f. Desobediente aos pais – sem nenhum amor e apego à família, na frente dos pais eles fingem obediência, mas suas ações às ocultas só o referir já causa vergonha aos pais que confiam neles; 

g. Ingratos – não reconhece o benefício que tem recebido, molesto, desagradável, enfim um homem mal agradecido. É significativo que esta característica segue a de ‘ desobediência aos pais’.

h. Irreverentes – homem sem acatamento, sem respeito às coisas sagradas, profanos;

i. Desafeiçoados – No grego é astorgos, que siginifica: sem afeição natural”, “insociável, tosco”, feio, disforme, sem nenhum afeto natural, perdeu a ternura, o afeto, a amizade sincera, a dedicação;

j. Implacáveis – No grego é aspondos, uma pessoa que nunca se deixa persuadir, comportamento hostil, que não tem espírito perdoador, irreconciliáveis, inflexível, sem nenuma sensibilidade;

k. Caluniadores – vocábulo grego diaboloi – significa lançadores de contendas, diabos. Você já viu a quantidade de fofocas no meio da comunhão? Tais homens e mulheres fofoqueiros, são difamadores, desagregadores, maldizentes, traidores;

l. Sem domínio de si – são homens preciptados no agir e no falar;

m. Cruéis – vocábulo grego anêmeroi, significa selvagem, rude, bruto, individuo que tem prazer em fazer o mal prá ver os outros sofrerem, é desumano, atroz, bárbaro, sanguinolento.

n. Inimigos do bem – aqui o vocábulo grego é aphilagatos, que significa: aquele que se opõe a bondade.

o. Traidores – perigosos, aqueles que atraiçoam

p. Atrevidos – indivíduo insolente, irreverente,

q. Enfatuados – presumido, soberbo, arrogante, vaidoso;

r. Mais amigos dos prazeres que amigos de Deus.

O perigo da falsa aparência no meio do povo de Deus. V. 5

Até aqui, o leitor poderia entender que os que estão descritos aqui são homens do mundo. Entretanto, aqui vemos que aparentam ser devotos a Deus, professam ser cristãos. Esta pessoa só tem a forma e não a realidade.

Aqueles a quem brevemente descreve, não são inimigos externos, que abertamente ataquem o nome de Cristo, mas internos, que desejam ser reconhecidos entre os membros da igreja; porque Deus.

A posição do verdadeiro soldado de Cristo

A inspiração, valor e utilidade das Santas Escrituras. “Tu, porém, permanece naquilo que aprendestes e de que fostes inteirados, sabendo de quem o aprendestes e que, desde a infância, sabes as sagradas letras, que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus”. V. 14. Ainda que a iniquidade prevalece e abre caminho, Paulo aconselha a Timóteo que permaneça firme. E sem dúvida, estas é a verdadeira prova da fé, quando apresentamos uma infatigável resistência a todos os Ataques de Satanás, e não alteramos nossa carreira apesar dos fortes ventos que sopram, mas que permanecemos firmes na verdade de Deus, como uma âncora segura.

“Toda a escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente habilitado para toda boa obra”. v.16.

Paulo exorta a Timóteo a permanecer fiel em tudo que ele aprendeu ainda na sua infância. Pois o conhecimento das Escrituras é o instrumento de Deus para que seja gerado fé dentro de nós (Romanos 10:17) , e pela fé em Cristo sermos salvos (Efésios 2:8).

Deus não só qualquer um sobre o evangelho de salvação (Cristo), para repreensão e condenação para aqueles que estão no pecado, para corrigir os que estão no erro e para que todos tenham o conhecimento da verdade para salvação, se tornando habilitado para caminhar na justiça e retidão do Senhor.

O Pastor deve, com a Palavra de Deus na mão, indicar o erro e conduzir o rebanho pelo caminho correto.

Timóteo recebeu o ensino das Escrituras ainda criança, isso mostra a sabedoria de sua avó Loide e sua mãe Eunice, que foram as responsáveis por discipular ele quando criança e com isso Deus em sua graça, honrou a fé de sua avó e mãe, pois Timóteo não se desviou deste caminho (Provérbios 22:6).

Timóteo deve permanecer firme em suas convicções bíblicas, teológicas e manejar bem a Palavra da verdade (2.15) para ensinar, repreender, corrigir e instruir em justiça para que todo crente esteja completamente equipado para realizar toda boa obra.

Pastor Dr. Adaylton Conceição de Almeida (Th.B.;Th.M.Th.D.;D.Hu.)
Facebook: Adayl Manancial

-Pr. Adaylton de Almeida Conceição é Bacharel, Mestre e Doutor em Teologia, Escritor, Professor Universitário, Psicanalista e Pós Graduado em Ciências Políticas; Diretor da Faculdade Teológica Manancial, e Professor do Seminário Teológico Kerigma, Doutor em Psicologia e em Humanidade).  

BIBLIOGRAFIA

Adaylton de Almeida Conceição – Introdução às epistolas Pastorais
Aloízio Sousa Arantes - O espirito de iniquidade no ministério cristão.
Bill H. Reeves – Notas sobre 2 Timoteo
Oscar Girón – Breve Estudio de la segunda Epístola de Pablo a Timoteo
Stanford Orth – Segunda Epistola a Timóteo

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...