segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

CGADB - Pr. Daladier Lima refuta artigo do Pr. Jesiel Padilha sôbre eleições em 2017



Recentemente publiquei aqui, o artigo do Pr. Jesiel Padilha com o seguinte Título: CGADB - QUEM SERÁ O PRÓXIMO PRESIDENTE?

Bem, entre os poucos leitores deste blog, tenho a honra e satisfação de contar com a presença marcante do Pr. Daladier Lima, pertencente à AD Ministério de Abreu e Lima/Pe e à COMADALPE, um exímio formador de opinião da blogosfera cristã, editor do excelente blog REFLEXÕES SÔBRE QUASE TUDO e também um dos nossos mais assíduos leitores e comentaristas.

Lendo e comentando o artigo supracitado aqui no Point Rhema, Daladier Lima publicou uma refutação e ou resposta em seu próprio blog.

Como sugeriu nos comentários do artigo em apreço o link da sua publicação, o faço aqui em destaque para que tenham acesso e leiam no seu próprio blog.

Vejam como um mesmo assunto, possui reflexões diferentes, dependendo do ângulo e prisma que se observe.

Minha intenção em publicá-las é justamente fomentar a profunda reflexão sôbre um tema que julgo ser de grande relevância, principalmente para os assembleianos. 

"Verba volant, scripta manente" (provérbio em latim - palavras faladas voam para longe, palavras escritas permanecem).

ACESSE A REFUTAÇÃO NO LINK ABAIXO:

Eleições na CGADB – Refutando um artigo de um cardeal assembleiano




3 comentários:

Daladier Lima disse...

Prezado Pr. Carlos Roberto,

Agradeço a abertura do espaço para o contraditório em seu excelente blog.

Abração!

Pr. Daladier Lima

Juber Donizete Gonçalves Pr. Juber Donizete disse...

Caro Pr. Carlos Roberto,

O papel dos blogs são esse mesmo de informar e permitir o exercício do pensamento, mesmo que contraditório. Parabéns ao nobre companheiro, como também ao caro Daladier. Aproveitando o assunto, dei apenas alguns pitacos lá no meu blog.

Abração.

Jeferson Brito disse...

Prezados Pastores,

O debate é deveras salutar. A necessidade de reforma (estatutária, doutrinária, espiritual etc) das Assembleias de Deus no Brasil é um fato há muito ignorado de que tem a caneta na mão para convocá-la e fazê-la.

Mas o que percebemos é que não adianta se contrapor ao sistema vigente, porque ao final a conclusão que se chega é que "o pai" se perpetuaria no poder e o deixaria quando bem entendesse, passando o cetro e o trono para seu "filho" e que não adiantará qualquer espécie de candidatura oposto tendo em vista que a derrota é inevitável.

Em suma, a tendência é a coisa permanecer como está e vermos cada vez menos a atuação do Eterno, pois ELE será "impedido" (pelo livre arbítrio dos "intocáveis ungidos") de interferir no reino dos homens, pois o esforço será manter esse reino humano (do ouro e do poder) de geração em geração.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...