quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Manobra política põe Apóstolo em secretaria para favorecer Dilma


Governador do RJ dá secretária de Direitos Humanos a Ezequiel Teixeira para que suplente do deputado apoie Leonardo Picciani. Comunidade LGBT se revolta

Uma manobra do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, gerou controvérsia esta semana no estado. Ele exonerou a secretária estadual de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio, a economista Teresa Cosentino, e entregou o cargo para o deputado federal Ezequiel Teixeira.
Um dos fundadores da Comunidade Vida Nova, Teixeira tem o título de apóstolo na sua igreja. Eleito como parte da coligação do PMDB no ano passado, ele saiu do Solidariedade, pelo qual se elegeu, e foi para o recém-formado Partido da Mulher Brasileira.
A “dança das cadeiras” no Rio terá consequência direta em Brasília. Com a saída de Teixeira da Câmara, assume Átila Alexandre (PMDB), que é aliado de Leonardo Picciani. Isso reforçará diretamente Dilma, pois Picciani é reconhecidamente governista e tem defendido a presidente com unhas e dentes. Ele recentemente foi destituído do posto de líder do partido na Câmara e substituído por Leonardo Quintão (MG).
Agora, mais um deputado federal do PMDB fortalecerá a bancada contrária ao impeachment.

Comunidade gay revoltada

A escolha de um líder evangélico gerou revolta no movimento LGBT carioca. O programa Rio Sem Homofobia, subordinado à pasta que está nas mãos de Teixeira, teme que agora suas atividades poderão ser encerradas pelo governado do estado.
O material da campanha eleitoral do apóstolo Ezequiel em 2014 comparava homossexuais ao anticristo e condenavam a adoção de crianças por casais homoafetivos. Também alertava para os riscos que incluíam desde “transtornos de identidade sexual na infância” até a “exposição à pedofilia”.
O governador Pezão defendeu o novo secretário das críticas: “Ele [Ezequeiel] foi uma pessoa que integrou a minha coligação, que tem um grande trabalho nessa área (de Direitos Humanos). Ele não vai fazer nenhum tipo de discriminação”, asseverou.
Com informações O Dia e O Globo via Gospel Prime

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...