quinta-feira, 9 de junho de 2016

“A Record tem um dono evangélico, mas não é evangélica”, diz diretor - COMENTO A NOTÍCIA



Durante a 1ª edição do Minas Gerais Audiovisual Expo, evento que aconteceu em Belo Horizonte (MG), o diretor de eventos especiais da Rede Record, Hiran Silveira, precisou esclarecer que a emissora não é um canal religioso.
A explicação foi precisa diante de questionamentos sobre possíveis restrições de programas com temática religiosa na grade da Record.
A pergunta é bastante fomentada por conta de a emissora pertencer ao bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, mas de acordo com Silveira essa ligação não interfere na grade.
“A Record tem um dono evangélico, mas não é evangélica”, disse o diretor aos presentes no evento. “Estamos abertos para encontrar parceiros, temos conteúdos policiais, de ação, denúncias e faremos uma série sobre lendas urbanas que pode quebrar esse paradigma da Record”.
Mesmo sem querer rótulos ligados à religião, a emissora está investindo em programações bíblicas como “Os Dez Mandamentos: Nova Temporada” e “A Terra Prometida”.
Mas estes não são os únicos projetos do canal que tem terceirizado suas produções. A próxima novela a estrear na emissora será “Escrava Mãe” e ainda terá os realities “A Fazenda” e “Power Couple Brasil”.
Com informações IG via Gospel Prime
MEU COMENTÁRIO
Em que pese todos saberem que houve um malabarismo contábil e fiscal para se justificar a aquisição da Rede Record pelo seu proprietário Bispo Edir Macedo, com a devida aquiescência do governo, de forma subliminar também é sabido que, jamais seria possível tal feito sem a participação efetiva das contribuições da Igreja. Prefiro não entrar no mérito, até porque sei muito bem como funciona a hipocrisia da nossa legislação.
Os impedimentos existem apenas como "cláusulas de barreiras" para se impedir o que se precisa impedir, mas para cada uma dessas cláusulas existe uma brecha jurídica para se favorecer os "amigos do poder concedente" de acordo o interesse, agora, se vir a público e dizer que A Record tem um dono evangélico, mas não é evangélica” é um forma de subestimar a inteligência da opinião pública, ou dos dizimistas e ofertantes da Igreja, ou seja, alguém foi ou está sendo enganado.
Custava ficar quieto e não responder nada?
Que Deus tenha misericórdia  de nós!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...