quarta-feira, 1 de junho de 2016

SECRETÁRIA RECUA E DIZ SER FAVORÁVEL AO ABORTO EM CASOS DE ESTUPRO


A secretária de Políticas para Mulheres do governo interino de Michel Temer, Fátima Peales (PMDB-AP), emitiu uma nota em que recua de seu posicionamento contrário ao aborto em casos de estupro, manifestado quando era deputada federal.
Peales, que assumiu o cargo em meio à repercussão crida pelo estupro coletivo de uma jovem no Rio de Janeiro por mais de 30 homens, disse que o seu posicionamento em relação à "descriminalização do aborto não vai afetar o debate de qualquer questão à frente da Secretaria de Políticas para Mulheres".
"A mulher vítima de estupro que optar pela interrupção da gravidez deve ter total apoio do Estado, direito hoje já garantido por lei", afirma em um trecho do comunicado.
A indicação de Peales – que é evangélica e já defendeu o aborto antes de ter sido "curada" mediante sua conversão religiosa – foi amplamente criticada por movimentos feministas. Na nota, ela diz que irá atuar para "incansavelmente, combater qualquer tipo de violência contra a mulher".
Leia a íntegra:
"Sempre trabalhei de forma democrática para defender a ampliação dos direitos das mulheres. Em respeito à minha história de vida, o meu posicionamento sobre a descriminalização do aborto não vai afetar o debate de qualquer questão a frente da Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres. A mulher vítima de estupro, que optar pela interrupção da gravidez, deve ter total apoio do Estado, direito hoje já garantido por lei. Trabalharei, incansavelmente, para combater qualquer tipo de violência contra a mulher"
Fonte: Brasil 247

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...