sexta-feira, 16 de setembro de 2016

A EVANGELIZAÇÃO REAL NA ERA DIGITAL - EBD/ CPAD - Lição 12 - Subsídio Teológico



A EVANGELIZAÇÃO REAL NA ERA DIGITAL por Pr. Adaylton Conceição de Almeida (Th.B.;Th.M.;Th.D.)


EVANGELIZAR NA INTERNET

Jesus era um excelente comunicador. A estrutura de suas mensagens, seus recursos e práticas produziram grande impacto na vida das pessoas. A igreja do primeiro século seguiu o exemplo do mestre e usou os melhores recursos de comunicação à sua disposição: Viagens, cartas, eventos etc.

O desafio da interatividade rápida em um mundo digital

Com a invenção da internet, nós entramos na chamada “cultura digital”, ou seja, um mundo novo com novas formas de se comunicar e relacionar, tudo isso proposto por novas tecnologias que avançam tão rapidamente como a própria velocidade da rede.

O MUNDO DIGITAL

"O mundo digital é um mundo irreversível", afirma a especialista Martha Gabriel

O mundo digital, a partir da internet, tem causado uma ruptura com o mundo analógico, trazendo uma segregação tanto de quem imerge na esfera digital quanto de quem não tem o acesso. A segregação não parte só de quem fica de fora desta nova esfera, mas de quem está dentro, pois é notável um uso exacerbado por parte do usuário. Uso exacerbado entende-se aquele que tanto depende e passa horas a fio, quase que se esquecendo da realidade analógica. Este é um cenário que vem crescendo, ainda mais com o fenômeno da inclusão digital.

A internet é um meio gigantesco e cresce como o universo real, são milhares de terabytes em expansão disponíveis a quem navega. Porém, o fenômeno deve ser tomado com cuidado, pois a vida digital está em vias de sobrepujar a analógica. O uso racional é bom podendo-se dizer necessária nos dias atuais, no entanto, há de saber limitar, pois o uso extenso leva a uma desconexão com a vida real, diminuindo os prazeres, produtividade e sensibilidade humana.

É impossível pensar o mundo como o vemos hoje, sem estarmos conectados. “Se pararmos para pensar, nós não conseguiremos imaginar o mundo sem eletricidade. Eu diria que é a mesma coisa com relação à internet”, diz Martha Gabriel.

Para muita gente, no entanto, o fenômeno das redes sociais como Twitter e Facebook são “modinhas” que vão passar, mas não é o que pensa Armindo Ferreira, jornalista e especialista em Marketing Digital. Segundo o profissional, as mídias digitais vão passar por transformações, no entanto, vieram para ficar.

A Igreja aproveita da mesma tecnologia que permite às pessoas estabelecer amizade, iniciar um relacionamento e em alguns casos até se casarem, para promover também o trabalho pastoral em ambiente virtual.

Por intermédio de e-mails, messengers, blogs, orkuts, entre outros, essa tecnologia ganha uma notoriedade sobre os demais meios de comunicação. Pois, a internet tem como característica principal o poder de abranger milhares de pessoas, que por sua vez interagem entre si quase que simultaneamente.

AS ARMAS: ORAÇÃO E BÍBLIA

Agora te apresento suas principais armas na evangelização pela internet. Vamos ver cada uma delas de forma detalhada:

Oração

Um Cristão de joelho move o céu e abala o inferno.  Sua oração e muito importante, para seu trabalho de evangelizar pela internet.

Essa arma abre portas e corações, além de levar sua mensagem com mais poder e mais longe.

Seu sucesso nessa missão depende da oração.

Bíblia

A Palavra de Deus que transforma a vida do homem. Ese a Palavra de Deus com sabedoria e com tranquilidade.

Deixe o Espirito Santo falar através de você. Busque a sua presença. Você conhece o poder do Espirito Santo? 

RELIGIÃO E CULTURA DIGITAL

A verdade é que os cristãos resistiram um pouco à “nova mania” que de perto e de longe, parecia concorrer com o ideal de vida cristã, afinal passar tempo em frente a tela de um computador poderia desvirtuar a comunhão, roubar o tempo, atrapalhar os relacionamentos e corromper a fé. Todos esses medos ainda permeiam o meio cristão, que hoje é bem mais consciente de que os perigos existem tanto na esfera virtual quanto física e real.

Se a internet é um mundo no qual as pessoas se relacionam e compartilham de tudo, será que há espaço para Deus neste mundo? Será que a fé e a religião têm espaço nesta nova cultura?

Evangelizar significa propagar as Boas Novas do Evangelho, fazer missões, e cada discípulo que se propõe a realizar esse trabalho por vocação, chamado e amor ao Reino de Deus é assim como aquele semeador da parábola de Jesus que espalha sementes em vários tipos de solos sem saber qual semente prosperará. Evangelizar através da internet é esse campo que alcança milhões de vidas, mas o evangelista não tem noção de quantas vidas serão alcançadas por sua mensagem. Não se sabe em que lugar do globo terrestre a semente irá germinar, e se isso é motivo de alegria para alguns blogueiros evangélicos, é motivo de desânimo para outros que gostariam de apalpar os frutos de sua labuta.

"Deus está presente na rede porque o homem está aí"

“Sim. Deus é presente no mundo on-line, porque o homem está presente aí”, diz padre Antônio Spadaro, doutor em teologia da comunicação pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma. Segundo o sacerdote, é preciso mudar o conceito de que a internet é apenas um instrumento, um meio de comunicação. “Internet é um ambiente de vida que exprime o desejo mais antigo do homem: conhecimento e relação”,  relata o sacerdote.

Será que nós cristãos temos testemunhado o rosto de Cristo neste mundo? Será que ainda não estamos tímidos neste campo de missão? Uma pesquisa realizada com cristãos, no Reino Unido, apontou que 64 % dos entrevistados usam a internet para postar conteúdos religiosos, sendo que a faixa etária de 16 a 18 anos responde por 87% das pessoas que evangelizam, intencionalmente, por esses meios.

“Não se trata apenas de postar conteúdos religiosos na rede, o cristão deve ser ele mesmo, dar testemunho de sua fé; é assim que ele evangeliza”.

A comunicação Cristã

A tarefa da Igreja cristã sempre foi muito clara nos seus parâmetros. A teologia judaico-cristã foi completamente ancorada na missão de comunicar a Boa Notícia que vem de Deus. Tão somente porque, para tal missão ela foi criada e é essa a tarefa que respalda a sua existência até hoje.

Quando mencionamos a preocupação da igreja cristã com a propagação desse evangelho de salvação, salientamos que tal atividade comunicacional tem sido feita há séculos, utilizando diversos suportes, que foram da forma direta de comunicação interpessoal, por meio do testemunho partilhado a outra pessoa ou na pregação perante um grupo, até a sua ampliação pela comunicação escrita, música e artes plásticas, que se constituíram em canais de comunicação extremamente otimizados. Contudo, nos dias de hoje, a mídia, principalmente a internet e televisiva, mostram-se como o mais novo horizonte visível de propagação para a mensagem cristã.

A verdade é que hoje, contemplamos uma humanidade conectada pela palavra, bombardeada por uma multiplicidade de sons, imagens, signos e mensagens. Em todas as esferas do nosso cotidiano esta é a realidade.

ANUNCIADORES DA BOA NOVA NA "ÁGORA" MODERNA

Considerando o quadro evolutivo da trajetória da comunicação e a provocação que a cultura midiática cria e re-cria na sociedade hoje, damo-nos conta de que algo, nunca vivido anteriormente, está se passando e “forjando um novo sujeito” na sociedade, onde permanecem necessidades fundamentais do ser humano, mas modificam-se rápida e profundamente a sua forma de se relacionar.

Desafio digital

O mundo digital se transformou hoje num novo campo de missão que exige, junto com a necessária capacitação técnica, uma renovada fidelidade ao Evangelho.

No mundo digital abre-se um novo campo de missão para a Igreja. Como Paulo, nos primórdios do Cristianismo, somos convocados a lançar as redes em águas mais profundas para anunciar e testemunhar, de maneira destemida e objetiva, o Evangelho de Jesus Cristo nesses novos areópagos.

Era digital abre novas possibilidades à pregação do evangelho

"Estar alienado do mundo digital significa deixar de alcançar uma parcela significativa do rebanho a nós confiado pelo Senhor".

Vivemos numa época de mudanças profundas no planeta. A internet seria o equivalente ao invento da imprensa, algo inclusive parecido com a invenção da escrita, afirma Jesus Martín Barbero, semiólogo, antropólogo e filósofo. Sendo assim, a internet abre novas possibilidades para a pregação do evangelho e a Igreja precisa estar atenta a essas oportunidades.

De acordo com o pastor Wellington Barbosa, “estar alienado do mundo digital significa deixar de alcançar uma parcela significativa do rebanho a nós confiado pelo Senhor”.
“Precisamos promover online e off-line relacionamentos sólidos, profundos e duráveis, tanto em relação ao Senhor quanto ao próximo. Há necessidade de ajudar as pessoas a cruzar a ponte entre a experiência virtual e a vida real, onde se desfruta verdadeiramente a salvação, a paz e a plenitude das bênçãos de Deus”, enfatiza.

Evangelismo e mídias digitais

Evangelismo e mídias digitais Quais as mudanças que a comunicação digital traz para a Igre-ja?  O Evangelho continua o mesmo. E o propósito do evangelismo de testemunhar as boas-novas de Jesus Cristo também não mudou. O que está em transformação são as ferramentas de comunicação. A mesma essência, a mesma fé, porém utilizando-se de tecnologias distintas, que não podem ser ignoradas em seu poder de alcance e mobilização. 

O que é denominado mídias digitais são instrumentos que permitem quebrar os limites físicos e geográficos, com a capacidade de tornar o longe em próximo; o estranho em conhecido e o restrito em compartilhado, superando barreiras antes transponíveis depois de horas de espera, dias de viagem ou anos de paciência.

Imagine um sermão que foi inspirado pelo Espírito Santo, estudado com afinco, enriquecido com testemunhos e usado para a salvação de muitos. Agora amplifique o alcance dessa pregação. Transmita digitalmente para os impossibilitados de estarem no templo, e estes, impactados em seus lares, compartilham com os/as que ainda não conhecem o Evangelho, e a mensagem, antes restrita às quatro paredes do templo, foi lançada ao mundo.

O exemplo acima é apenas uma das possibilidades disponíveis nas mídias digitais que podem ser utilizadas para a proliferação de diversos formatos de comunicação, como textos, sons, imagens e vídeos, por meio das mais variadas plataformas como sites, e-mails, tecnologias mobile (GPS, smartphone e tablet), redes sociais digitais (Facebook, Twitter, Instagram), sites de buscas e localização (google, bing, yahoo, maps) e mídias out of home (CD, DVD, displays eletrônicos). Cada uma com sua especificidade, formato e usuário/a.

Todas essas tecnologias digitais estão disponíveis para que a Igreja as utilizem como ferramentas para o crescimento do Reino de Deus, com custos que vão variar de acordo com a forma de utilização e objetivo, sendo a maioria delas de baixo investimento financeiro e alto poder de impacto.

Saber o que as pessoas realmente precisam ver.

Quando se trata de evangelizar e principalmente em um meio como a web, ter uma noção do que devemos postar, publicar ou escrever é muito importante. Você precisa esquecer do que gosta e se concentrar no que precisa fazer. Dependendo do canal a ser utilizado (blog, site, redes sociais), a linguagem, tipo de posts e recursos a serem escolhidos devem levar em conta a facilidade de uso por quem vai postar e alimentar de informações estes canais. Se você vai postar versículos no Twitter, por exemplo, crie um método de postagem e jamais deixe de postar no horário e frequência estabelecidos. Isso mostra respeito com a sua audiência e seriedade no trabalho que você está fazendo.

Blogs

Os blogs funciona como diários onde você registra ideias, achados e opiniões que outros podem ler. Eles praticamente substituíram os web-sites porque são muito mais dinâmicos e interativos e podem suportar uma grande quantidade de diferentes mídias, inclusive fotos, vídeos e músicas. Podemos incluir mensagens evangelísticas curtas, hinos, vídeos, etc.

Também é muito importante a periodicidade com que seu blog é atualizado, para toda vez que seu leitor acessar, possa encontrar conteúdo bom e novo.

Descobrindo evangelização na era digital

A nova evangelização e a era digital. Quais são os desafios e oportunidades das novas ferramentas de comunicação no anúncio de Cristo?

Ao lidar com o desafio da nova evangelização, a Igreja deve levar em conta os novos cenários socioculturais do mundo globalizado, incluindo o que o desenvolvimento vertiginoso dos meios digitais de comunicação ocupa como lugar de particular importância. É um fenômeno que não deve ser reduzido apenas às novas tecnologias de comunicação.

É um mundo muito complexo que desperta muito interesse, porque abre diante de nós um horizonte completamente novo e de oportunidade inédita. Mas – infelizmente – também existem sérios riscos, que não devem ser subestimados. Penso, por exemplo, o perigo de se tornar escravos do mundo virtual e incapazes de estabelecer relações autênticas com as pessoas ao nosso redor; para não mencionar o conteúdo destrutivo que a rede transmite, como pornografia ou incitação à violência e comportamento desviante. Quantos suicídios de adolescentes ocorrem por causa do cyber-bullying na rede!

A rede, por isso, tem faces muito diversas e, portanto, requer uma grande capacidade de discernimento. O mundo digital é um desafio que, sobretudo nós, cristãos, devemos saber assumir com coragem.

Não podemos deixar de ressaltar que a juventude e as novas gerações vivem a fome de informação. Para o trabalho de evangelização nos meios tecnológicos acontecer, cada usuário deverá se tornar um evangelizador em potencial, seja este ministério manifestado com a ajuda de um comportamento digno de cristão no meio virtual, seja com a ajuda do anúncio direto do Evangelho.

Por Pr. Adaylton Conceição de Almeida (Th.B.;Th.M.;Th.D.)

Assembleia de Deus Ministério do Belém em Santos - São Paulo.
Facebook: adayl manancial

BIBLIOGRAFIA
  • Joana T. Puntel –Apaixonados anunciadores da boa nova na “Ágora” moderna
  • Germano Luiz Ourique – Como evangelizar na internet
  • Silaine Bohry - Era digital abre novas possibilidades à pregação do evangelho
  • Luís Augusto Mendes  - Evangelismo e mídias digitais
  • Dado Moura - Internet, tecnologia a serviço da evangelização

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...