domingo, 25 de setembro de 2016

Ateu revela que voltou a crer em Deus com ajuda da ciência: “Desisti de tentar ver o mundo como uma equação”


A jornada de um ateu na incredulidade começou com o tropeço de um líder cristão. Mike McHargue cresceu em um lar cristão conservador, mas sua família foi devastada após seu pai, que foi ministro de louvor na igreja, cometer adultério.
Com a intenção de ajudar na reconciliação da família, Mike passou a ler a Bíblia de forma ávida, “como um nerd”, segundo suas próprias palavras. “A ciência nunca foi um problema para mim, porque eu considerava a eminente autoridade de Deus. Mas eu comecei a acreditar que contradizia a Bíblia e comecei a perder a confiança na autoridade da Bíblia”, contextualizou.
Nesse cenário, bastaram poucos passos para chegar à incredulidade: “Eu percebi não era a ciência que estava errada sobre o universo, mas a Bíblia”, relembrou, de acordo com o Noticias Cristianas.
No início, ele não saiu da igreja e tentou se envolver com a comunidade. Mas quando ele decidiu sair, ele percebeu que sua fé tinha sido transformada durante o período em que se dedicou a um blog para falar sobre cristianismo e terminou envolvido com a comunidade ateia.
Como consequência, a certa altura, a influência da filosofia ateísta levou a conflitos interiores: “Eu mudei quando eu percebi que não iria chegar a um destino intelectual. Seria melhor para desfrutar o passeio nesta jornada que chamamos vida”, disse “Às vezes eu sentia que a melhor maneira de ver o mundo era através da lente ateia, especialmente na avaliação de reivindicações da verdade”.
Por outro lado, ele sentia o peso da contradição quanto estava feliz: “Outras vezes, quando eu estava com a minha família queria expressar gratidão por estes momentos e essas pessoas, e meu único caminho era através da oração conjunta”, relembrou.
“Isso soa como dissonância cognitiva para muitas pessoas, mas me levou à honestidade comigo mesmo. Eu desisti de tentar transformar o mundo em uma equação, e em vez disso, recebi um presente de Deus”, reconheceu.
No meio de seus estudos científicos, Mike notou que as evidências apontam para a existência de Deus: “O cérebro humano é um hospedeiro para a crença em Deus. O caminho para a crença parece inevitável na consciência humana. Nossos cérebros tendem a desenvolver de forma saudável quando cedemos à crença, especialmente em um Deus que é amor”, sublinhou, concluindo que hoje tem sua espiritualidade restaurada.
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...