domingo, 26 de fevereiro de 2017

Malafaia é indiciado pela PF na Operação Timóteo por receber R$ 100 mil como doação - COMENTO A NOTÍCIA

Em seu Twitter, Silas Malafaia declarou que o indiciamento ‘é notícia velha’

O pastor Silas Malafaia, da Associação Vitória em Cristo, ligada à Assembleia de Deus, foi indiciado pela Polícia Federal na Operação Timóteo por lavagem de dinheiro. A informação foi dada nesta sexta-feira, 24, pela Polícia Federal. Além de Malafaia, outros 49 investigados foram indiciados pela PF no relatório final da Operação Timóteo, enviado à Justiça Federal em Brasília.
O indiciamento de Malafaia foi divulgado pela revista IstoÉ e confirmado pelo Estadão.
Em 16 de dezembro do ano passado, o pastor foi alvo de mandado de condução coercitiva – quando o investigado é levado a depor e liberado.
A Operação Timóteo investiga um esquema de corrupção em cobranças judiciais de royalties da exploração mineral (65% da chamada Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais – CFEM – tem como destino os municípios).
Malafaia é suspeito de apoiar na lavagem do dinheiro do esquema, que recebeu valores do principal escritório de advocacia investigado. A suspeita a ser esclarecida pelos policiais é que este líder religioso pode ter “emprestado” contas correntes de uma instituição religiosa sob sua influência com a intenção de ocultar a origem ilícita dos valores.
O mandado de condução coercitiva na Operação Timóteo provocou a ira do pastor Silas Malafaia. No dia da condução coercitiva, em seu Twitter, colérico, o pastor publicou mensagens, áudio e vídeo negando as suspeitas da investigação.
“Eu sei o poder das trevas”, afirmou em áudio.
O nome da operação é referência a uma passagem do livro Timóteo, integrante da Bíblia Cristã: 9 Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição.
A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Associação Vitória em Cristo. O espaço está aberto para Silas Malafaia.
Em seu Twitter, Silas Malafaia declarou que o indiciamento ‘é notícia velha’. 
Com informações Estadão via JM Notícia
MEU COMENTÁRIO:
Em que pese ser que essa notícia é  velha, naquela época o pastor Silas Malafaia foi procurado para ser levado coercitivamente para depor, porém, por não ter sido achado em seu domicílio por estar viajando, ao ser informado se apresentou-se voluntariamente à sede da Polícia Federal em São Paulo e prestou os devidos esclarecimentos.
Agora, também é verdade que o indiciamento só tenha sido efetivado agora, o que não quer dizer que o pastor Silas Malafaia venha ser condenado.
O fato é notícia, mas as circunstâncias nos remetem à prudência e vigilância nos possíveis comentários e acusações precipitadas.
Oremos! 

Um comentário:

Pb. José Roberto da Rocha disse...

O que eu acho interessante nisto tudo é que o "ungido" tem seguranças armados ao seu dispor! E o pior é que Ele diz que Neemias tinha seguranças,o que é uma diferença abismal entre ambos. Neemias estava em guerra contra inimigos carnais, o que não é o caso da igreja que trava uma luta espiritual contra as potestades e que esta luta se vence com as armas espirituias que estão registradas em Ef.8:10,18. Neemias era governador e não sacerdote,que hoje é representado pelos pastores.Eu queria que ele se espelhase em Esdras,que era sacerdote,e regeitou os seguranças para confiar somente em Deus! Este homem somente me envergonha e o bom seria que Ele não usasse o nome Assembleia de Deus,e sim só o Vitória em Cristo!Será que tem mais "ungidos" nesta bagaça,gastando so dízimos da igreja com seguranças armados?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...