quarta-feira, 22 de março de 2017

Pastor e escritor Paul Washer sofre ataque cardíaco e é internado em estado grave


Paul Washer, pastor, conferencista, missionário e escritor norte-americano, foi internado após sofrer um ataque cardíaco na última segunda-feira, 20 de março.
A condição de saúde de Paul Washer, pregador internacionalmente conhecido por sua contundência ao pregar o Evangelho, é crítica, de acordo com informações do ministério HeartCry Missionary, que ele lidera.
A informação sobre o problema de saúde foi divulgada na página do ministério no Facebook, e a nota informa que embora a condição de Washer inspire cuidados, ele foi estabilizado pelos médicos.
Na nota, as informações não foram aprofundadas sobre quais procedimentos e exames o pregador seria submetido. “Ontem à noite, o irmão Paul sofreu um ataque cardíaco. Ele está em estado crítico, embora atualmente estável. Por favor ore por ele e por sua família!”, resumia a nota.
Na noite da última terça-feira, a assessoria do pastor Paul Washer usou a página para atualizar as informações e agradecer as orações: “Um típico primeiro dia no hospital: muita espera, sem muitas notícias. No entanto, Paul está descansando bem esta tarde. Obrigado pelas orações!”.

Ódio ao pecado

Uma das afirmações mais francas e polêmicas de Paul Washer, defendidas inclusive em um livro, é que “Deus odeia o pecado e também o pecador“.
O argumento de Washer é baseado na teoria de que o amor e o ódio são sentimentos opostos, e se alguém ama determinada coisa, odeia o oposto dela.
"Você ama bebês? Se você ama bebês então deve odiar o aborto! Você ama Judeus? Se você ama Judeus então você deve odiar o Holocausto! Você ama a Liberdade? Se você ama a Liberdade você deve odiar a escravidão! Não tem como ser neutro nessas situações, se você realmente ama o que é certo, o que é perfeito, o que é bom então você também odiará e se oporá contra tudo que contradiz aquele padrão", explica Washer.
Paul Washer entende que a repulsa de Deus não é só apenas ao pecado, mas também ao pecador, e que a morte de Cristo, serviu para conter a ira divina sobre a humanidade.
"O Cristo foi pregado na Cruz, e Ele morreu, e com Sua morte Ele satisfez a Justiça de Deus! A Bíblia diz: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus” Rm 3:23. A Bíblia diz: "O salário do pecado é a morte” Rm 6:23. Cristo se tornou homem, viveu uma vida perfeita, sob a Lei, foi pregado naquela Cruz e morreu a morte do Seu povo! Morrendo daquela forma Jesus satisfez a Justiça de Deus! E apaziguou a Ira de Deus".
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...