terça-feira, 4 de abril de 2017

Temer volta atrás em posição sobre aborto: tema está sob “análise”


Após ação do PSOL pedindo a descriminalização do aborto até a 12ª semana de gestação, a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu um prazo de 5 dias para a presidência da República, o Senado Federal e a Câmara dos Deputados se posicionarem.
Obviamente a população brasileira esperava que a postura dos poderes executivo e legislativo fosse clara e transparente, sem deixar margens para dúvidas diante de uma questão séria como essa. Mesmo tendo passado o prazo do STF, até o momento, nem Câmara nem Senado emitiram uma posição oficial.
Neste domingo, vários sites de notícias, incluindo o Point Rhema,  reproduziram a notícia, dada em primeira mão pela agência Estado, que no documento enviado pelo Michel Temer como resposta, o Planalto se posicionaria contrário, acreditando que as leis em vigor no país sobre o tema eram suficientes.
Contudo, no Twitter oficial do Palácio do Planalto e na conta de Michel Temer, há um desmentido. “É falsa a informação de que a Presidência da República tenha se posicionado sobre a questão do aborto, como circula nas redes sociais”, diz uma mensagem no microblog, postada na noite deste domingo (2). Outro tweet, escrito logo depois, diz  “O tema ainda está sob análise e a Advocacia-Geral da União irá responder oficialmente ao STF oportunamente”.
Fonte: Gospel Prime

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...