sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Malafaia alerta Doria e Alckmin: “Quem apoiar ideologia de gênero, segue seu caminho”


O pastor Silas Malafaia direcionou seu discurso na 13ª Expo Cristã ao governador e prefeito de São Paulo.


O pastor Silas Malafaia direcionou seu discurso na 13ª Expo Cristã ao governador Geraldo Alckmin e prefeito João Doria, alertando que se apoiarem a ideologia de gênero, poderão "seguir seu caminho".

"Não negociamos nossos valores. Quem apoiar ideologia de gênero, segue seu caminho", disse ele nesta quinta-feira (17) durante a abertura do evento, na Zona Norte de São Paulo.

Malafaia observou que o Estado é laico, mas não laicista, lembrando que o Brasil é formado por uma população de maioria católica e evangélica. "Nós, como maioria, vamos nos fazer prevalecer. Nossos princípios são inegociáveis", refrisou.

Esclarecendo que o ser humano pertence ao "gênero humano", o pastor disse que a ideologia de gênero "é uma das maiores engenharias do diabo para destruir a família e os valores cristãos da sociedade".

Malafaia explicou a Doria e Alckmin que orar pelas autoridades é um princípio bíblico, citando o trecho de 1 Timóteo 2:1-2. "Nós entendemos que a autoridade é da vontade permissiva de Deus. Nós oramos até pela Dilma, gostando ou não quem estava lá era ela", afirmou.

Para ilustrar a eficácia da oração, o pastor relatou o momento da história em que os israelenses foram levados cativos à Babilônia e receberam de Deus uma instrução sobre a cidade: "Orem ao Senhor em favor dela, porque a paz de vocês depende da paz dela (Jeremias 29:7)".

"Não é a polícia, não é o governo, não é o exército. O poder da oração do povo de Deus muda a cidade e o Estado", destacou.

Malafaia direcionou seu discurso às autoridades de São Paulo.
(Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)
No entanto, embora Malafaia tenha afirmado que os cristãos fazem parte de um dos grupos que mais intercedem pelas autoridades, ele alertou que os princípios bíblicos não são negociados no momento da eleição.

"Quem quiser seguir seu caminho e 'fazer graça' para o politicamente correto — apoiando aborto, casamento gay, ideologia de gênero e liberação de drogas — vai embora. Não vamos entrar nessa furada de jeito nenhum", afirmou.

Malafaia finalizou seu discurso observando que o próximo presidente do Brasil deve ter competência política, competência administrativa e integridade. "Temos que clamar a Deus por essa tríade", disse ele.

Fonte: Guiame

O Apóstolo Agenor Duque entregou uma Bíblia para Alckmin e Dória.
(Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)
Alckmin e Doria posam com Bíblia recebida de Agenor Duque.
(Foto: Guiame/Marcos Paulo Corrêa)

Um comentário:

Laudinei- NEI disse...

Quem fizer reformas que prejudiquem o povo pode ter nosso apoio. Quem for corrupto pode ter nosso apoio. Agora ideologia de gênero não. Senhor Silas você não representa o evangelho pregado por Jesus, Jesus não seleciona pecados, combate todos eles.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...