terça-feira, 3 de outubro de 2017

Homem é impedido de citar a Bíblia no trem de Londres, após `assustar´ pessoas com pregação


Após o evangelista falar da visão bíblica sobre homossexualidade, adultério e o fim dos tempos, passageiros de um trem de Londres ficaram 'assustados'

Centenas de milhares de pessoas que usam o trem de Londres vivenciaram um tumulto durante um horário de grande movimentação na manhã desta segunda-feira (2), depois que os passageiros de um vagão "se assustaram" com um homem que pregava o Evangelho e exigiram que o trem parasse para que eles saíssem dali.
O incidente, ocorrido às 8h30 da manhã, próximo à estação de Wimbledon, em um trem que fazia o percurso de Shepperton para Waterloo, acabou causando longos atrasos em diversas linhas.
Os passageiros disseram que um homem com uma mochila estava recitando versos da Bíblia e falando sobre homossexualidade e adultério, apontando esses atos como pecados. Ele também teria se referido ao "dia do juízo final".
Após o pregador falar da visão bíblica sobre estes assuntos com as pessoas dentro do vagão, um passageiro puxou o alarme de emergência e os outros abriram as portas para sair.
O incidente foi narrado no Twitter por um dos passageiros, chamado Ian.
"Dentro de um trem para Waterloo, um cara começou a recitar versos da Bíblia e as pessoas ficaram assustadas", contou. "Ele recitou versos sobre homossexualidade e sexo fora do casamento, dizendo que estes são pecados".
Ian ainda lamentou o surgimento de um boato sobre o evangelista estar pronto para cometer um atentado no local.
"Uma mulher está fora do trem está dizendo ao guarda que o cara disse que ele tinha uma bomba e que ia matar todos nós. Ele não disse nada disso", acrescentou.
Após o "tumulto", um passageiro mandou o homem se calar, porque estava "assustando as pessoas". O evangelista parou de falar naquele momento.
A segurança foi até o vagão para falar com o homem em questão e outros passageiros, buscando investigar sobre o ocorrido. A Polícia Britânica dos Transportes (BTP) interrogou o homem e a eletricidade nas linhas foi desligada por razões de segurança.
Um porta-voz da Network Rail (operadora das linhas de trem) disse que o incidente causou atrasos significativos.
"Os passageiros se auto-evacuaram de um trem e seguiram as faixas de Wimbledon nesta manhã após um incidente entre passageiros. A polícia de transportes britânica está investigando e não houve passageiros ou funcionários feridos", disse ele.
A BTP disse que ainda está tentando descobrir mais detalhes sobre o que aconteceu, mas disse que nenhuma prisão foi efetuada. Algumas pessoas no trem sugeriram que o "pânico" na verdade foi causado por outros passageiros que se incomodaram com o que aquele evangelista estava falando.
O sindicato ferroviário, marítimo e de transporte (RMT), elogiou a ação equilibrada e rápida resposta do guarda que foi até o local, averiguar a situação.
"Mais uma vez, um guarda entrou e acalmou uma situação potencialmente perigosa de forma exemplar e profissional", comentou a organização.
"O pânico poderia ter explodido, mas a resposta calma e mediana do guarda evitou um tumulto maior", acrescentou.
O incidente perto de Wimbledon foi agravado por uma falha de pontos fora de Waterloo, que causou que as plataformas sete a 11 fossem fechadas temporariamente.
South Western Railway também relatou atrasos devido ao trabalho de engenharia de superação entre Castle Cary e Yeovil Junction. A interrupção dos serviços continuou no horário de almoço na segunda-feira.
Os serviços do sul, Gatwick Express e Thameslink também foram adiados devido ao trabalho de engenharia de superação.
Fonte: CPAD News

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...