quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Homem tenta esfaquear pastor durante culto para “testar se Deus era Deus”


Caso de Tatuí foi transmitido ao vivo pelo Facebook

No último domingo (5), a igreja "O Brasil Para Cristo", em Tatuí, interior de São Paulo, realizava seu culto normalmente, quando o pastor foi atacado por um homem. Transmitido ao vivo pelo Facebook, as imagens acabaram viralizando.
Um homem sobe no púlpito com uma faca e tenta esfaquear o pastor Gétero Augusto de Campos. Alguns fiéis avisam o líder religioso, que se desvia. Um homem sobe no púlpito e consegue imobilizar o esfaqueador. Ninguém ficou ferido.
É possível ver o Gétero dizendo para o agressor: "o sangue de Jesus tem poder". Após o homem ser imobilizado, o pastor comemora: "aleluia, glória a Deus".
Depois, afirma à congregação: "O inimigo ruge como leão, né irmãos?". Citou também a morte de várias pessoas em uma igreja batista dos Estados Unidos, ocorrida naquela manhã.
A polícia foi chamada e o homem acabou indo para a delegacia. O rapaz justificou que não tinha nada contra o pastor, mas não gostou de seu louvor. Ele frequentava aquela mesma igreja com regularidade, pois é vizinho do templo. Como não houve feridos, ele assinou um termo circunstanciado de lesão corporal e foi liberado.
Falando ao G1, o pastor Gétero afirmou que o jovem, cujo nome não foi revelado, queria "testar se Deus era Deus".
"Ele disse que ouviu o louvor que canta que 'se Deus fizer é Deus e se não fizer, continua sendo Deus' e ficou irritado porque a mãe dele continua cega. Então, ele alegou que resolveu me esfaquear para ver se Deus era Deus mesmo e quis testar", relata.
Fonte: Gospel Prime

MEU COMENTÁRIO:
Tempos difíceis e trabalhosos. É necessário que todos oremos, mas também vigiemos, no sentido de prepararmos melhor nossos diáconos, cooperadores e ou atalaias, como alguns denominam, com noções básicas de segurança, pois nossos templos ficam por demais vulneráveis nesse quesito.

A partir da Igreja Batista nos Texas - EUA, onde foram vitimadas fatalmente 27 pessoas, incluindo a filha do pastor, vários outros casos estão acontecendo.

Nas igrejas mais tradicionais é cultura se orar de joelhos e os que estão no púlpito de costas para a porta, portanto é necessário uma vigilância total por parte do corpo diaconal e porteiros. 

O mundo jaz no maligno, e o inferno se levanta contra a Igreja.

Oremos e vigiemos! 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...