segunda-feira, 16 de julho de 2018

Lutar pelos grupos artísticos de Cubatão é agir para salvar a cultura da cidade


Algumas questões jurídicas em andamento em nossa cidade, fazem com que ouçamos insinuações do tipo, a única solução é a extinção dos corpos artísticos estáveis sustentados pela municipalidade.

Isso soa como uma aberração para uma cidade tão carente de representatividade.

Considerando tudo o que as circunstâncias negativas aos poucos já nos tirou, por favor, amigos cubatenses, lutemos pelos grupos artísticos da nossa cidade, afinal é o orgulho da nossa comunidade, no bom sentido falando.

Se nos conformarmos, simplesmente por comodidade, saibam que outras cidades lutarão e conseguirão resolver essa questão, mantendo acesa a chama da cultura.

Em Cubatão não há mais do que se abrir mão, portanto lutemos todos, cidadãos comuns, administradores públicos, quer sejam dos poderes Legislativo, Executivo ou do Judiciário, juristas de uma maneira geral, artistas, líderes comunitários, enfim todos, nos unamos por esta causa, há de existir nesta nação um formato de gestão que abrigue nossos grupos artísticos, ou seremos julgados como incompetentes pelas gerações futuras.

Por certo este formato já existe e, quando alguém descobrir, será que os corpos estáveis terão subsistido na informalidade para aguardar esse tão sonhado momento, ou teremos que ressuscitar no futuro o que estamos matando no presente?

Como Pastor Presidente da Assembleia de Deus Ministério de Cubatão, de onde historicamente nasce a principal veia matiz musical da cidade, através do Maestro Benedito Rosalino de Carvalho, que teve como seu principal aluno o renomado maestro e compositor Roberto Farias Leite da Silva, entre tantos outros músicos e cantores, sinto-me no dever de ser um soldado voluntário nessa luta.

Creiam, aqui é a fala de um ex-músico voluntário da Banda Musical Afonso Schimidt, sucedida hoje pela nossa gloriosa Banda Sinfônica de Cubatão, a mãe das demais, em nome de quem evoco os demais grupos artísticos da cidade, todos vítimas do mesmo imbroglio.

No que depender deste servo, estamos juntos em pról desta causa, orando e também fazendo o que for necessário.

Um grande abraço a todos!

Saúde & Paz!

Pr. Carlos Roberto Silva

Um comentário:

JONIS FERREIRA disse...

Estamos juntos nessa Luta Nobre Pastor, pois muitos amigos e familia fazem Parte de algum dos grupos artístico de Cubatão

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...