sábado, 20 de outubro de 2018

Haddad: “Brasil tem Justiça analógica para crime digital”

Candidato do PT à Presidência também criticou a decisão de Jair Bolsonaro de não participar dos debates

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, afirmou, nesta sexta-feira (19), que o Brasil tem uma “Justiça analógica para um crime que é digital”. A declaração foi dada durante um evento de campanha no Rio de Janeiro.
Nesta quinta-feira (18), uma reportagem publicada pelo jornal Folha de S.Paulo apontou que empresários pagaram por mensagens contra Fernando Haddad (PT) enviadas pelo aplicativo. Eles também estariam preparando um novo envio em massa dessas mensagens para a próxima semana.
Para o candidato do PT, “parte do novo Congresso foi eleita com base nessa emissão de mensagens em massa por Whatsapp”. De acordo com Haddad, ação tem indícios de caixa dois e compra de cadastro, calúnia e difamação. O presidenciável acredita, no entanto, que as mensagens em massa não irão parar.
Acredito que não vai parar aqui, nem no dia da eleição. As investigações vão prosseguir. Mas infelizmente é uma justiça analógica para um crime que é digital – explicou.
Haddad também voltou a criticar a decisão de seu adversário, Jair Bolsonaro, de não participar dos debates. Ele considera que o candidato do PSL “não se apresenta ao povo porque é covarde”. O petista também disse que pretende continuar lutando pelo Brasil mesmo após o fim das eleições.
Como não gosto de briga pequena, vou brigar até a próxima semana pelos pobres desse país, pelo patrimônio desse país. Não vou cansar. E, independente do resultado, que espero que seja favorável, não vamos abdicar de defender o Brasil desse entreguismo e desse projeto anti-nacional – ressaltou.
Fonte: Pleno News

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...