quarta-feira, 23 de outubro de 2019

Arqueólogos identificam rua 'perdida' em Jerusalém construída por Pôncio Pilatos



Uma rua descoberta por arqueólogos em Jerusalém indicam algumas características do governo do Pôncio Pilatos no período de Cristo.


Arqueólogos identificaram uma grande rua em Jerusalém, construída pelo governador romano Pôncio Pilatos, conhecido por permitir a crucificação de Jesus Cristo.


Com 600 metros de comprimento, a rua teria conectado a Piscina de Siloé — onde era possível tomar banho e obter água fresca — ao Monte do Templo, o lugar mais sagrado do judaísmo. A rua era provavelmente usada por antigos peregrinos a caminho do Monte, segundo os pesquisadores. 


As evidências arqueológicas de Pôncio Pilatos são limitadas e a descoberta indica algumas características do governador da Judeia, disseram os pesquisadores em um artigo publicado recentemente na revista "Tel Aviv: Journal of the Institute of Archaeology of Tel Aviv University".

O fato de Pilatos ter construído uma rua que teria ajudado as pessoas a chegar ao Monte do Templo sugere que ele não era tão egoísta e insensível à religião quanto afirmam os escritores antigos, afirmam os pesquisadores.

Os estudiosos sabem há muito tempo da existência da rua, que é escavada por arqueólogos desde o século 19. O que os arqueólogos não sabiam até agora era quando precisamente a rua foi construída.

Para descobrir, arqueólogos da Autoridade de Antiguidades de Israel e da Universidade de Tel Aviv cavaram embaixo da rua, alcançando áreas que foram fechadas pela argamassa da via.

Eles encontraram dezenas de moedas datando de 30 a 31 d.C., época em que os registros históricos mostram que Pôncio Pilatos era prefeito da Judeia. A ausência de moedas nos anos posteriores indica que a construção foi feita em seu governo, apontam os pesquisadores.

(Foto: Tel Aviv: Journal of the Institute of Archaeology of Tel Aviv University)


Uma rua descoberta por arqueólogos em Jerusalém indicam algumas características do governo do Pôncio Pilatos no período de Cristo.


Registros históricos e relatos bíblicos retratam Pôncio Pilatos como uma figura negativa. Além de ordenar a crucificação de Jesus, ele confiscou o dinheiro de um tesouro sagrado para construir um aqueduto, violou as leis religiosas judaicas e espancou pessoas que protestavam contra suas ações.

A descoberta da rua construída por Pilatos, ligando os peregrinos ao Monte do Templo, sugere que seu governo não tenha sido "caracterizado exclusivamente por interesse próprio e corrupção", observaram os pesquisadores.

A rua pode ter sido construída para ajudar a aliviar as tensões entre Pilatos e os judeus, bem como para promover suas habilidades como governador, disse o principal autor do estudo, Nahshon Szanton, arqueólogo da Autoridade de Antiguidades de Israel.

"A importância desta rua é evidente por suas dimensões e também pela qualidade de sua construção, que sem dúvida exigia uma força de trabalho expansiva que incluía trabalhadores e artesãos qualificados", escreveram os pesquisadores, observando que a rua tem pelo menos 8 metros de largura e exigiu 10.000 toneladas de rochas calcárias na construção.

Reação dos estudiosos

Arqueólogos não envolvidos na pesquisa aplaudiram o trabalho. "Sobre a data, não há disputa", disse Dan Bahat, ex-arqueólogo-chefe de Jerusalém, à Live Science.

Ele observou que a rua provavelmente existia como uma estrada de terra antes de Pilatos decidir pavimentá-la. Bahat enfatizou que essa rua teria sido usada para mais do que peregrinação. "Era uma rua da cidade e não destinada ao uso dos peregrinos", disse ele.

Ronny Reich, um arqueólogo aposentado que escavou a rua no passado, também concordou que as novas evidências mostram que a rua foi construída durante o período em que Pilatos era governador da Judeia.

Hillel Geva, diretor da Sociedade de Exploração de Israel, disse que há uma chance de a rua ter sido construída por um governante posterior da Judeia, "mas se for o caso, deveríamos encontrar moedas pós-Pilatos embaixo da rua". Até agora, nenhuma moeda que data depois de Pilatos foi encontrada.

Fonte: Guiame

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...