segunda-feira, 22 de junho de 2020

Uruguai reabre templos após sair da fase epidêmica COVID-19

Durante os cultos, os fiéis não poderão tocar objetos, não haverá coros nem cantos, as janelas e portas deverão permanecer abertas e as celebrações não durarão mais de 45 minutos.

Uruguai reabriu seus templos na última sexta-feira,19, após mais de três meses. Paróquias, sinagogas, templos evangélicos e outros espaços de culto podem abrigar até um terço de seus fiéis e o número de participantes admitidos será visível em uma placa na porta.
Tapas e distância física de dois metros durante a cerimônia, álcool em gel para as mãos na entrada e uma exortação a quem não tem mais de 65 anos fazem parte do protocolo que as congregações espirituais concordaram com a presidência para sua reabertura.
Durante os cultos, os fiéis não poderão tocar objetos, não haverá coros nem cantos, as janelas e portas deverão permanecer abertas e as celebrações não durarão mais de 45 minutos.
Com uma população de quase três milhões e meio de habitantes, o Uruguai atualmente possui apenas 12 casos ativos do novo coronavírus que permanecem isolados. Até sexta-feira, o país registrou um total de 850 casos e 24 mortes.
"No momento, não podemos dizer que estamos enfrentando um cenário epidêmico no Uruguai. Temos surtos e casos isolados que controlamos", disse Daniel Salinas, ministro da Saúde Pública, à Associated Press.
Para Salinas, a decisão do presidente Luis Lacalle Pou de estabelecer uma quarentena voluntária, apesar das reivindicações das associações médicas que exigiam que ela fosse obrigatória, foi uma decisão sensata. "Uma quarentena total pode ter um resultado adverso indesejado, um tipo de estado policial em que precisamos perseguir todos", disse Salinas.
O transporte público funciona embora com uma frequência reduzida e em dez dias todos os alunos do ensino fundamental e médio retomarão as aulas.
Em Montevidéu, onde há apenas três casos ativos confirmados, a empresa reabriu suas portas semanas atrás e bares e restaurantes recebem o público, mas com protocolos de segurança.
Futebolistas profissionais começaram a treinar e esperam retomar o campeonato nacional em agosto sem uma audiência. A partir da sexta-feira, também haverá pequenos shows artísticos com até quatro músicos no palco e uma distância de dois metros entre as mesas.
O governo trabalha em protocolos internos de turismo e também se prepara para receber vôos internacionais e reabrir parcialmente as fronteiras, com atenção especial ao que compartilha com o Brasil.
Dos 12 casos ativos no Uruguai, três são de estrangeiros. Embora o ministro Salinas tenha dito que "não há necessidade de ser bem-sucedido", observou que os resultados foram alcançados graças à forte contenção epidemiológica e que a população "acompanhou as medidas propostas pelo governo", como isolamento voluntário, distância física, medidas de higiene e uso de máscaras faciais.
Outro ponto importante para Salinas foi a fabricação local de testes pela Faculdade de Ciências da Universidade da República e pelo Instituto Pasteur de Montevidéu. O Uruguai realizou 56.000 testes, dos quais 22.000 foram fabricados por essas instituições.
"Se houver um novo crescimento, estaremos melhor preparados para monitorar a epidemiologia", disse Salinas.
(Com CBN)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...