quinta-feira, 13 de agosto de 2020

Proibidas de usar o templo, igrejas fazem culto em antigo cassino de hotel

A proibição dos cultos realizados nos templos religiosos por causa da pandemia do novo coronavírus ainda persiste em várias regiões dos Estados Unidos, o que é estranho, tendo em vista que vários outros estabelecimentos já puderam retomar suas atividades, ainda que parcialmente.
O estado de Nevada, nos Estados Unidos, é uma das unidades que mantém a proibição dos cultos no país, determinada localmente pelo governador Steve Sisolak.
Todavia, para burlar a proibição e ao mesmo tempo fazer um protesto contra o que parece ser um ato de discriminação religiosa, igrejas locais resolveram se reunir no prédio de um hotel onde funcionava um antigo cassino, já que ele foi autorizado a funcionar.
O diretor da Coalizão de Fé e Liberdade, Ralph Reed, compartilhou uma gravação que mostra o momento em que os cristãos se reuniram no local, entoando louvores, orações e a ministração da Palavra de Deus.
Reed ressaltou  que a reunião só ocorreu por causa da proibição de utilizar os templos, enquanto que o hotel retomou a sua atividade com capacidade de 50% de lotação. A ocasião também foi motivada pelo apoio dos evangélicos ao presidente Donald Trump.
Através do seu perfil no Twitter, Reed comemorou o sucesso do evento, enfatizando o quanto o culto, além de celebração a Deus em meio à pandemia, também serviu para demonstrar que a verdadeira Igreja de Cristo não se limita ao templo físico.
"Casa lotada no evento de oração e louvor #EvangelicalsForTrump em Las Vegas. O governador NV proibiu os serviços religiosos, mas os cassinos podem operar com 50% da capacidade. Portanto, estamos orando em um cassino", publicou Reed.
Fonte: Gospel+
Confira abaixo o vídeo:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...