quarta-feira, 9 de setembro de 2020

André Valadão é criticado por dizer que igreja não é ‘clube gay’ - COMENTO A NOTÍCIA

A prática homossexual é descrita pela Bíblia Sagrada, no Antigo e Novo testamentos, como um pecado. Ao enfatizar isso durante uma interação nas redes sociais, o pastor André Valadão se tornou alvo de críticas por parte da militância LGBT e também de um líder religioso adepto da teologia liberal, abraçada pelos autodenominados "cristãos progressistas".
André Valadão foi questionado no Instagram sobre como lidar no âmbito da congregação com dois rapazes, homossexuais, que haviam iniciado um relacionamento: "Dois rapazes que são membros da igreja estão namorando, expulsa eles? Ou deixa na igreja?", perguntou um seguidor.
O pastor da Lagoinha Orlando Church, na Flórida (EUA), expôs seu raciocínio sobre o tema, dizendo que a presença de pessoas como parte de uma congregação pressupõe estar de acordo com os princípios e valores abraçados por aquela igreja, e como o cristianismo tradicional enxerga a homossexualidade como pecado, seria melhor apelar ao bom senso.
"Entendi. São gays. Então, igreja tem um princípio bíblico, e a prática homossexual é considerada pecado. Eles podem ir para um clube gay ou coisa assim, mas na igreja não dá, esta prática não condiz com a vida da igreja", pontuou o pastor.
Na conclusão de sua resposta, o pastor denotou que, da parte dos cristãos, é preciso tomar cuidado com o que poderia ser entendido como ocupação progressista na igreja: "Tem muitos lugares que gays podem viver sem qualquer forma de constrangimento, mas na igreja é um lugar para quem quer viver princípios bíblicos. Não é sobre a igreja expulsar, é sobre entender o lugar de cada um", encerrou.
A publicação foi "printada" e compartilhada amplamente nas redes sociais, com portais LGBT repercutindo negativamente o comentário do pastor. O assunto, inclusive, foi comentado pelo bispo Hermes C. Fernandes, ativo militante progressista nas redes sociais, que considerou André Valadão antiquado.
"Sua resposta e sugestão deixaram subentendido que gays não são bem-vindos nos templos evangélicos […] Ouvir isso de um pastor das antigas, filho do seu próprio tempo, seria até compreensível, apesar de não justificável. Mas vindo de um pastor 'descolado'?", questionou Fernandes.
O bispo da Igreja Reina expôs seu compromisso com o liberalismo teológico ao menosprezar a abordagem ortodoxa da doutrina bíblica: "Tenho a nítida impressão de que tanto André, quanto outros da família Valadão, ao se posicionarem de maneira tão anacrônica, nada mais fazem do que ratificar uma teologia enlatada 'Made in USA' com prazo de validade vencido", escreveu, no artigo publicado no portal Diário do Centro do Mundo.
O argumento do bispo segue na linha do antropocentrismo, com o homem – que a Bíblia define como caído em pecado (Romanos 3:23) – no centro da questão, ao invés da mensagem bíblica: "O problema de parte do segmento evangélico não é com a homossexualidade, mas com a verdade. É certo que haja muitos homossexuais nessas igrejas, mas que preferem viver incólumes, seja sob o manto de um suposto celibato voluntário, ou em um relacionamento heterossexual de fachada. Tais indivíduos se anulam por se deixarem convencer de que são uma abominação aos olhos de Deus. Infelizmente, alguns chegam às raias do suicídio. O que Valadão desconhece ou finge desconhecer é que 'onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade', conforme o apóstolo Paulo. Não se trata de liberdade cênica, litúrgica, mas existencial", declarou Fernandes.
Diante da repercussão de seu posicionamento, André Valadão voltou a usar as redes sociais para responder: "Não seja politicamente correto, seja biblicamente correto".

Fonte: Gospel+
MEU COMENTÁRIO

Leiam a Bíblia Sagrada e, se não gostarem do que lá está escrito, leiam os jornais do dia, as revistas da semana, assistam os filmes que quiserem, só não pensem que estarão livre das consequências que lá estão descritas.

Não sou da geração do pastor André Valadão, não pertenço à sua denominação ou ordem eclesiástica, mas a Bíblia Sagrada é a Palavra de Deus, e nesse quesito concordo plenamente com ele. A Igreja é de Cristo e está fundamentada n'Ele e na Sua Palavra.

Distorcer o verbo divino é pretexto para adaptá-lo aos seus próprios pecados. Quem não concorda com o que está na Palavra de Deus, também não concorda com a Igreja, portanto não deve fazer parte dela.

Forçar a Igreja de Cristo aceitar ou concordar com o homossexualismo como coisa natural, seria o mesmo que um cristão se associar ao um "clube gay" ou ir uma "casa de swing", e lá querer pregar santidade. Como diria o Datena: "Me ajuda aí..."

Para não ficar só nas minhas palavras , deixo para a vossa meditação:
"Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles". - Levítico 20:13
"Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor". Gálatas 5:13
"E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo". - 1 Tessalonicenses 5:23
"Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus". - 1 Coríntios 6:9,10
"Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina", - 1 Timóteo 1:9,10
Definindo as diferenças.

No texto de 1 Co 6.9-10 , o apostolo Paulo mostrou duas classificações para homossexuais , os "efeminados" e os "sodomitas". A versão NVI nos dá uma clara compreensão acerca do assunto dizendo , "nem homossexuais passivos ou ativos".

Os efeminados constituem-se os passivos, ou seja , que abusam de si mesmo como se fossem mulheres com homens .

Os sodomitas por sua vez representa o ativo, ou seja, que mantém relações sexuais com homem. A literatura rabínica logo dos primórdios da era cristã , definia o homossexualismo da sociedade grega como o pecado de Sodoma e Gomorra. Devido o homossexualismo ser praticado de forma generalizada em Sodoma, o mesmo é conhecido como o pecado de Sodoma, logo sodomita se refere a que faz uso de tal prática. Jd 7

As expressões "passivos" e "ativos" salientam a abrangência dos que agem como homens e dos que agem como mulheres no intercurso sexual não-natural.

Mais versículos para leitura e efeito de estudo:
Gn 19-45 ; Lv 18.22,20.13 ; Jz 19.22 ; Rm 1.24 ; 1Co 6.10 ; 1Tm1.9-10


Em tempo:

Quando tiver um tempinho, assista a mensagem abaixo:

O Grande Trono Branco: Juízo Final


3 comentários:

Jeferson Martiniano disse...

Concordo plenamente com o Pastor André Valadão. E seu comentário é muito rico e elucida de forma clara e objetiva os principios bíblicos para tirar toda duvida. Bênçãos!

Diego Dias disse...

A bíblia sempre será nosso manual de fé e prática, doa a quem doer, a verdadeira igreja de Cristo defenderá seus princípios e valores até o fim, que o Deus dos céus levante nesse tempo denominado "tempo do fim" homens e mulheres destemidos prontos a denunciarem o pecado e qualquer prática que fira ou fere os valores cristãos, prossigamos firmes, amando os pecadores, mas denunciando o pecado com a força da viva e inerrante palavra de Deus, que doutrina, repreende, corrigi e instrui. DEUS ABENÇOE!

Unknown disse...

Pra se utilizar da verdade, precisa ser um verdeiro servo de Deus. Parabéns Pastor Carlos pela veracidade dos fatos embasados na "Palavra de Deus"... Nós os genuínos cristãos concordamos com essa Palavra. Por que é a Palavra de Deus, portanto é digna de toda aceitação. Nela não há mudança nem sombra de variação. Deus seja Louvado Eternamente, amém! 🙏

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...