segunda-feira, 5 de abril de 2021

"Guerra Santa" no STF sobre realização de Cultos e Missas durante a pandemia

 


STF - Nunes Marques libera Cultos e Missas no sábado, Gilmar Mendes proíbe na segunda - E agora?

No último sábado 03.04.2021, o Ministro do STF Nunes Marques, em decisão liminar de ação impetrada pela ANAJURE - Associação Nacional de Juristas Evangélicos, de forma monocrática, entendeu que prefeitos e governadores não tem competência para proibir o funcionamento dos templos, determinando o cumprimento das regras sanitárias estabelecidas, bem como o teto máximo de 25% da capacidade de pessoas por templo.

A atitude foi festejada por muitos líderes de igrejas que já fizeram reuniões coletivas no domingo de páscoa, já outros preferiram de forma prudente permanecer da forma que estavam, aguardando os novos decretos que seriam publicados pelos prefeitos entre domingo (04) e também segunda-feira (05).

Já no início da tarde desta segunda-feira (05), Gilmar Mendes também ministro do STF, decidindo em outra ação similar, decidiu pela manutenção das restrições para a não realização de missas e cultos no estado de São Paulo, em conformidade com o decreto do governador João Dória.

Agora as duas liminares irão para ad-referendum do plenário da suprema corte e, pela previsão a decisão final só será conhecida na próxima quarta-feira (07) após o voto colegiado dos 11 ministros.

Se tínhamos desencontros de decisões no legislativo e no executivo, agora para completar  chegou no STF, a mais alta corte de justiça da nação.

A liminar de Nunes Marques vale para todo o território nacional, a de Gilmar Mendes para o Estado de São Paulo, mas pode virar jurisprudência para todo o Brasil até quinta-feira.

Deus salve o Brasil!

Oremos!

Apenas um desabafo, QUE LOUCURA!

3 comentários:

Vitor disse...

E hora do povo de Deus se por ainda mais em oração, jejum e vigilância. Já vi em vários canais de notícias ontem pessoas, tecendo comentários depreciativos contra as igrejas de uma forma geral. Fiquemos vigilantes, para os justos pagarem pelos negligentes.

Pr Márcio Silva disse...

Oremos meu irmão e amigo pr. Carlos Roberto! Só Jesus nesta causa STF.

Laudinei- NEI disse...

Não vejo guerra, vejo um ministro que se comportou como despachante a serviço da base que sustenta o presidente que o escolheu, e para agrada-los brinca com a vida humana. O tema já tinha sido discutido no ano passado quando foi decidido que estados e municipios poderiam intervir com medidas sanitárias em prol da vida, alem de apoiar medidas que podem gerar contaminação e morte o ministro mostrou que não sabe o que é imparcialidade, se pode se reunir para um fim deveria liberar todo tipo de reunião, afinal fé é questão de fórum intimo, para mim é importante mas a fé do corintiano em ver seu time pode ser importante para ele por exemplo. Triste nisto tudo é ver a ganancia dos lideres religiosos que em nome da religiosidade, da arrecadação de dinheiro físico que pode ser manipulado e da adoração a um mito, querem por que querem, mediadas de mortes... Covid contamina cristãos, basta ver o numero de pastores mortos pela Covid informado nesta pagina.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...