domingo, 15 de abril de 2007

Meus passos na Asembléia de Deus

Nesta semana, as Assembléias de Deus no Brasil, que carinhosamente chamo de minha igreja, até porque nunca participei de outra, entra em uma nova etapa, escrevendo mais uma página de sua história que já está à beira de um século, quando realizará a sua 38ª Assembléia Geral Ordinária da CGADB - Convenção Geral das Asembléias de Deus no Brasil, que terá como palco principal o Palácio das Convenções do Anhembí na Capital de São Paulo.
Fico pensando nos meus tempos de infância, adolescência e juventude, quando acompanhava tudo muito à distância, através da única fonte de informação assembleiana, o nosso velho e ainda atual Jornal "Mensageiro da Paz".
Lia tudo com muita atenção, como que comendo, porém com a impressão de um mundo bem distante da realidade das congregações que meu pai, na época novato no ministério, dirigia.
O tempo foi passando, acompanhei o ministério pastoral do meu pai, ora indo para a Escola Dominical na garupa de sua bicicleta, ora segurando a partitura para que ele tocasse seu trombone nos "cultos ao ar livre", logo cedo, ainda menino, cantando no coral da Igreja, aos 12 anos de idade tocando na Banda Musical da Igreja e aos 13 já regendo esta mesma banda, não por competência, mas por pura necessidade.
As coisas só foram se afunilando.
Cresci, iniciei minha vida profissional, casei-me, sempre cumulando as coisas da vida comum, com as da nossa querida Assembléia de Deus: liderança de juventude, secretaria de Igreja, regência de conjuntos, professor da Escola Bíblica Dominical, cultos ao ar livre, campanhas de evangelização, pedágios evangelísticos, programas de rádio, organização de seminários e outros eventos até que, em Setembro de 1985, Deus tratou comigo de maneira singular e extraordinária, dentro do banco em que trabalhava, no horário de expediente, o que me fez largar o BRADESCO como num passe de mágica. O próprio Deus arrancou meu coração de lá com raiz e tudo, justamente do lugar de onde jamais pensei em sair.
Aí entrei de cabeça nessa roda viva sem volta, chamada obra de Deus, personificada na instituição chamada Igreja, que em meu caso, particularmente, por questões biológicas e predeterminadas por Deus, chama-se Assembléia de Deus.
Consagrado ao Ministério da Palavra em 1988, na COMADESPE por indicaçãodo meu pai e Pastor Presidente Josias de Almeida Silva, seis meses após estava assumindo a segunda secretria da mesma convenção.
Daí para frente, até hoje, é só a Graça de Deus, para equilibrar-me entre a Igreja e Ministério que sirvo como Pastor Vice-Presidente e as diversas funções na convenções e ministérios a ela filiados; para obter consenso entre as diversas lideranças, às quais tenho que me submeter, obedecendo a todas, cada uma em seu nível e segmento, sem ferir éticamente aos princípios bíblicos e institucionais.
De repente, me pego num dia como hoje, refletindo naquele menino que lia as notícias através do Mensageiro da Paz.
As coisas vão apertando devagar e não sentimos.
De leitor à distância na infância, a figurante, depois a participante da história e agora, às vesperas da 38ª AGO, fui convidado diretamente pelo dirigente máximo da denominação, Pastor José Wellington Bezerra da Costa, para participar da sua chapa, como candidato ao cargo de segundo tesoureiro da Mesa Diretora da CGADB.
Resultado à parte, afinal de contas ganhar ou perder faz parte da circunstância, sinto-me na realidade com um grande compromisso, o que me faz ser mais e mais dependente de Deus. Gideão sentia-se o menor na casa de seu pai, até aí estou junto; mas dizia também que seu milheiro era o menor, neste caso já fiquei no prejuízo, pois não tenho milheiro algum, nem grande nem pequeno, nem maior nem menor.
Do que poderei gloriar-me, a não ser na cruz de Cristo? Se cheguei até aqui, tenho plena convicção que o único motivo, é pelo poder de Deus, como disse o Apóstolo Paulo: "E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo". 2 Coríntios 12:9
Como o Tiago 4:15 orienta: Se o Senhor quiser, e se viver até quinta-feira, dia 19 de Abril, serei candidato pela misericórdia de Deus, representando a COMADESPE.
Ainda que não entendendo bem o que está se sucedendo, consola-me a Palavra de Deus quando diz: "E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados por seu decreto". Romanos 8:28.
Diante de tudo isto, independente do resultado, para quem saiu do anonimato e não tem do que se orgulhar ou se gloriar, só posso dizer: SOLI DEO GLÓRIA !

5 comentários:

  1. Pastor Carlos A paz do Senhor!!

    Vendo parte da sua história é possível ver o qto o senhor foi senssível ao espitito santo e atendeu ao seu chamado pois hoje é facil ver pessoas tão preocupadas com o q. ha de comer ou de beber em trabalhar ou estudar pessoas que tem a possibilidade de fazer a obra de Deus
    em tempo integral(muitos até mesmo aposentados querendo estudar o qual eu vejo como desculpa para não fazer a obra de Deus) quando o senhor saiu do BRASESCO acredito ter recebido muitas criticas pois para muitos é difícil entender as coisas de Deus e assim a obra de Deus tem sofrido.
    bom que todos possam ter convicção do seu chamado e assim não por barreiras para fazer a obra do Senhor.

    Anderson O Assis

    ResponderExcluir
  2. Pastor Carlos Roberto.
    A Paz do Senhor.

    Deixo para sua meditação.
    Terceira S.João

    (s.João 2)

    Amado, desejo que te vá bem em todas as coisas e que tenha saúde, assim como bem vai a sua alma
    _______________________________

    é o que de coração desejamos a você e a sua família.

    Presbitero Paulino ferreira de souza, minha esposa Vaniuza Alves e nosso filho Samuel

    ResponderExcluir
  3. Caro Pb.Paulino,
    A Paz do Senhor!
    Saudações à Vaniuza sua esposa, extensivas ao seu filho Samuel.

    Após quase um ano que escrevi esse artigo e postei neste blog, fiquei emocionado com o seu comentário, afinal de contas a idéia do blog é registrar cada momento e até sentimentos.

    Obrigado pela mensagem registrada, e também pela passagem bíblica oferecida para minha meditação.

    Em querendo se identificar melhor, deixe seu e-mail para contato e registro em minha lista, onde sempre informo, quando da postagens de novos textos de interesse geral.

    Um grande abraço!
    Pastor Carlos

    ResponderExcluir
  4. Que Deus continue abençoando seu trabalho e nos edificando com seus post Fica Na Paz!!!!
    Abs!
    Faculdade Teológica

    ResponderExcluir
  5. Olá amado Pastor Carlos, a Paz do Senhor!
    Com certeza seu testemunho constitúi-se uma rica herança daqueles que te serviram de referencial.
    Nunca pertenci a "Assembléia de Deus" mas a tenho em grande estima, reconhecendo seu pioneirismo no Brasil. Mesmo que hoje tenhamos múltiplas denominações, reconhecemos que todas as "pentecostais e neo pentecostais" ispriram-se em seu modelo.
    Acredito que, seja qual for a igreja, o seu maior propósito, a exemplo de Cristo e de seus Apóstolos, seja as pessoas; o amor a elas. Esse valor parece estar pressente em sua vida. Que seja sempre assim. É nesse sentido que podemos refletir a imagem do Cristo da Glória, a nossa única esperança.
    Me despeço na Paz daquEle, em quem somos um, (Icor 15.58)

    ResponderExcluir

Muito obrigado pelo seu comentário!
Sua participação dá solidez a esta proposta, no entanto preste atenção:

É EXPRESSAMENTE PROIBIDA A POSTAGEM DE COMENTÁRIOS DISCRIMINATÓRIOS, RACISTAS, QUE OFENDAM A IMAGEM OU A MORAL OU DESRESPEITEM A LEGISLAÇÃO EM VIGOR.

INFORMAMOS QUE O IP DE TODOS AQUELES QUE NÃO RESPEITAREM AS REGRAS DESTE BLOG, ESTÃO DISPONÍVEIS ATRAVÉS DOS SITES DE ESTATÍSTICAS, E SERÃO FORNECIDOS À JUSTIÇA, CASO SEJAM REQUISITADOS POR AUTORIDADE LEGAL.

Pastor Carlos Roberto Silva
Point Rhema

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...