segunda-feira, 26 de março de 2018

Ciro Gomes equipara igrejas ao narcotráfico em discurso sobre “fraude nas eleições” de 2018

Ciro Gomes afirmou que o dinheiro dos fiéis poderá ser usado para financiar campanhas políticas

O pré-candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, está preocupado com os financiamentos ilegais que poderão acontecer durante as eleições e chegou a declarar que igrejas e narcotraficantes terão o poder de fraudas as eleições.
"Nós optamos agora pelo financiamento individual de campanhas. Ok, vamos experimentar. Mas eu desconfio que serão as eleições mais fraudadas da história do país e vai ser muito facilitado por quem circula com grandes quantidades de dinheiro em espécie. Por exemplo, igrejas e narcotráfico, que estão praticamente se explicitando sobre a mesa, ou sob a mesa", disse.
O ex-ministro de Lula estava no 1º Fórum Espanha-Brasil, realizado em Barcelona com a presença, dentre outros, do ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardoso (PT) e Christian Lohbauer, quando fez essa declaração.
Na visão do presidenciável, as lideranças evangélicas podem utilizar o dinheiro que arrecada dos fiéis, que não é declarado, para financiar campanhas de forma ilegal, o chamado caixa 2. Isso por conta das novas regras de financiamento de campanha, que proíbe, entre outras coisas, as doações por empresas privadas.
Citado na delação da Odebrecht como "sardinha", Ciro Gomes declara que nesses 38 anos de vida pública viu candidatos da esquerda e da direita utilizando caixa 2. "O mundo político relativiza os próprios valores. Se eu não ponho dinheiro oculto no bolso, eu sou honesto", exemplificou.

Fonte: JM Notícia
ASSISTA AQUI

Um comentário:

Renato Dantas disse...

Embora a fala é pinçada de uma grande exposição (1h30m) de debate, e claro a associação/comparação soa mal para nós cristãos comprometidos com o verdadeiro evangelho, não é nada absurdo o que o pré-candidato falou, ou não estamos assistindo durante muitos anos os grandes ministérios patrocinando candidaturas quase sempre dos "filhos" dos líderes? Aqui mesmo em SP em uma reunião fechada com pastores presidentes, um grande ministério com o PSDB após a morte do ex-governador Orestes Quércia que disputava o senado, mudou a configuração de suplentes usando isso como desculpa, porém, colocou na chapa a filha do presidente como 2ª suplente, e a boca pequena o que correu foi que caso o PSDB fizesse o presidente e governo, tanto o senador, quando o 1º suplente seriam ministro e secretário de estado levando a mesma diretamente ao senado da republica! Ou seja, com o poder financeiro dessas instituições iremos SIM ter muito caixa 2 com o financiamento (dinheiro, material, logística), iremos SIM ter muita igreja atuando como comitê eleitoral e claro, quando somos "nós" que fazemos é "propósito santo", agora quando é os outros é o "inimigo" se levantando contra a Obra de Deus!
Desculpe queridos, o inimigo não tem nada a ver com os desvios de caráter que estamos desenvolvendo infelizmente. O que está acontecendo é que a cada ano que passa, ou, eleição que passa, estamos mais inebriados com o poder e menos imersos na visão do evangelho de Cristo. GRande abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...