segunda-feira, 16 de abril de 2018

Pastor se mostra preocupado com líderes que ignoram "princípios morais" da Bíblia


Matt Chandler, pastor da Igreja Megachurch, disse estar "profundamente preocupado" com os líderes da igreja de hoje, que ignoram os "princípios morais" da Bíblia e se esforçam em "parecer legal" no afã de evitar serem taxados como legalistas para um mundo que insiste em ser liberal.

Chandler, fundador e pastor da Igreja da Aldeia em Flower Mound, Texas, entregou esta semana uma mensagem sob o tema "Cidadãos do Paraíso: no mundo mas não do" na conferência anual Juntos pelo Evangelho em Louisville, Kentucky.

"Temos uma geração inteira de pastores, cristãos e líderes que se afastam dos princípios morais da Palavra de Deus, com medo de serem acusados de legalistas", começou ele.

"Assumindo a responsabilidade de colocarmos aos nossos irmãos e irmãs os princípios morais para os quais Deus nos chamou, já é o suficiente para mostrar ao mundo a luz da glória de Deus em Cristo", continuou ele.

Em toda a Escritura, Deus descreve claramente como Ele quer que Seu povo ande, viva e se relacione uns com os outros e com o mundo ao seu redor. No entanto, como pessoas caídas, "todas as regras, comandos e autoridade externa parecem ameaçar nossa autonomia", disse Chandler.

"Porventura não estamos vivendo dias, onde homens e mulheres pensam que ninguém sabe o que é melhor para eles, exceto eles?", perguntou.

Citando Mateus 5: 13–16 - a passagem em que Jesus ordena a Seus seguidores "Seja sal e luz" em um mundo caído - Chandler disse que "Jesus está diante de seus ouvintes e diz que ser 'nascido de novo' significa ser 'confirmado pelo poder do Espírito' em uma realidade moral externa".

"Uma das maneiras de mostramos que somos filhos e filhas de Deus é a demonstração de que houve uma transformação interior que nos levou a uma transformação exterior externa que o mundo considere peculiar", disse o pastor.

Chandler leu Romanos 12: 2: "Não se conforme com o padrão deste mundo, mas seja transformado pela renovação de sua mente. Então você será capaz de testar e aprovar qual é a vontade de Deus - Sua boa, agradável e perfeita vontade."

Este verso, disse ele, mostra "como viver com o esforço movido pela graça, não errando do lado do legalismo, mas certamente não errando do lado da licença, também".

"Não seja guiado pelo mundo, por seus princípios, seus valores, por seu entretenimento", disse ele, acrescentando que infelizmente estamos sendo "discipulados pelo mundo" ao nosso redor.

"Tudo que você assiste, tudo que você lê, tudo que você ingere está se formando e moldando sua vida", disse ele.

"É a santidade do Céu que expulsa a imundícia do mundo. É a beleza de Cristo que nos compele a dizer 'não' ao que é quebrado e grotesco no mundo."

Chandler disse que está "profundamente preocupado" com a necessidade de muitos crentes "sentirem que devem estar dentro, ou sabendo, participando ou pelo menos conversando de um lado para outro, sobre tudo o que está acontecendo no mundo".

"Eu creio que estar entretido com o que Deus acha deplorável, é no mínimo um mau uso de 30 minutos, duas ou três horas do seu dia", disse ele.

"Se me encontro entretido com estupro e incesto, violência e perversão sexual, o que isso diz sobre onde estão minha mente e meu coração? Jesus está sentado lá e aproveitando isso?"

"Não brinque com leões", ele avisou. "Eventualmente, na estação, no tempo certo, ele se transformará e devorará. Portanto, coloque em Cristo e não faça provisão para a carne", disse ele.

A Igreja, argumentou Chandler, deve ser a verdadeira imagem do futuro que está por vir.

"Mas devemos tratar com seriedade o chamado de Deus em nossas vidas, para cultivarmos uma alma transformada pela presença de Jesus na vida em que Ele nos chamou", concluiu.

O pastor enfatizou ainda que, para efetivamente testemunhar para o mundo, os cristãos precisam se sair melhor em torno das crenças centrais do evangelho, em vez de permitir que questões secundárias mundanas dividam seu tempo.

"Meu apelo ... façamos o melhor que puder, vamos fazer o que é mais importante, o que em 1 Coríntios 15 o Apóstolo Paulo diz sôbre o que é de maior importância. Vamos deixar essas questões secundárias que tendem a nos dividir", disse ele.

Chandler pediu: "Por favor, por favor, tenha cuidado com o que você discute nas redes sociais, o que você disser, é algo que poderá levar alguém a ser um cristão genuíno, e convence-lo que está realmente fora do que a Bíblia orienta. E vamos aprender a ser mais generoso um com o outro".

Tradução livre: Pr. Carlos Roberto - Point Rhema

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...