terça-feira, 9 de outubro de 2018

Bolsonaro celebra votação e diz que trilha rumo ao Planalto tem “Deus como líder”

49.275.358 eleitores depositaram em Jair Bolsonaro (PSL) a confiança do voto no primeiro turno no último domingo, 07 de outubro. O número equivale a 46,03% do eleitorado que compareceu às urnas, e qualificou o deputado federal conservador à disputa do segundo turno contra Fernando Haddad (PT).
Bolsonaro, ainda se recuperando da facada sofrida em Juiz de Fora (MG) no dia 06 de setembro, fez um pronunciamento através das redes sociais na noite de ontem, ao lado do economista Paulo Guedes, que deverá ser ministro da Economia em caso de vitória da chapa formada com o general Hamilton Mourão (PRTB).
Em sua fala, pausada, Bolsonaro destacou o versículo 8:32 do livro de João, que fala sobre a libertação através do conhecimento da verdade, e afirmou que sempre seguiu as ordens de Deus em sua campanha Brasil afora nos últimos quatro anos.
"Sempre esteve ao nosso lado, o povo. O cidadão. Porque, como disse, a verdade estava acima de tudo, tendo Deus como líder, sempre orando e buscando maneiras de melhorar, nós trilhamos até aqui", afirmou Bolsonaro.
O candidato à presidência destacou que vê o resultado das urnas como uma preciosa conquista: "Para quem não tem tempo de televisão, para quem tem ainda um partido muito pequeno, não tem fundo partidário e continua hospitalizado por aproximadamente 30 dias, não deixa de ser uma grande vitória", afirmou, referindo-se à vantagem de mais de 17,9 milhões de votos sobre Haddad.
"O agradecimento que eu faço é para todos os brasileiros. Nós ganhamos em quatro regiões, perdemos no Nordeste. Mas a nossa votação no Nordeste foi muito boa, e tenho certeza que melhorará, e muito, por ocasião do segundo turno", acrescentou.
"Seremos sim, vitoriosos, afinal de contas, resta-nos apenas dois caminhos: o da prosperidade, liberdade, família, de estar ao lado de Deus, daqueles que têm religião e os que não têm religião também, mas são responsáveis; e para o outro lado, sobra-nos o caminho da Venezuela. Não queremos isso para o nosso Brasil. O outro candidato sabe quem o cerca e com quem ele se aconselha […] Não queremos esse tipo de gente para ocupar o Palácio do Planalto", enfatizou o candidato.
Além disso, Bolsonaro pontuou que já existe articulação para ter apoio no Congresso caso seja eleito presidente da República agora no segundo turno: "Temos uma boa aproximação com a maioria dos deputados em Brasília, como vínhamos fazendo, coordenando juntamente com o deputado Onyx Lorenzoni. Isso se consubstanciou ao longo das últimas semanas: mais de 300 parlamentares, das mais variadas bancadas, hipotecaram solidariedade a nós, e grande parte deles são honestos, trabalhadores, e querem também ficarem livres daquele velho jugo, da velha política 'toma-lá-dá-cá'", finalizou.
Fonte: Gospel+
Assista aqui:

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...