sexta-feira, 6 de setembro de 2019

“Sou primeiro um cristão, e não um ator”, diz homem que negou ofertas de Hollywood

Escolher seguir a Jesus Cristo não é uma decisão fácil para quem realmente entende a seriedade do compromisso. Isso porque algumas das implicações dessa escolha é a capacidade de renunciar determinadas propostas, como fez o ator Cameron Arnett ao negar algumas ofertas do cinema, em Hollywood, Estados Unidos.
"Eu estava na Califórnia e as coisas estavam indo bem. E pensei que esse seria o meu caminho", disse Arnett ao site Christian Headlines. O ator veterano fez sucesso na década de 80 e 90 em programações como "Star Trek: The Next Generation" e "Miami Vice".
Ao ser aprovado para realizar um novo papel no cinema, no entanto, o ator Cameron Arnett se deparou com um problema moral: ele precisava realizar uma cena de nu parcial. Como alternativa, lhe ofereceram a possibilidade de usar um dublê de corpo.
A priori, o ator achou que havia solucionado o dilema moral, mas ele disse que sentiu Deus lhe dizendo: "As pessoas vão continuar pensando que ali é você". Isso foi suficiente para Careron declinar da oferta promissora.
"Então eu disse que não podia fazer isso. E eu perdi tudo. A agência me abandonou. E isso meio que interrompeu tudo. E Senti Deus me dar um tapinha no ombro e dizer: 'Sabe, agora é a hora de sair do sistema'", revelou o ator.
Desde então o ator passou por várias dificuldades devido à recusa de fazer papéis que contrariavam a sua fé cristã, até que a indústria do cinema gospel surgiu como uma providência de Deus, e não para de crescer.
Cameron estreou um papel recente no filme "Overcomer" ("Mais que Vencedores"), onde ele interpreta Thomas Hill, um homem cego que se converteu a Jesus Cristo durante um período de intenso sofrimento.
Diante de tudo o que já passou, Cameron viu que sempre vale a pena ser fiel a Cristo, custe o que custar. "Tenho a capacidade de ser eu mesmo em todos os lugares e não comprometer meus padrões", disse o ator.
"Eu sou primeiro um cristão. Eu não sou um ator. Eu não sou pastor. Eu sou um filho de Deus e eu sou um servo de Deus. Essa é a minha reivindicação à fama", conclui Cameron.
Fonte: Gospel+

Um comentário:

Bnice disse...

Num tempo em que muitas pessoas fazem de tudo pela fama e sucesso ver esse testemunho é muito lindo e importante. É ter a certeza de que esta no caminho ceto!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...