segunda-feira, 30 de março de 2020

Coronavírus é o dedo de Deus

Bryan Fischer


De 1865 a 1867, a Inglaterra experimentou uma praga de um vírus mortal entre seus animais, uma epidemia que exterminou milhares e milhares do gado daquela nação. Os efeitos dessa praga foram sentidos em todos os lares, entre ricos e pobres igualmente, à medida que os suprimentos de carne, queijo, leite e manteiga se esgotaram. Consumiu as riquezas da nação. O bispo J.C. Ryle disse que era "como se o ouro e a prata fossem arrancados de nós e jogados ao mar." Havia, ele diz, uma "maldição de desproteção" sobre a terra.
Ryle escreveu um panfleto amplamente divulgado na época, e adaptei seus pensamentos para este artigo em conexão com a pandemia do coronavírus que está devastando nossa economia, paralisando-nos de medo, isolando-nos de nossos amigos e nos aprisionando em nossas próprias casas.
Embora o vírus deva ser levado a sério, é provável que o pânico e a histeria acabem causando mais danos à nossa economia do que o próprio vírus.
Continue lendo no blog de origem: Blog do Júlio Severo

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...