quarta-feira, 29 de abril de 2020

Pastor é colocado em prisão domiciliar com tornozeleira por não suspender cultos

Um pastor que vem se opondo às determinações de restrição de circulação e isolamento social foi colocado em prisão domiciliar e obrigado a usar uma tornozeleira eletrônica.
Tony Spell, líder da Igreja do Tabernáculo da Vida na cidade de Baton Rouge, estado da Luisiana (EUA), chegou a dizer no começo da quarentena que para o cristão, morrer é parte de um "sacrifício para Deus e para a liberdade", e que aqueles que "prefiram a tirania à liberdade não merecem liberdade".
Agora, o líder evangélico foi colocado em prisão domiciliar e monitorado com um dispositivo de rastreamento depois de desafiar as ordens do estado da Louisiana, realizando pessoalmente os cultos em sua igreja. As reuniões excederam o número de pessoas permitidas em um ambiente, e por isso, as autoridades decidiram reagir.
De acordo com informações do portal Charisma News, vários estados emitiram bloqueios ou determinações durante a pandemia de coronavírus, e várias igrejas em todo o país fecharam suas portas e adotaram ferramentas online para transmissão dos cultos ao vivo.
Entretanto, vários pastores se recusaram a cumprir as ordens estaduais de ficar em casa, mesmo em estados que dizem que as igrejas não são exceção nos esforços de contenção do vírus. Tony Spell é um dos que virou notícia internacional por conta dessa postura.
Na última sexta-feira, 24 de abril, o juiz distrital Fred Crifaso pediu a Spell para limitar o tamanho dos cultos na igreja, em conformidade com as ordens do estado. De acordo com a emissora Fox News, o pastor respondeu citando 1 Pedro 3:14: "Mas se você sofrer por causa da justiça, feliz também: e não tenha medo do terror deles, nem se preocupe".
Como o pastor não prometeu cumprir a ordem, o juiz decidiu coloca-lo em prisão domiciliar e monitora-lo com uma tornozeleira eletrônica, relata a emissora NBC News.
No último domingo, 26 de abril, Spell pregou para uma congregação de pelo menos 80 pessoas, que aplaudiram quando ele entrou no santuário. Dezenas seguravam cartazes dizendo: "Eu estou com o pastor Spell". Alguns dos membros podiam ser vistos usando luvas, mas a grande maioria estava perto um do outro e não usava máscara.
"Não estou mais me escondendo", disse Spell em um vídeo. "Amanhã às 12 horas, minha voz será silenciada por vários meses. Você não receberá mais notícias minhas. Prometo que continuarei fazendo o que faço. Isso não é sobre mim, [mas sobre] nossas liberdades religiosas", acrescentou.
Na terça-feira, 21 de abril, Spell foi preso e acusado de agressão depois que ele manobrou seu veículo próximo a um manifestante contrário a ele do lado de fora da igreja. O advogado de Spell, Joseph Long, diz que nunca teve a intenção de atingir o manifestante:
"Uma exibição justa do vídeo provará que Spell não tentou atropelar o manifestante, e o manifestante não se sentiu ameaçado, pois nunca se mexeu quando o ônibus chegou perto", disse Long.
: Pastor Tony Spell just cuffed and en route to EBR Parish Prison. Charged with aggravated assault, improper backing, and outstanding bench warrants. Central PD releasing a statement soon. @WAFB


209 pessoas estão falando sobre isso
Fonte: Gospel+

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...